Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Eclo 17,20-28)

Leitura do Livro do Eclesiástico.

20Aos arrependidos Deus concede o caminho de regresso, e conforta aqueles que perderam a esperança, e lhes dá a alegria da verdade. 21Volta ao Senhor e deixa os teus pecados, 22suplica em sua presença e diminui as tuas ofensas. 23Volta ao Altíssimo, desvia-te da injustiça e detesta firmemente a iniquidade.

24Conhece a justiça e os juízos de Deus e permanece constante no estado em que ele te colocou, e na oração ao Deus altíssimo. 25Anda na companhia do povo santo, com aqueles que vivem e proclamam a glória de Deus. 26Não te demores no erro dos ímpios, louva a Deus antes da morte; o morto, como quem não existe, já não louva. 27Louva a Deus enquanto vives; glorifica-o enquanto tens vida e saúde, louva a Deus e glorifica-o nas suas misericórdias. 28Quão grande é a misericórdia do Senhor, e o seu perdão para com todos aqueles que a ele se convertem!

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 31)

— Ó justos, alegrai-vos no Senhor!

— Ó justos, alegrai-vos no Senhor!

— Feliz o homem que foi perdoado e cuja falta já foi encoberta! Feliz o homem a quem o Senhor não olha mais como sendo culpado, e em cuja alma não há falsidade!

— Eu confessei, afinal, meu pecado, e minha falta vos fiz conhecer. Disse: “Eu irei confessar meu pecado!” E perdoastes, Senhor, minha falta.

— Todo fiel pode, assim, invocar-vos, durante o tempo da angústia e aflição, porque, ainda que irrompam as águas, não poderão atingi-lo jamais.

— Sois para mim proteção e refúgio; na minha angústia me haveis de salvar, e envolvereis a minha alma no gozo da salvação que me vem só de vós.

Evangelho (Mc 10,17-27)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor!
Naquele tempo, 17quando Jesus saiu a caminhar, veio alguém correndo, ajoelhou-se diante dele, e perguntou: “Bom Mestre, que devo fazer para ganhar a vida eterna?”

18Jesus disse: “Por que me chamas de bom? Só Deus é bom, e mais ninguém. 19Tu conheces os mandamentos: não matarás; não cometerás adultério; não roubarás; não levantarás falso testemunho; não prejudicarás ninguém; honra teu pai e tua mãe!”

20Ele respondeu: “Mestre, tudo isso tenho observado desde a minha juventude”. 21Jesus olhou para ele com amor, e disse: “Só uma coisa te falta: vai, vende tudo o que tens e dá aos pobres, e terás um tesouro no céu. Depois vem e segue-me!”

22Mas quando ele ouviu isso, ficou abatido e foi embora cheio de tristeza, porque era muito rico. 23Jesus então olhou ao redor e disse aos discípulos: “Como é difícil para os ricos entrar no Reino de Deus!”

24Os discípulos se admiravam com estas palavras, mas ele disse de novo: “Meus filhos, como é difícil entrar no Reino de Deus! 25É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no Reino de Deus!”

26Eles ficaram muito espantados ao ouvirem isso, e perguntavam uns aos outros: “Então, quem pode ser salvo?” 27Jesus olhou para eles e disse: “Para os homens isso é impossível, mas não para Deus. Para Deus tudo é possível”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Jesus nos pede para regressarmos do mal caminho

 “Volta! Regressa do mal caminho”

“Aos arrependidos Deus concede o caminho de regresso, e conforta aqueles que perderam a esperança, e lhes dá a alegria da verdade. Volta ao Senhor e deixa os teus pecados, suplica em sua presença e diminui as tuas ofensas” (Eclesiástico 17, 20-22).

A Palavra de Deus jogada, hoje, em nosso coração, é uma advertência de Deus a nós. Não deixemos crescer as ofensas entre nós, e as ofensas que são dirigidas a Deus com os nossos pecados, nossa rebeldia, nosso coração inconstante, insensato e, muitas vezes, insensível à graça de Deus.

Volta! Arrepende-te dos teus pecados, dos teus crimes, dos males que tens praticado na tua vida. Volta! Porque o Senhor, nosso Deus, tem o coração benigno. Ele quer nos ajudar a traçar um caminho de regresso, de volta. Porque, quando um caminho de pecado se abre em nossa vida, começamos a percorrê-lo devagar e, muitas vezes, ele torna-se sem volta. Pois andamos muito para a frente e perdemos a dimensão da graça.

Então vamos indo, achando que não é nada, que é algo muito simples. “Não estou fazendo nada demais, sou um ser humano, tenho as minhas fragilidades” e, desse modo, entrego-me ao caminho de pecado, o percorrendo. E, quando não mais me percebo, perco sensatez da graça. Não sou capaz de reconhecer o que é certo e o que é errado, porque comecei a enveredar-me no caminho errado.

Não pense que uma mentira é, simplesmente, uma mentira. Pois, se começo a me enveredar pelo caminho da mentira, deixando o meu coração e acostumando-me a contar mentira, vivendo a via da mentira, então, será difícil regressar.

Por isso, no ponto em que estiver, na situação em que se encontra, mesmo se enveredou-se em algum caminho de pecado, regresse agora. Se deixou sua alma ser tomada pelos maus sentimentos, por algum sentimento pernicioso; se deixou envolver-se por algum sentimento de infidelidade, de adultério, de fazer mal ao outro, retome desse caminho agora. Porque, se prosseguir nele, você se afundará e não perceberá o buraco que está entrando.

O pecado é assim: no início parece algo muito simples, comum; depois nos puxa, nos retém, até nos prender e nos manter reféns dele, cativos a ele. Por isso, o Senhor nos chama agora. Ele está clamando: “Volta! Regressa do mal caminho. Eu tenho o perdão e a misericórdia para oferecer ao teu coração”.

Deus abençoe você!                                            

Padre Roger Araújo -  Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios