Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Política 20/05/2013  11h09

Seis alunos da UniFil vão estudar no exterior

Eles foram selecionados pelo programa Ciência Sem Fronteiras e aguardam indicações das universidades

 Professor Luppi e quatro alunos selecionados: Elliton, Priscila, Raquel e Flávia

Asimp/UniFil

Seis alunos da UniFil estão se preparando para estudar em universidades no exterior, com bolsas do programa Ciência Sem Fronteiras. Eles foram selecionados e só aguardam a indicação das instituições onde vão fazer parte da sua graduação. “A seleção confirma o prestígio da UniFil e a qualificação dos alunos. Eles disputaram vagas com estudantes de todo o Brasil”, ressalta o pró-reitor de Graduação, professor Lupercio Fuganti Luppi, responsável pela homologação das inscrições dos interessados.

Os selecionados são:

lliton Paulino de Souza, do curso de Agronomia, para estudar nos Estados Unidos; Raquel Lima Palermo e Priscila Romanin, de Biomedicina, e Beatriz Breitner Nespoli Fagioli, de Farmácia, para o Canadá; Jonas Rodrigo Tavares de Avilla, de Engenharia Civil, para o Reino Unido; e Flavia Mayumi Nakase, de Medicina Veterinária, para a Itália. Outros dois alunos da UniFil estão inscritos e concorrem a vagas em universidades da Bélgica e Finlândia. “Podemos ter mais dois acadêmicos contemplados”, diz o pró-reitor.

O Ciência Sem Fronteiras é um programa que concede bolsas de estudos para cursar parte da graduação no exterior. O governo federal banca despesas de viagem e garante ajuda de custo durante a permanência em outro país. São várias opções de cursos com duração de três meses a um ano, com aproveitamento e validação no Brasil dos créditos das disciplinas feitas nas universidades estrangeiras.

O aluno interessado deve acessar o site ww.cienciasemfronteiras.gov.br, verificar quais países estão com chamadas abertas para bolsas e fazer a inscrição gratuitamente. Sempre que houver nova convocação a UniFil também vai divulgar no portal www.unifil.br todas as novas chamadas.

A maioria dos cursos da UniFil se enquadra no perfil do programa, que prioriza as áreas de engenharias, tecnológicas, de saúde e computação, entre outras. “O governo federal quer qualificar profissionais em alta tecnologia e firmou parceria com um grande número de universidades no exterior”, afirma Luppi.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios