Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (1Jo 2,29–3,6)

Leitura da Primeira Carta de São João.

Caríssimos: 29Já que sabeis que ele é justo, sabei também que todo aquele que pratica a justiça nasceu dele. 3,1Vede que grande presente de amor o Pai nos deu: de sermos chamados filhos de Deus! E nós o somos! Se o mundo não nos conhece, é porque não conheceu o Pai. 2Caríssimos, desde já somos filhos de Deus, mas nem sequer se manifestou o que seremos! Sabemos que, quando Jesus se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque o veremos tal como ele é. 3Todo o que espera nele, purifica-se a si mesmo, como também ele é puro. 4Todo o que comete pecado, comete também a iniquidade, porque o pecado é a iniquidade. 5Vós sabeis que ele se manifestou para tirar os pecados e que nele não há pecado. 6Todo aquele que peca mostra que não o viu, nem o conheceu.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 97)

— Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus.

— Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus.

— Cantai ao Senhor Deus um canto novo, porque ele fez prodígios! Sua mão e seu braço forte e santo alcançaram-lhe a vitória.

— Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, alegrai-vos e exultai!

— Cantai salmos ao Senhor ao som da harpa e da cítara suave! Aclamai, com os clarins e as trombetas, ao Senhor, o nosso Rei!

Evangelho (Jo 1,29-34)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

29No dia seguinte, João viu Jesus aproximar-se dele e disse: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. 30Dele é que eu disse: Depois de mim vem um homem que passou à minha frente, porque existia antes de mim. 31Também eu não o conhecia, mas se eu vim batizar com água, foi para que ele fosse manifestado a Israel”.

32E João deu testemunho, dizendo: “Eu vi o Espírito descer, como uma pomba do céu, e permanecer sobre ele. 33Também eu não o conhecia, mas aquele que me enviou a batizar com água me disse: ‘Aquele sobre quem vires o Espírito descer e permanecer, este é quem batiza com o Espírito Santo’. 34Eu vi e dou testemunho: Este é o Filho de Deus!”

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Reconheçamos a nossa iniquidade

 “Todo o que espera nele, purifica-se a si mesmo, como também ele é puro. Todo o que comete pecado, comete também a iniquidade, porque o pecado é a iniquidade” (1Jo 2,4).

Quem permanece em Jesus purifica a si mesmo, e Ele mesmo veio nos purificar, por isso não dá para permanecer em Jesus e permanecer também no pecado. Não dá para ser de Jesus e ser também do pecado, não dá para querer servir a Deus e servir ao pecado, porque isso é iniquidade, é do mal.
Eu sei que todos nós temos uma natureza frágil, todos temos nossas fragilidades humanas, mas é por isso que Deus veio, é por isso que Jesus está no meio de nós. Não é para dizer: “Coitadinhos”, mas é para nos purificar e nos redimir daquilo que tira a nossa vida.

Precisamos reconhecer a nossa iniquidade, aquela força do mal que está em nós e que nos leva a ter maus pensamentos

Não há nada mais destruidor para a vida humana do que o pecado. O pecado destrói e corrói a nossa natureza. O pecado é a iniquidade e a perversidade em nós, o pecado corroí e corrompe os pensamentos, os sentimentos, as relações humanas. O pecado nos leva a mentir, a enganar; o pecado nos seduz e nos leva a seduzir os outros.

Precisamos começar o novo ano nos purificando com a graça de Deus, porque se precisamos tomar banho para nos lavar e purificar o corpo, para que não cresça a sujeira que se abate sobre nós, imagina a sujeira que está na alma, no coração, nos pensamentos, nos sentimentos, o quão é necessária a purificação interior.

Como podemos nos purificar? A primeira coisa é nos voltarmos para Jesus, invocá-Lo como nosso Senhor, Salvador e Libertador. Diante de Jesus, reconhecer que somos pecadores, mas não O reconheçamos de forma genérica: “Todo mundo é pecador”.

Precisamos reconhecer o nosso pecado, a nossa iniquidade, aquela força do mal que está em nós, que nos leva a ter maus pensamentos, maus sentimentos, maus comportamentos. Precisamos reconhecer o pecado, e uma vez reconhecido, invocar Jesus sobre esse pecado e pedir a purificação e a libertação. Confessar os nossos pecados para Deus de forma sacramental.

Hoje, a primeira sexta-feira do mês, que graça começarmos o ano nos purificando, lavando-nos e renovando-nos, e é óbvio que não podemos nos esquecer de lutar, de combater, em nome de Jesus, o pecado da nossa vida. Não desistir, não desanimar, porque Ele está do nosso lado para combater conosco.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.