Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Meire Bicudo/Asimp
 
O deputado federal e vice-presidente da Câmara, André Vargas (PT), é o mais novo aliado dos transportadores autônomos na longa caminhada em busca de melhores condições de trabalho para a categoria que reivindica alterações na Lei 12.619/2012 que regulamentou a profissão do motorista. Apesar dos avanços, os transportadores autônomos querem alterações na Lei, principalmente nos artigos que dizem respeito à carga horária, infraestrutura de parada, saúde e segurança nas estradas. Ao participar, na segunda (21), do Fórum de Transportes de Cargas de São José dos Pinhais, Vargas prometeu que vai reunir a bancada paranaense para rediscutir a lei visando atender às solicitações dos caminhoneiros.
 
Vargas disse que é preciso alinhar as idéias para integração de todos os modais e destacou a importância do setor para o desenvolvimento econômico e social do País. "É pela estrada que o alimento chega em nossas casas e são pelas rodovias que a produção de nossos campos tomam rumo ao exterior, via Porto de Paranaguá", observou o deputado.  Para ele, é preciso uma discussão conjunta, não apenas entre os caminhoneiros autônomos, mas também junto com os empresários do setor que, hoje, são constituídos por nove sindicatos, possuem uma frota de 230 mil veículos e geram 380 mil empregos diretos. O setor de transportes de cargas do Paraná é responsável por 4.5% do PIB paranaense e por 72% da movimentação de cargas do Estado.
 
Nélio Botelho, presidente do Movimento Brasil Caminhoneiro, disse que as negociações no Congresso Nacional estão indo muito bem e que o deputado André Vargas tem sido um lutador incansável pela causa. "Queremos apenas maior flexibilidade nos pontos de paradas, higiene e segurança nas estradas, além da equiparação do motorista autônomo com o celetista". Ele acredita que o Paraná, como um todo, poderá se engajar nesta empreitada sem que haja conflitos entre empresas e autônomos. O prefeito de São José dos Pinhais, Luiz Carlos Setim, destacou a importância do Porto de Paranaguá no transporte de cargas e também defendeu a integração entre os modais de transportes.
 
O evento foi promovido pelo vereador Bira do Banco (PT), juntamente com o Movimento União Brasil Caminhoneiros e demais entidades afins.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios