Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (1Rs 2,1-4.10-12)

Leitura do Primeiro Livro dos Reis.

1Aproximando-se o fim da sua vida, Davi deu estas instruções a seu filho Salomão: 2“Vou seguir o caminho de todos os mortais. Sê corajoso e porta-te como um homem. 3Observa os preceitos do Senhor, teu Deus, andando em seus caminhos, observando seus estatutos, seus mandamentos, seus preceitos e seus ensinamentos, como estão escritos na lei de Moisés. E assim serás bem-sucedido em tudo o que fizeres e em todos os teus projetos. 4Então o Senhor cumprirá a promessa que me fez, dizendo: ‘Se teus filhos conservarem uma boa conduta, caminhando com lealdade diante de mim, com todo o seu coração e com toda a sua alma, jamais te faltará um sucessor no trono de Israel”’.

10E Davi adormeceu com seus pais e foi sepultado na cidade de Davi. 11O tempo que Davi reinou em Israel foi de quarenta anos: sete anos em Hebron e trinta e três em Jerusalém. 12Salomão sucedeu no trono a seu pai Davi e seu reino ficou solidamente estabelecido.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (1Cr 29,10-12)

— Dominais todos os povos, ó Senhor.

— Dominais todos os povos, ó Senhor.

— Bendito sejais vós, ó Senhor Deus, Senhor Deus de Israel, o nosso pai. Desde sempre e por toda a eternidade!

— A vós pertencem a grandeza e o poder, toda a glória, esplendor e majestade.

— A vós, Senhor, também pertence a realeza, pois sobre a terra, como rei, vos elevais! Toda glória e riqueza vêm de vós!

— Sois o Senhor e dominais o universo, em vossa mão se encontram a força e o poder, em vossa mão tudo se afirma e tudo cresce!

Evangelho (Mc 6,7-13)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 7Jesus chamou os doze e começou a enviá-los dois a dois, dando-lhes poder sobre os espíritos impuros. 8Recomendou-lhes que não levassem nada para o caminho, a não ser um cajado; nem pão, nem sacola, nem dinheiro na cintura.

9Mandou que andassem de sandálias e que não levassem duas túnicas. 10E Jesus disse ainda: “Quando entrardes numa casa, ficai ali até vossa partida. 11Se em algum lugar não vos receberem, nem quiserem vos escutar, quando sairdes, sacudi a poeira dos pés, como testemunho contra eles!”

12Então os doze partiram e pregaram que todos se convertessem. 13Expulsavam muitos demônios e curavam numerosos doentes, ungindo-os com óleo.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Entregue o seu coração à vontade de Deus

 “Jesus chamou os doze e começou a enviá-los dois a dois, dando-lhes poder sobre os espíritos impuros. Recomendou-lhes que não levassem nada para o caminho, a não ser um cajado; nem pão, nem sacola, nem dinheiro na cintura. Mandou que andassem de sandálias e que não levassem duas túnicas” (Marcos 6,7-9).

O cristianismo não é carreira solo, é sempre estar na companhia de alguém, é comunidade. Por isso, Jesus chama os Seus Doze e começa a enviá-los dois a dois. Se nós pensamos com a nossa lógica humana, eram doze os discípulos; Jesus poderia atingir 12 lugares mandando um para cada lugar, mas não está em jogo uma estratégia, e sim a criação de uma fraternidade. Jesus está preocupado em criar uma comunidade, para que a comunidade dos Seus discípulos seja para todos testemunho de comunhão e de unidade. Isso é muito importante!

Se os dois estão em comunhão, Jesus está no meio deles, e Ele mesmo afirmou isso: “Onde dois ou mais estão reunidos no meu nome, eu estou no meio deles” (Mateus 18,20). A nossa parte é formar comunhão sempre, e é fazer comunhão sempre.

Jesus recomendou que não levassem nada, porque o discípulo precisa dar o seu coração, ele precisa dar a si mesmo e não dar coisas

A Palavra diz que “recomendou-lhes”, mas no original é “ordenou-lhes”. Quando Jesus ordenou, é porque os discípulos não fariam aquilo de forma espontânea, então, Jesus precisa dar uma ordem, e essa ordem precisa ser obedecida.

mestre que não é essencial, gostamos muito, gostamos muito de coisas, carregamos em linhas, aquilo supérfluas e Jesus quer sempre levar nos essenciais. Se alguém não tem nada, então essa pessoa vai dar de si mesma. Por isso Jesus recomendau que não levassem nada, porque o discípulo precisa dar o seu coração, ele precisa dar a si mesmo e não dar coisas, mas dar o próprio coração.

É interessante que Jesus diz para levar o cajado, uma coisa única para ser levada. Lembra o cajado de Moisés que libertou o povo na travessia? O cajado lembra a Cruz de Cristo, o lenho da Cruz, um instrumento com o qual a humanidade foi salva, isso é muito importante! A Cruz de Cristo é uma coisa única necessária na nossa vida e na nossa missão, porque através da Cruz de Cristo a redenção chegou a toda a humanidade.

“Nem pão.” O pão nosso de cada dia, Deus nos dá; a preocupação exagerada não tem lugar, porque cuida de nós. A Providência Divina rege a nossa vida e toma conta de tudo. “Nem sacola.” Jamais acumular, jamais deixará que, no nosso coração, vão se acumulando pesos e coisas que não fazem parte da nossa vida! Por fim, “nem dinheiro”. A nossa segurança é Deus e Deus somente, a nossa riqueza é Deus, a preciosidade da nossa vida é a Palavra de Deus, é ela que nos guarda, que nos orienta e nos conduz.

Peçamos ao Senhor a graça desse abandono total da Sua vontade, um desprendimento do nosso coração de tudo aquilo que nos tira da Vontade de Deus, que nada se antepõe a Ele, que nada na nossa vida roube o lugar d'Ele, tire o lugar de Deus, mas que nós nos esvaziemos para nos preenchermos somente d'Ele.

Sobre todos vós, a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

Padre Donizete Ferreira - Sacerdote da Comunidade Canção Nova.

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.