Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Vestibulandos durante realização das provas no campus Luiz Meneghel

Resultado do vestibular será divulgado no dia 1º de fevereiro; aprovados terão entre os dias 6 e 8 de fevereiro para realizarem suas matrículas

Asimp/UENP

Cerca de 4 mil estudantes realizaram as provas do vestibular de verão 2013 da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP). O concurso, que aconteceu no domingo (20) e segunda-feira (21) para preenchimento de 1260 vagas da Instituição, recebeu estudantes de todo o Paraná, além de outros Estados do Brasil. Dos 4.675 inscritos para as provas, 710 não compareceram para realização do vestibular, o que representa abstenção de 15,18% dos inscritos. Outras 140 vagas dos 23 cursos da Universidade serão preenchidas por alunos que optaram pela seleção por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O resultado do vestibular será divulgado a partir das 16h do dia 1º de fevereiro em quadro próprio, nos campi, no prédio da Reitoria e no endereço eletrônico da UENP.

As provas, que aconteceram em 116 salas dos campi de Cornélio Procópio, Jacarezinho e Luiz Meneghel de Bandeirantes, iniciaram-se no domingo com 40 questões relacionadas à Língua Portuguesa e Literatura Brasileira (30 questões), Língua Estrangeira Moderna (10) e redação. Na segunda-feira, as 60 questões foram sobre Matemática (8 questões), Física (7), Química (7), Biologia (8), História (8), Geografia (7), Sociologia (7) e Filosofia (7). Em ambos os dias, a duração dos testes foram de no máximo quatro horas.

Os candidatos aprovados terão entre os dias 6 e 8 de fevereiro para realizarem suas matrículas. A Coordenadoria de Processo Seletivo da UENP (CPS) alerta que o candidato deve ficar atento aos prazos estabelecidos no edital, pois a não realização da matrícula resulta na perda do direito à vaga. Mais informações podem ser conferidas pelo site www.uenp.edu.br no link vestibular.

O coordenador do CPS, Walter Candioto, acentua que o vestibular ocorreu dentro do que estava previsto, sem problemas e incidentes de qualquer natureza. Sobre o percentual de abstenção, Candioto informa que o número é superior a média de anos anteriores, que ficava em torno de 5%, mas que há uma dedução bastante lógica para o número. “Com a divulgação de resultados de vestibulares de outras grandes instituições de ensino superior, é possível que boa parte dos candidatos que não realizaram a prova da UENP tenham se matriculado nessas outras universidades. Há nisso um fator positivo, pois eliminamos da prova estudantes que iriam se decidir por outras instituições, como fizeram. Com isso, evitamos também grandes listas de segunda chamada”, disse Candioto.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios