Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

De 3 a 7 de outubro, estudantes e professores universitários de todo o Brasil apresentam na UniFil resultado de pesquisas e projetos de extensão

Mais de 1.000 trabalhos de estudantes e professores de universidades e faculdades de todo o Brasil serão apresentados no 1º Simpósio Nacional de Iniciação Científica da UniFil, que começa na próxima segunda-feira (03/10). É um dos principais eventos acadêmicos do Paraná para difusão de projetos de pesquisa e extensão universitária, com reconhecimento e apoio da Secretaria do Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e da Fundação Araucária, órgão oficial de fomento ao desenvolvimento científico e tecnológico.

Os temas das apresentações estão divididos em mais de 20 áreas. Com mais de 50 inscritos, destacam-se Ciência da Computação/Sistemas de Informação, com 82 trabalhos, Nutrição (81), Arquitetura e Urbanismo (80), Educação Física (74), Pedagogia (67), Farmácia (65), Estética e Cosmética (64), Administração (63) e Psicologia (54). “O simpósio é uma oportunidade para tornar público o resultado de projetos científicos e de prestação de serviços”, afirma o professor doutor Leandro Henrique Magalhães, coordenador de Pesquisa da UniFil.

Com a ampliação da representatividade, o simpósio ganhou o status de primeira edição em caráter nacional. Durante a próxima semana, vai reunir as atividades do XIX Simpósio de Iniciação Científica da UniFil, I Simpósio de Educação Científica Júnior, V Prêmio de Iniciação Científica e V Encontro de Extensão da UniFil.

O professor Leandro Magalhães ressalta a troca de experiência e difusão do conhecimento entre os participantes do evento, que valorizam a formação universitária e fortalece o currículo dos futuros profissionais. “O mercado e a academia estão atentos à produção cientifica, à inovação e ao envolvimento social”, enfatiza.

Para despertar o interesse pela ciência nos estudantes de ensino fundamental e médio, o Simpósio de Iniciação Científica Júnior da UniFil expõe 84 trabalhos desenvolvidos em escolas públicas e particulares. Participam Colégio Londrinense, Interativa, PGD, Escola Primeiros Passos, Instituto Nossa Senhora Auxiliadora (Cambé) e colégios estaduais Albino Feijó Sanches, 11 de Outubro e Souza Naves.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios