Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Êx 23,20-23)

Leitura do Livro do Êxodo.

Assim diz o Senhor: 20“Vou enviar um anjo que vá à tua frente, que te guarde pelo caminho e te conduza ao lugar que te preparei. 21Respeita-o e ouve a sua voz. Não lhe sejas rebelde, porque não suportará as vossas transgressões, e nele está o meu nome. 22Se ouvires a sua voz e fizeres tudo o que eu disser, serei inimigo dos teus inimigos, e adversário dos teus adversários. 23O meu anjo irá à tua frente e te conduzirá à terra dos amorreus, dos hititas, dos ferezeus, dos cananeus, dos heveus e dos jebuseus, e eu os exterminarei”.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 90)

— O Senhor deu uma ordem aos seus Anjos, para em todos os caminhos te guardarem.

— O Senhor deu uma ordem aos seus Anjos, para em todos os caminhos te guardarem.

— Quem habita ao abrigo do Altíssimo e vive à sombra do Senhor onipotente, diz ao Senhor: “Sois meu refúgio e proteção, sois o meu Deus, no qual confio inteiramente”.

— Do caçador e do seu laço ele te livra. Ele te salva da palavra que destrói. Com suas asas haverá de proteger-te, com seu escudo e suas armas, defender-te.

— Não temerás terror algum durante a noite, nem a flecha disparada em pleno dia; nem a peste que caminha pelo escuro, nem a desgraça que devasta ao meio-dia.

— Nenhum mal há de chegar perto de ti, nem a desgraça baterá à tua porta; pois o Senhor deu uma ordem a seus Anjos para em todos os caminhos te guardarem.

Evangelho (Mt 18,1-5.10)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquela hora, 1os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram: “Quem é o maior no Reino dos Céus?”2Jesus chamou uma criança, colocou-a no meio deles 3e disse: “Em verdade vos digo, se não vos converterdes, e não vos tornardes como crianças, não entrareis no Reino dos Céus. 4Quem se faz pequeno como esta criança, esse é o maior no Reino dos Céus. 5E quem recebe em meu nome uma criança como esta, é a mim que recebe. 10Não desprezeis nenhum desses pequeninos, pois eu vos digo que os seus anjos nos céus veem sem cessar a face do meu Pai que está nos céus”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Invoquemos os Anjos da Guarda no combate espiritual

Consagremo-nos aos nossos anjos e, sobretudo, procuremos levar uma vida pura, santa, honesta e correta

“Não desprezeis nenhum desses pequeninos, pois eu vos digo que os seus anjos nos céus veem sem cessar a face do meu Pai que está nos céus” (Mateus 18, 10).

Hoje, celebramos a Festa dos Santos Anjos da Guarda. Veja que maravilha, cada um de nós tem um anjo custódio, um anjo guardião, um anjo protetor, uma presença única e personalizada de Deus.

A proteção caminha conosco desde o momento em que somos concebidos no ventre de nossa mãe. Desde o momento da concepção, ganhamos uma alma, uma existência e um protetor eterno, que é nosso Anjo da Guarda.

O Anjo da Guarda é o anjo de Deus, o selo e a presença d’Ele no meio de nós; é a graça do Senhor agindo e atuando em nossa vida.

Precisamos ser como as crianças para entender, contemplar e viver essa dimensão maravilhosa da presença dos anjos no meio de nós. A criança representa a pureza, e os anjos são espíritos puros, que representam toda a pureza de Deus no meio de nós.

Quanto mais puros formos, mais tocamos na presença angelical na nossa vida. Quanto mais procurarmos nos purificar, mais nossos anjos serão nossos companheiros e amigos, mais caminharão ao nosso lado. Podemos desprezá-los, mas eles não nos desprezam; podemos ignorar a presença deles, mas eles estão no meio de nós. Podemos cultuar e orar com eles, contar com eles e invocá-los, para que caminhem conosco.

Duas coisas são importantes quando celebramos a memória dos Anjos da Guarda. Primeiro, é preciso ter a consciência espiritual, a consciência mística da nossa relação com Deus. Se não cultivarmos vida espiritual, vida de oração e relação com Deus, não cultivaremos a amizade com nossos anjos. É no contexto da vida espiritual, da vida de oração que podemos ter relação de proximidade e intimidade com nossos companheiros, que são os nossos Anjos da Guarda.

A segunda coisa é procurar levar uma vida na santidade. Somos pecadores, e os anjos são nossos companheiros, que nos ajudam no combate contra o mal e o pecado. Eles são luzes de Deus, o farol e a graça divina para nos manter na retidão de vida.

Invoquemos os Anjos da Guarda no combate espiritual, no combate às tentações. Consagremo-nos aos nossos anjos e, sobretudo, procuremos levar uma vida pura, santa, honesta e correta. É dessa forma que estabeleceremos comunhão com esses companheiros sagrados, que são presentes de Deus para nossa vida.

Deus abençoe você.

Ouça a Homilia

https://www.youtube.com/watch?time_continue=1&v=XZ-WkLgqnwA
 

Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL