Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A primeira universidade do Brasil foi fundada no dia 19 de dezembro de 1912.

Thea Tavares/Asimp

Por iniciativa da deputada estadual Luciana Rafagnin (PT), a Assembleia Legislativa do Paraná prestou homenagens na segunda-feira ao centenário da primeira Universidade do Brasil, a Universidade Federal do Paraná (UFPR), que será comemorado daqui a um mês no dia 19 de dezembro deste ano. O reitor Zaki Akel Sobrinho recebeu das mãos da deputada Luciana e do presidente da Alep, deputado Valdir Rossoni (PSDB) uma Menção Honrosa. A Casa de Leis também cedeu seu Espaço Cultural para a exposição de fotos alusivas à comemoração dos 100 Anos da UFPR.

Em seu discurso, a deputada Luciana destacou a importância da instituição pública para o desenvolvimento do Paraná, para a produção de conhecimentos a partir de seus diversos campi em Curitiba e nas Unidades do Litoral e Palotina, pela Escola Técnica e, também, a grande quantidade de atividades de extensão universitária oferecidas, que mantém abertas as portas da UFPR para a comunidade nas formas de atendimento e de integração de fato. “A UFPR durante quase 90 anos foi a única universidade federal no Paraná e ao longo de sua existência tem irradiado ciência, trabalho, conhecimento, cultura, saber, formação profissional e humana em favor do povo paranaense e brasileiro”, disse Luciana. “O Hospital de Clínicas é excelência nacional em transplante de medula óssea e de fígado, além de prestar atendimento à população de todo o estado e de outras cidades, por meio de encaminhamentos dos municípios para tratamentos em diversas especialidades médicas”, afirmou. E a deputada ressaltou ainda: “A UFPR também presta atendimento popular por meio do Escritório Modelo da Faculdade de Direito, da Clínica Odontológica, do Hospital Veterinário, da Encubadora Tecnológica, que fomenta empreendedorismo, geração de renda e economia solidária, e, nas instâncias da arte e da cultura, por meio do teatro, do Coral, da Orquestra e dos grupos artísticos e culturais de caráter comunitário”, completou Luciana.

O reitor da Universidade acrescentou no rol das homenagens à excelência do trabalho desenvolvido pela comunidade universitária, que gira em torno de 42 mil pessoas, entre estudantes, professores e profissionais técnico-administrativos, na Maternidade Victor Ferreira do Amaral, no Hospital do Trabalhador, referência em trauma, na coordenação do Plano Nacional de Educação (PNE) no estado - que remeteu à Brasília, para  relator do PNE, deputado federal Ângelo Vanhoni (PT), mais de 1.500 emendas – e, por fim, na composição junto com 50 entidades do Fórum Paranaense de Resgate da Verdade, Memória e Justiça. Zaki Akel lembrou que a Assembleia Legislativa aprovou na semana passada a criação da Comissão Estadual da Verdade e agradeceu pelas emendas parlamentares de apoio à UFPR. “Continuem nos apoiando”, disse o reitor. “Queremos continuar sendo motivo de orgulho do povo paranaense”, completou. Ele aproveitou para convidar a todos para prestigiarem a comemoração do centenário no dia 19 de dezembro de 2012 e conferirem o resultado da obra de reforma do prédio histórico na Praça Santos Andrade, símbolo da cidade de Curitiba desde 1999.

História e estrutura

Fundada no dia 19 de dezembro de 1912 para coincidir com a data da emancipação política do Paraná – que se deu em 1853 -, a UFPR nasceu como símbolo da “emancipação intelectual” do povo paranaense e driblou diferentes momentos turbulentos e tensos dos cenários políticos estadual e nacional para se consagrar como a primeira universidade do Brasil. A UFPR oferta 95 opções de curso no vestibular, possui 15 bibliotecas e tem em seu quadro docente 483 professores com título de mestre e 1.583 possuem doutorado. Conta com mais de 30 mil estudantes nos diversos níveis de ensino e, destes, 1.575 alunos matriculados no Doutorado e outros 2.266, no Mestrado.

Também estiveram presentes na solenidade que homenageou o centenário da UFPR os pró-reitores Sérgio Scheer (Pesquisa e Pós-Graduação), Rita de Cássia Lopes (Assuntos Estudantis), Elenice Novak (Extensão e Cultura), o professor Ulf Gregor Baranow, membro do Comitê Executivo dos 100 Anos da Universidade, a chefe de gabinete da reitoria, Ana Lúcia Jansen de Mello e Santana, e os assessores do gabinete Norton Nohama e Edelvino Razzolini Filho.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL