Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Jn 3,1-10)

Leitura da Profecia de Jonas.

1A palavra do Senhor foi dirigida a Jonas, pela segunda vez: 2“Levanta-te e põe-te a caminho da grande cidade de Nínive e anuncia-lhe a mensagem que eu te vou confiar”. 3Jonas pôs-se a caminho de Nínive, conforme a ordem do Senhor. Ora, Nínive era uma cidade muito grande; eram necessários três dias para ser atravessada. 4Jonas entrou na cidade, percorrendo o caminho de um dia; pregava ao povo, dizendo: “Ainda quarenta dias, e Nínive será destruída”. 5Os ninivitas acreditaram em Deus; aceitaram fazer jejum, e vestiram sacos, desde o superior ao inferior. 6A pregação chegara aos ouvidos do rei de Nínive; ele levantou-se do trono e pôs de lado o manto real, vestiu-se de saco e sentou-se em cima de cinza. 7Em seguida, fez proclamar, em Nínive, como decreto do rei e dos príncipes: “Homens e animais bovinos e ovinos não provarão nada! Não comerão e não beberão água. 8Homens e animais se cobrirão de sacos, e os homens rezarão a Deus com força; cada um deve afastar-se do mau caminho e de suas práticas perversas. 9Deus talvez volte atrás, para perdoar-nos e aplacar sua ira, e assim não venhamos a perecer”. 10Vendo Deus as suas obras de conversão e que os ninivitas se afastavam do mau caminho, compadeceu-se e suspendeu o mal, que tinha ameaçado fazer-lhes, e não o fez.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 129)

— Se levardes em conta nossas faltas, quem haverá de subsistir?

— Se levardes em conta nossas faltas, quem haverá de subsistir?

— Das profundezas eu clamo a vós, Senhor, escutai a minha voz! Vossos ouvidos estejam bem atentos ao clamor da minha prece!

— Se levardes em conta nossas faltas, quem haverá de subsistir? Mas em vós se encontra o perdão, eu vos temo e em vós espero.

— Espere Israel pelo Senhor mais que o vigia pela aurora! Pois no Senhor se encontra toda graça e copiosa redenção. Ele vem libertar a Israel de toda a sua culpa.

Evangelho (Lc 10,38-42)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 38Jesus entrou num povoado, e certa mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa. 39Sua irmã, chamada Maria, sentou-se aos pés do Senhor, e escutava a sua palavra. 40Marta, porém, estava ocupada com muitos afazeres. Ela aproximou-se e disse: “Senhor, não te importas que minha irmã me deixe sozinha, com todo o serviço? Manda que ela me venha ajudar!” 41O Senhor, porém, lhe respondeu: “Marta, Marta! Tu te preocupas e andas agitada por muitas coisas. 42Porém, uma só coisa é necessária. Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia (Pe. Adilson Santos da Costa - Paróquia Nossa Senhora Do Rosário De Pompéia)

Silenciemos o nosso coração para escutarmos o Senhor

 “Porém, uma só coisa é necessária. Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada” (Lucas 10,42).

Jesus está na casa destas duas irmãs: Marta e Maria. Marta, a dona da casa, acolhe a Jesus com muito amor, mas ela recebe Jesus e vai cuidar das suas tarefas, obrigações e responsabilidades. Maria também tem obrigações, responsabilidades e tarefas para fazer, mas ela vai se ocupar do essencial, vai ocupar-se de ouvir Jesus e colocar-se aos pés d’Ele. Maria vai dar toda atenção da sua alma e do seu coração para o Mestre que está ali presente.

Como precisamos, nos tempos em que vivemos, descobrir que a essência da vida é saber escutar; primeiro, saber ouvir a Deus. Estamos ficando surdos para o Sagrado, estamos perdendo a conexão com o Divino, estamos tão barulhados, tão imersos em escutar aquilo que está dentro de nós, que são nossas inquietações, perturbações, preocupações e tensões. Estamos, muitas vezes, inertes nas nossas coisas que nos esquecemos ou não nos voltamos para o essencial.

Não conseguimos mais sermos plenos, estamos sempre muito divididos; ora estamos com o corpo aqui; a cabeça em outro lugar e o coração em outro

Como é difícil nos concentrarmos, como é difícil até na presença de Deus fazermos silêncio. Os devaneios da mente, as agitações do coração tomam conta de nós e faz com que sejamos pessoas sempre ativas, atarefadas, ansiosas, agitadas e com muitas preocupações. É por isso que estamos ficando tão facilmente doentes, emocionalmente estáveis; é por isso que a ansiedade nos corrói por dentro e por fora, porque não sabemos parar para escutar, não sabemos nos colocar aos pés de Jesus para ouvi-Lo e para que a Sua Palavra entre e penetre em nós.

Muitas vezes, não sabemos escutar nem uns aos outros, como é difícil no mundo hoje tão cercado e tão tomado de distrações, não termos a atenção da escuta do outro, não sabemos mais comer, não sabemos mais fazer refeição, não sabemos mais nos encontrar com o outro sem ser com o celular na mão, não conseguimos estar inteiros nem na presença de Deus nem na presença do próximo. Não conseguimos mais sermos plenos, estamos sempre muito divididos; ora estamos com o corpo aqui, a cabeça em outro lugar e o coração em outro. Feliz é aquele que sabe ser pleno e inteiro em tudo que realiza. Feliz, abençoado e curado é aquele que escolhe o essencial e o necessário: saber escutar em todo tempo e lugar aquilo que você está realizando.

Os acidentes acontecem na vida, as tragédias acontecem em todo tempo e lugar porque não sabemos nos concentrar no essencial, estamos sempre tomados pelas distrações, e nós mesmos nos colocamos na atitude de nos perder. Para se encontrar é preciso saber silenciar e escutar.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo -Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.