Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Idealizada pelo Alto Comitê para a Fraternidade Humana - composto por cristãs, muçulmano e judeus de todo o mundo - campanha pede o fim da pandemia da Covid-19

A FAMBRAS, Federação das Associações Muçulmanas do Brasil, em parceria com o Consulado Geral dos Emirados Árabes Unidos, aderiu à campanha mundial “Reze pela Humanidade” – que acontecerá na próxima quinta-feira, 14 de maio.

Idealizada pelo Alto Comitê para a Fraternidade Humana - composto por líderes religiosos, estudiosos e expoentes da cultura de todo o mundo, pertencentes aos mundos cristão, muçulmano e judeu - a campanha apela a todas as pessoas, independentemente de sua nação ou da fé que professam, que orem pelo fim da pandemia da Covid-19 e “liberte o mundo das consequências sanitárias, econômicas e humanitárias da propagação desse contágio grave”. O Grand Iman Ahmad Al Tayeb, Sheik do Al Azhar – principal liderança da religião muçulmana – e o Papa Francisco, representando a igreja católica, são os grandes mobilizadores da campanha em nível mundial.

Ali Zoghbi, vice-presidente da FAMBRAS, afirma que, como muçulmano, acredita na força da fé neste momento tão difícil para toda a humanidade. “A ciência e a informação de qualidade são indispensáveis para vencer a pandemia. Mas não podemos nos esquecer de recorrer a Deus – e é esta a mensagem que a FAMBRAS quer passar não só aos seguidores da fé islâmica, mas também, para toda a sociedade brasileira”.

O cônsul-geral dos Emirados Árabes Unidos, Ibrahim Salem Alalawi, lembrou do encontro histórico, ocorrido em fevereiro do ano passado em seu país natal, entre o Papa Francisco e o Grande Imã de Al-Azhar, Ahmed el-Tayeb – quando ambos clamaram por diálogo inter-religioso na construção da paz. “Os tempos atuais, contudo, pedem mais uma vez que juntemos nossos esforços ... A campanha é um convite para que Deus estenda sua misericórdia a todos”.

A FAMBRAS, de acordo com seu diretor de comunicação, Carlos Dias, está produzindo vídeos com lideranças religiosas católicas e muçulmanas – e os disponibilizará em todos os seus canais de comunicação. “Cada liderança vai passar uma mensagem objetiva, porém inspiradora, para que todos entendam, efetivamente, que é preciso, sim, rezar pela humanidade”. Participaram dos vídeos, entre outros religiosos, os sheikhs Jihad Hammadeh e Mohamed al Bukai e os padres Juarez de Castro e Alessandro Campos.

Cristina Thomaz/Asimp/FAMBRAS

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.