Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Rm 14,7-12)

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos.

Irmãos, 7ninguém dentre nós vive para si mesmo ou morre para si mesmo. 8Se estamos vivos, é para o Senhor que vivemos; se morremos, é para o Senhor que morremos. Portanto, vivos ou mortos, pertencemos ao Senhor. 9Cristo morreu e ressuscitou exatamente para isto, para ser o Senhor dos mortos e dos vivos. 10E tu, por que julgas o teu irmão? Ou, mesmo, por que desprezas o teu irmão? Pois é diante do tribunal de Deus que todos compareceremos. 11Com efeito, está escrito: “Por minha vida, diz o Senhor, todo joelho se dobrará diante de mim e toda língua glorificará a Deus”. 12Assim, cada um de nós prestará contas de si mesmo a Deus.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 26)

— Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver, na terra dos viventes.

— Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver, na terra dos viventes.

— O Senhor é minha luz e salvação; de quem eu terei medo? O Senhor é a proteção da minha vida; perante quem eu tremerei?

— Ao Senhor eu peço apenas uma coisa, e é só isto que eu desejo: habitar no santuário do Senhor por toda a minha vida; saborear a suavidade do Senhor e contemplá-lo no seu templo.

— Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver na terra dos viventes. Espera no Senhor e tem coragem, espera no Senhor!

Evangelho (Lc 15,1-10)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1os publicanos e pecadores aproximaram-se de Jesus para o escutar. 2Os fariseus, porém, e os mestres da Lei criticavam Jesus. “Este homem acolhe os pecadores e faz refeição com eles”.

3Então Jesus contou-lhes esta parábola: 4“Se um de vós tem cem ovelhas e perde uma, não deixa as noventa e nove no deserto, e vai atrás daquela que se perdeu, até encontrá-la? 5Quando a encontra, coloca-a nos ombros com alegria, 6e, chegando a casa, reúne os amigos e vizinhos, e diz: ‘Alegrai-vos comigo! Encontrei a minha ovelha que estava perdida!’ 7Eu vos digo: Assim haverá no céu mais alegria por um só pecador que se converte, do que por noventa e nove justos que não precisam de conversão.

8E se uma mulher tem dez moedas de prata e perde uma, não acende uma lâmpada, varre a casa e a procura cuidadosamente, até encontrá-la? 9Quando a encontra, reúne as amigas e vizinhas, e diz: ‘Alegrai-vos comigo! Encontrei a moeda que tinha perdido!’ 10Por isso, eu vos digo, haverá alegria entre os anjos de Deus por um só pecador que se converte”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça  a   Homilia

A nossa conversão alegra o coração de Deus

 “Assim haverá no céu mais alegria por um só pecador que se converte do que por noventa e nove justos que não precisa de conversão” (Lucas 15,7).

A alegria do coração de Deus é a nossa conversão, e o Céu faz festa por cada pecador que se converte, o Céu faz muita festa quando desistimos do pecado. Mesmo nos achando justos, mesmo encaminhado nos caminhos do Senhor, quantas vezes vem a nós a tentação do pecado! Então, cada vez que desistimos do pecado, cada vez que não seguimos sua trilha, estamos vivendo a conversão, porque ela é diária.

Mau é aquele que acredita que já é plenamente convertido e relaxa, não se cuida, está vivendo de uma forma cega porque acha: “Eu já vou à igreja”, “Eu já rezo”, “Eu cumpro meus deveres”… Mas não percebe os pecados que se acumulam ao seu redor e não consegue vê-los. Sobretudo, porque o pecado do orgulho e o da soberba são muito perniciosos, enganam a visão e a óptica interior de cada um de nós. Por isso, a direção do Evangelho de hoje é justamente sobre os publicanos e os pecadores que se aproximam de Jesus para ouvir-Lo, enquanto os fariseus, os mestres da Lei, os religiosos sentem-se já muito santos, melhores que os outros, conhecer uma Lei de Deus, praticam os mandamentos. Eles não param para ouvir Jesus; eles, na verdade, criticam Jesus.

Que eu possa alegrar o coração de Deus e experimentar a verdadeira alegria no meu coração

Quem é que vive um processo de conversão autêntico? É aquele que para o Senhor no fundo da alma e do seu coração, é aquele que deixa Deus guiar, iluminar, apontar, corrigir e exortar a si próprio. O contrário é aquele que vive corrigindo os outros, vive exortando os outros, mas não exorta e não corrige a si próprio nem se deixa ser exortado e corrigido por Deus nem por ninguém, porque a sóbrio e o orgulho são tão grandes, que a pessoa já se acha à altura de Deus.

A alegria de Deus é pela ovelha que estava perdida e foi encontrada. A alegria é, muitas vezes, ter que deixar de lado as 99 que parece já estar bem fortes para ir buscar aquela que está enfraquecida.

Quantas vezes nos encontramos fracos, perdidos, iludidos, desanimados e prostrados! Qual é o problema de humildemente reconhecer: “Senhor, preciso de Ti. Ajuda-me! Socorre-me! Levanta-me! ”? Mas a nossa orgulhosa e soberba nos faz achar que estamos sempre bem e que temos que mostrar para os outros que somos sempre os melhores, que estamos sempre nas alturas.

Cuidado! Porque da altura que estamos, a queda pode ser muito grande, por isso, a cada degrau da vida, levanta subir na mão de Deus e dizendo: “Converta-me, Senhor, do menor pecado que não estou enxergando, que está ludibriando -me, enganando-me, para que eu, realmente, seja o teu discípulo ”.

Há muita alegria entre os anjos de Deus cada vez que um pecador se converte. Que eu possa alegrar o coração de Deus e experimentar a verdadeira alegria no meu coração, deixando o pecado a cada dia, e convertendo-me para ser um verdadeiro discípulo de Jesus.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.