Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Phoenix Finardi/Asimp

 

A aula começa com uma brincadeira: as crianças formam um círculo na sala e recebem cartazes com figuras. Depois a professora escolhe dois alunos e pede, em inglês: “I need a yellow table”. Correndo, eles procuram com os colegas a figura correta. Quem achar primeiro, ganha. Cada vitória é comemorada com saltos e gritos de alegria.

As crianças, de 7 a 12 anos, são uma das turmas do projeto lançado pela Unopar no Centro Educacional Infantil Pastor Samuel de Souza, no Jardim Franciscato, Zona Sul de Londrina. Elas têm aulas gratuitas de inglês, duas vezes por semana. O projeto, mantido por um grupo de colaboradores da Unopar, atende um total de 60 crianças, divididas em três turmas, em parceria com a Igreja Nova Aliança de Londrina, responsável pelo Centro Educacional.

Julio Cesar Arlindo de Souza, 11 anos, mora no bairro e participa da turma matutina. “Eu gosto muito de cantar em inglês, é fácil de aprender”, diz ele, que garante já identificar algumas palavras conhecidas nas músicas que ouve no rádio. “Meu sonho é ser estilista e aprendendo inglês eu vou poder estudar e trabalhar fora do Brasil”, conta o menino.

A colega de turma Angela Terezinha Biggi Santos, também de 11 anos, ainda não sabe qual profissão vai escolher quando crescer mas quer “aprender a falar inglês certinho”. Fã das músicas que aprende com a professora, Angela está achando fácil acompanhar as aulas embora a pronúncia de algumas palavras seja complicada: “Tem sons que a gente precisa treinar bastante”, ensina.

Cada turma têm uma média de 20 crianças. Todas são alunas do Ensino Fundamental e moram no bairro.Elas ganham o material e têm duas aulas semanais de uma hora e meia cada. A professora Sara Rodrigues de Andrade explica que além das músicas e brincadeiras, os alunos sempre terminam as aulas com atividades escritas: “Assim elas vão se familiarizando não só com a pronúncia mas também com a grafia das palavras”, diz ela.  Em um mês de aula os pequenos já aprenderam cores e números, partes do corpo e objetos comuns do dia a dia.

Sara conta que ficou surpreendida com o aproveitamento das crianças, muitas de famílias bem carentes: “Elas aprendem mais rápido do que eu esperava, superaram minhas expectativas. Vejo que gostam muito e quando faltam é por um bom motivo. Essas crianças têm dificuldades sociais e financeiras mas têm vontade e dedicação. Elas merecem uma chance”, afirma.

Centro de Línguas

A chance das crianças surgiu com o lançamento do Centro de Línguas, uma iniciativa da Kroton Educacional que abrange todas as instituições do grupo, inclusive a Unopar. O Centro de Línguas oferece aulas de idiomas para alunos, professores e funcionários da Universidade e também para a comunidade externa, a preços diferenciados. Todas as Unidades da Unopar em Londrina, Arapongas e Bandeirantes têm turmas em andamento.

As turmas infantis do Centro Educacional Infantil Pastor Samuel de Souza são uma novidade. Elas são mantidas por “padrinhos” (diretores, coordenadores, professores e colaboradores da Unopar), que financiam todo o material didático e as aulas.

A Unopar está buscando parceiros para manter e ampliar e projeto. Interessados em participar podem entrar em contato com o professor Carlos Henrique Vici, diretor da Unidade Tietê, através do telefone (43) 3371-7446.

Por que aulas de inglês

O Brasil apresentou recentemente um dos piores resultados em um ranking internacional sobre o conhecimento da língua inglesa. De acordo com o índice English Proficiency Index, o país está em 46º lugar entre 54 países pesquisados, atrás do Vietnã, Peru, México, Argélia e Síria. O estudo foi feito entre 2009 e 2011. Na pesquisa realizada entre 2007 e 2009 o Brasil tinha 47.2 e estava na 31ª posição. Desde então o país caiu 15 posições e ficou com pontuação 46,8.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios