Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Br 4,5-12.27-29)

Leitura do Livro de Baruc.

5Coragem, meu povo, que sois a lembrança viva de Israel: 6fostes vendidos às nações, mas não para serdes exterminados; por terdes provocado a ira de Deus é que fostes entregues aos inimigos. 7Exasperastes aquele que vos criou, oferecendo sacrifícios aos demônios, e não a Deus.

8Esquecestes o Deus que vos alimentou, o Deus eterno, e entristecestes aquela que vos nutriu, Jerusalém. 9Ela viu desabar sobre vós a ira de Deus e disse: “Escutai, vizinhas de Sião: Deus fez cair sobre mim uma grande aflição. 10Eu vi o cativeiro de meus filhos e filhas, que o eterno lhes infligiu. 11Eu os havia criado com alegria; com lágrimas e luto os vi partir. 12Ninguém se alegre por ver-me viúva e abandonada por muitos! Por causa dos pecados de meus filhos, fiquei deserta; eles se desviaram da lei de Deus.

27Animai-vos, meus filhos, e clamai a Deus; ele, que vos fez sofrer, há de lembrar-se de vós. 28Como por livre vontade vos desviastes de Deus, agora, voltando, buscai-o com zelo dez vezes maior; 29aquele que trouxe sofrimento para vós, para vós trará, com a vossa salvação, eterna alegria.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 68)

— Nosso Deus atende a prece dos seus pobres.

— Nosso Deus atende a prece dos seus pobres.

— Humildes, vede isto e alegrai-vos: o vosso coração reviverá, se procurardes o Senhor continuamente! Pois nosso Deus atende à prece dos seus pobres, e não despreza o clamor de seus cativos. Que céus e terra glorifiquem o Senhor com o mar e todo ser que neles vive!

— Sim, Deus virá e salvará Jerusalém, reconstruindo as cidades de Judá, onde os pobres morarão, sendo seus donos. A descendência de seus servos há de herdá-las, e os que amam o santo nome do Senhor dentro delas fixarão sua morada!

Evangelho (Lc 10,17-24)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 17os setenta e dois voltaram muito contentes, dizendo: “Senhor, até os demônios nos obedeceram por causa do teu nome”.

18Jesus respondeu: “Eu vi Satanás cair do céu, como um relâmpago. 19Eu vos dei o poder de pisar em cima de cobras e escorpiões e sobre toda a força do inimigo. E nada vos poderá fazer mal. 20Contudo, não vos alegreis porque os espíritos vos obedecem. Antes, ficai alegres porque vossos nomes estão escritos no céu”.

21Naquele momento, Jesus exultou no Espírito Santo e disse: “Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado.

22Tudo me foi entregue pelo meu Pai. Ninguém conhece quem é o Filho, a não ser o Pai; e ninguém conhece quem é o Pai, a não ser o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar”.

23Jesus voltou-se para os discípulos e disse-lhes em particular: “Felizes os olhos que veem o que vós vedes! 24Pois eu vos digo que muitos profetas e reis quiseram ver o que estais vendo, e não puderam ver; quiseram ouvir o que estais ouvindo, e não puderam ouvir”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Deus se revela aos pequenos

 “Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado” (Lucas 10,21).

O Reino de Deus, os segredos e a beleza d’Ele não são revelados aos sábios, aos inteligentes, aos que se acham capazes nem aos que têm mais sabedoria e conhecimento do que os outros.

A sabedoria de Deus se revela na humildade. Ela é concedida aos pequeninos, àqueles que não se levam pelo orgulho, pela soberba, por se colocar acima dos outros.

Como precisamos saber nos calar, saber silenciar! Não é, no entanto, o silêncio do conformismo, de achar que tudo está bom e certo. É o silêncio da escuta, da obediência, é o silêncio de procurar ouvir a vontade do Senhor para segui-Lo de todo o coração. É o silêncio da humildade, é o silêncio onde Deus penetra a nossa alma para nos revelar a verdadeira, autêntica e única sabedoria.

Nossa alegria é sermos pequenos discípulos do Senhor

Não queremos erguer a nossa voz para gritar, para sermos conhecedores e nos colocarmos acima até da própria Igreja. Precisamos e queremos ser humildes servos do Senhor e da Santa Mãe Igreja. Deixar que Deus nos fale na nossa pequenez e na nossa humildade. E se não temos humildade, precisamos buscá-la, porque o orgulho é uma tentação terrível.

A arrogância que provém do orgulho nos deixa soberbos e insuportáveis até para quem vive conosco. Deus se revela aos pequenos, Ele nos dá a graça para que levemos o Seu nome, o Seu amor aos corações quando, de fato, temos humildade no coração.

Peçamos a Jesus, que louva o Pai de todo coração, para que nós também possamos experimentar o sabor e a alegria do Reino dos Céus, presente no meio de nós.

A nossa alegria não é por expulsar demônios, a nossa alegria não é por saber ou conhecer, a nossa alegria é sermos pequenos discípulos do Senhor, pois, assim, mais próximos estamos do Senhor, e o nosso nome está escrito no coração de Deus.

Muitas vezes, não somos lembrados nem agraciados, mas não tem importância, pois o mais importante é que o nosso nome esteja no coração de Deus.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios