Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Gn 1,26–2,3)

Leitura do Livro do Gênesis.

26Deus disse: “Façamos o homem à nossa imagem e segundo a nossa semelhança, para que domine sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, e sobre todos os répteis que rastejam sobre a terra”.

27E Deus criou o homem à sua imagem, à imagem de Deus ele o criou: homem e mulher os criou. 28E Deus os abençoou e lhes disse: “Sede fecundos e multiplicai-vos, enchei a terra e submetei-a! Dominai sobre os peixes do mar, sobre os pássaros do céu e sobre todos os animais que se movem sobre a terra”. 29E Deus disse: “Eis que vos entrego todas as plantas que dão semente sobre a terra, e todas as árvores que produzem fruto com sua semente, para vos servirem de alimento. 30E a todos os animais da terra, e a todas as aves do céu, e a tudo o que rasteja sobre a terra e que é animado de vida, eu dou todos os vegetais para alimento”. E assim se fez. 31E Deus viu tudo quanto havia feito, e eis que tudo era muito bom. Houve uma tarde e uma manhã: sexto dia. 2,1E assim foram concluídos o céu e a terra com todo o seu exército. 2No sétimo dia, Deus considerou acabada toda a obra que tinha feito; e no sétimo dia descansou de toda a obra que fizera. 3Deus abençoou o sétimo dia e o santificou, porque nesse dia descansou de toda a obra da criação.

— Palavra do Senhor.

— Graças a Deus.

Responsório (Sl 89)

— Ó Senhor, fazei dar frutos o labor de nossas mãos!

— Ó Senhor, fazei dar frutos o labor de nossas mãos!

— Já bem antes que as montanhas fossem feitas ou a terra e o mundo se formassem, desde sempre e para sempre vós sois Deus.

— Vós fazeis voltar ao pó todo mortal, quando dizeis: “Voltai ao pó, filhos de Adão!” Pois mil anos para vós são como ontem, qual vigília de uma noite que passou.

— Ensinai-nos a contar os nossos dias, e dai ao nosso coração sabedoria! Senhor, voltai-vos! Até quando tardareis? Tende piedade e compaixão de vossos servos!

— Saciai-nos de manhã com vosso amor, e exultaremos de alegria todo dia! Manifestai a vossa obra a vossos servos, e a seus filhos revelai a vossa glória!

Evangelho (Mt 13,54-58)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 54dirigindo-se para a sua terra, Jesus ensinava na sinagoga, de modo que ficavam admirados. E diziam: “De onde lhe vem essa sabedoria e esses milagres? 55Não é ele o filho do carpinteiro? Sua mãe não se chama Maria, e seus irmãos não são Tiago, José, Simão e Judas? 56E suas irmãs não moram conosco? Então, de onde lhe vem tudo isso?” 57E ficaram escandalizados por causa dele. Jesus, porém, disse: “Um profeta só não é estimado em sua própria pátria e em sua família!” 58E Jesus não fez ali muitos milagres, porque eles não tinham fé.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

https://www.youtube.com/watch?time_continue=1&v=vtg24hLbPMA

Transformemos o mundo por meio do nosso trabalho

Somos continuadores da missão divina com o nosso trabalho, com a criatividade que colocamos a serviço da humanidade

“Não é ele o filho do carpinteiro?” (Mateus 13,55).

Temos a graça de celebrar, no dia de hoje, São José Operário. O pai de Jesus era um trabalhador. Hoje, lembramos, no mundo inteiro, de todos os trabalhadores. Cada um na sua missão cumpre a sua tarefa, faz do seu trabalho dom e dádiva para a transformação do mundo.

A Primeira Leitura da Missa de hoje fala, justamente, do Pai Criador de todas as coisas, que trabalhou seis dias para criar e cuidar da obra da Sua criação e responsabilizou o homem de cultivar e cuidar da criação que vem das Suas mãos.

Somos continuadores da missão divina com o nosso trabalho, com a criatividade que colocamos a serviço da humanidade e da sociedade. Devemos, por meio do nosso trabalho, transformar o mundo em que vivemos, transformá-lo para melhor, para aprimorar a criação de Deus, tornar as relações humanas mais saudáveis, permitir que todos os avanços científicos e tecnológicos estejam a serviço do bem, da verdade e do progresso do ser humano.

Todo trabalho, realizado com dignidade, é abençoado e santificado. Por meio do nosso trabalho, louvamos, bendizemos, agradecemos e oferecemos a Deus o próprio dom que Ele nos deu. É muito importante termos isso no nosso coração.

Deus abençoa o nosso trabalho, Ele abençoa o nosso esforço humano, a nossa luta, para nos aprimorarmos e buscarmos, a cada dia, o pão para nossa casa e para nossa família. Em hipótese nenhuma, podemos ficar sem trabalhar, pois a ociosidade é inimiga da verdade, da caridade, dos dons e talentos que Deus nos deu. A falta de trabalho nunca pode ser desculpa para não trabalharmos, porque a criatividade humana vai funcionar quando colocarmos nossos dons para realizarmos outros trabalhos, ainda que não seja daquela profissão que temos, ainda que não seja para o específico no qual nos especializamos. É importante saber que não temos apenas um dom; e ainda que tenhamos somente um dom, quando o colocamos a serviço, eles se multiplicam e a capacidade também.

Deus abençoe todos os trabalhadores e coloque, no coração deles, a disposição de aprimorar os dons que Ele nos concedeu para o mundo ser melhor e para que a nossa vida progrida.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL