Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O processo de escrita científica, principalmente em língua inglesa, representa uma grande dificuldade aos estudantes universitários no que diz respeito ao pleno desenvolvimento científico de suas habilidades, sobretudo no Brasil, onde disciplinas e cursos específicos na área são escassos. Consciente desse problema, a USP tem dado maior atenção ao assunto. Muitas iniciativas vêm sendo tomadas pela Universidade, através da Pró-Reitoria de Pesquisa e, uma delas, é o oferecimento dos tão importantes cursos de orientação para escrita de publicações científicas.

Para um pesquisador, o artigo científico é parte de seu trabalho. Em algum momento, ele deverá escrevê-lo, preocupando-se com a qualidade daquilo que será redigido, organizando metodicamente seus dados e investigando a relevância e o ineditismo de seus resultados. A sociedade, por sua vez, só terá conhecimento daquilo que é estudado e desenvolvido por cientistas dentro das universidades através desses artigos. O conhecimento não pode ficar restrito ao ambiente acadêmico. "O primeiro passo para melhoria da qualidade de vida do ser humano é a divulgação das pesquisas científicas. Com isso, será possível pensar em maneiras melhorá-la, efetivamente", reflete Valtencir Zucolotto, pesquisador do Instituto de Física de São Carlos e responsável por ministrar cursos de escrita científica há seis anos.

Com isto em vista, o IFSC realizará, no período de 9 a 11 de novembro, a 2ª Semana da Escrita Científica, com uma série de mini-cursos que abordam desde a estruturação de artigos e teses até o processo de editoração, com o objetivo de desmistificar a escrita científica para os estudantes universitários e pesquisadores em geral.

Nas atividades, será dada ênfase às ferramentas de escrita e às estratégias de linguagem em documentos científicos escritos na língua inglesa, uma dificuldade mas, sobretudo, uma necessidade presente na vida acadêmica da grande maioria dos pesquisadores. Os mini-cursos abrirão espaço para uma importante discussão, a questão das fraudes e dos plágios, tentando mostrar aos participantes como uma fraude se constitui e como evitá-la. O evento é aberto a toda a comunidade.

Todas as atividades serão realizadas no Auditório Prof. Sérgio Mascarenhas, do próprio IFSC.

Para inscrições, programação completa, mapas de acesso e maiores informações, acesse http://www.biblioteca.ifsc.usp.br/semana/2/

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios