Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (1Cor 15,1-8)

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios

1Irmãos, quero lembrar-vos o evangelho que vos preguei e que rece­bestes, e no qual estais firmes. 2Por ele sois salvos, se o estais guardando tal qual ele vos foi pregado por mim. De outro modo, teríeis abraçado a fé em vão.

3Com efeito, transmiti-vos, em primeiro lugar, aquilo que eu mesmo tinha recebido, a saber: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras; 4que foi sepultado; que, ao terceiro dia, ressuscitou, segundo as Escrituras’; 5e que apareceu a Cefas e, depois, aos Doze.

6Mais tarde, apareceu a mais de quinhentos irmãos, de uma vez. Destes, a maioria ainda vive e alguns já morreram. 7Depois, apareceu a Tiago e, depois, apareceu aos apóstolos todos juntos. 8Por último, apareceu também a mim, como a um abortivo.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 18)

— Seu som ressoa e se espalha em toda a terra.

— Seu som ressoa e se espalha em toda a terra.

— Os céus proclamam a glória do Senhor, e o firmamento, a obra de suas mãos; o dia ao dia transmite esta mensagem, a noite à noite publica esta notícia.

— Não são discursos nem frases ou palavras, nem são vozes que possam ser ouvidas; seu som ressoa e se espalha em toda a terra, chega aos confins do universo a sua voz.

Evangelho (Jo 14,6-14)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, Jesus disse a Tomé:

6“Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim. 7Se vós me conhecêsseis, conheceríeis também o meu Pai. E desde agora o conheceis e o vistes”.

8Disse Filipe: “Senhor, mostra-nos o Pai, isso nos basta!” 9Jesus respondeu: “Há tanto tempo estou convosco, e não me conheces, Filipe? Quem me viu, viu o Pai. Como é que tu dizes: ‘Mostra-nos o Pai’? 10Não acreditas que eu estou no Pai e o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo, mas é o Pai que, permanecendo em mim, realiza as suas obras. 11Acreditai-me: eu estou no Pai e o Pai está em mim. Acre­ditai, ao menos, por causa destas mesmas obras. 12Em verdade, em verdade vos digo, quem acredita em mim fará as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas. Pois eu vou para o Pai, 13e o que pedirdes em meu nome, eu o realizarei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho. 14Se pedirdes algo em meu nome, eu o realizarei”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Jesus nos conduz à presença do Pai

Entreguemo-nos a Jesus, submetamo-nos ao Seu poder, autoridade e senhorio, porque Ele é quem nos revela a doce face do Pai

“Disse Filipe: ‘Senhor, mostra-nos o Pai, isso nos basta!’” (João 14, 8).

Amados irmãos e irmãs, hoje, a Igreja nos dá a graça de celebrarmos os apóstolos São Filipe e São Tiago. Ainda que tenham dois Tiagos no grupo de Jesus, estamos nos referindo ao Tiago Menor, aquele que escreveu, no Novo Testamento, a carta tão ungida e cheia da graça de Deus que, muitas vezes, usamos para meditar e crescer na fé.

Lembramo-nos do apóstolo Filipe como aquele que tem sede, vontade de ser mais próximo, mais íntimo de Deus. Ele representa cada um de nós, na nossa busca, no nosso relacionamento pessoal com o Senhor, na vontade de sermos cheios d’Ele, de vermos e contemplarmos Sua face, a vontade que temos, em nossa vida, de acertarmos em nossa relação com Ele.

Filipe se aproxima de Jesus e pede como uma súplica: “Senhor, mostra-nos o Pai, isso será suficiente! Não precisaremos de mais nada!”. Ninguém jamais viu o Pai, Deus eterno e Todo-poderoso, o Criador do Céu e da Terra, aquele que fez todas as coisas, aquele que é o nosso Criador, que é digno de todo louvor, toda honra, toda glória e adoração. Ele é amado e conhecido, mas, ao mesmo tempo, nós nunca O vimos. A alma humana anseia ver a face do Pai, estar na Sua presença!

Jesus é Filho do Pai, e Eles são apenas um. Jesus disse: “Filipe, eu e o Pai somos apenas um”, sem perder a identidade; mas cada um tem a sua própria identidade numa só natureza divina.

Por isso, Jesus diz: “Filipe, quem me vê, vê o Pai”. Desse modo, meus irmãos, não há outra ponte, outro caminho para chegar ao coração d’Ele se não for por meio de Jesus. Ele é o caminho, a verdade e a vida, é a ponte que nos dá acesso ao coração do Pai. Ele é o caminho que nos faz chegar junto de Deus.

“Jesus, pega-nos pela mão e nos conduz à presença de Teu Pai amado. Vem instaurar, no meio de nós, o Reino de Deus, o Reino de Seu Pai. Nós somos operários, ovelhas, membros, fazemos parte desse Reino.”

Cristo está à frente, reunindo os filhos do Pai em todos os cantos da Terra, para conduzi-los ao coração do Pai.

Nós temos muita sede, muita vontade de estar perto de Deus, e é Jesus quem nos conduz a Ele! Entreguemo-nos ao Senhor, submetamo-nos ao Seu poder, autoridade e senhorio, porque Ele é quem nos revela a doce face do Pai

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL