Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (2Tm 2,8-15)

Leitura da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo.

Caríssimo, 8lembra-te de Jesus Cristo, da descendência de Davi, ressuscitado dentre os mortos, segundo meu evangelho. 9Por ele eu estou sofrendo até às algemas, como se eu fosse um malfeitor; mas a palavra de Deus não está algemada.

10Por isso suporto qualquer coisa pelos eleitos, para que eles também alcancem a salvação, que está em Cristo Jesus, com a glória eterna. 11Merece fé esta palavra: se com ele morremos, com ele viveremos. 12Se com ele ficamos firmes, com ele reinaremos. Se nós o negamos, também ele nos negará. 13Se lhe somos infiéis, ele permanece fiel, pois não pode negar-se a si mesmo.

14Lembra-lhes tais coisas e conjura-os por Deus a evitarem discussões vãs, que de nada servem a não ser para a perdição dos ouvintes. 15Empenha-te em apresentar-te diante de Deus como homem digno de aprovação, como operário que não tem de que se envergonhar, mas expõe corretamente a palavra da verdade.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 24)

— Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos!

— Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos!

— Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos, e fazei-me conhecer a vossa estrada! Vossa verdade me oriente e me conduza, porque sois o Deus da minha salvação.

— O Senhor é piedade e retidão, e reconduz ao bom caminho os pecadores. Ele dirige os humildes na justiça, e aos pobres ele ensina o seu caminho.

— Verdade e amor são os caminhos do Senhor para quem guarda sua Aliança e seus preceitos. O Senhor se torna íntimo aos que o temem e lhes dá a conhecer sua Aliança.

Evangelho (Mc 12,28b-34)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 28bum mestre da Lei aproximou-se de Jesus e perguntou-lhe: “Qual é o primeiro de todos os mandamentos?” 29Jesus respondeu: “O primeiro é este: Ouve, ó Israel! O Senhor nosso Deus é o único Senhor. 30Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e com toda a tua força! 31O segundo mandamento é: Amarás teu próximo como a ti mesmo! Não existe outro mandamento maior do que estes”.

32O mestre da Lei disse a Jesus: “Muito bem, Mestre! Na verdade, é como disseste: Ele é o único Deus e não existe outro além dele. 33Amá-lo de todo o coração, de toda a mente, e com toda a força, e amar o próximo como a si mesmo é melhor do que todos os holocaustos e sacrifícios”. 34Jesus viu que tinha respondido com inteligência, e disse: “Tu não estás longe do Reino de Deus”. E ninguém mais tinha coragem de fazer perguntas a Jesus.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

https://www.youtube.com/watch?v=oJ8ksAi4lEE

O amor divino nos ensina a amar o próximo

Quando amamos Deus sobre todas as coisas, o amor divino nos ensina a amar o próximo

“Ouve, ó Israel! O Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e com toda a tua força!” (Marcos 12,29-30).

Deus está dizendo a cada um de nós: “Ouve, padre Roger. Ouve, José. Ouve, Maria. Ouve, Pedro. Ouve, Paulo”. Deus está nos chamando pelo próprio nome, mas escutemos com bastante atenção, porque o que mais precisamos na vida é saber ouvi-Lo.

O filho é ligado com seu pai e com sua mãe pela capacidade de ouvir, pois o que ele vai falar aprende escutando.

Quem não desenvolve a audição não é capaz de desenvolver a fala. Para falar de Deus é preciso, acima de tudo, escutar o Senhor. Precisamos deixar que os nossos ouvidos (ouvido interior, ouvido da alma e do coração), todo o nosso entendimento vibre para escutar o Senhor.

Deus é o único Senhor, precisamos amá-Lo de todo o coração, de toda a alma e entendimento, com toda inteligência e vontade, ou seja, de forma inteira amarmos o Senhor, e assim estaremos cumprindo todo e qualquer mandamento.

A vida humana provém da desordem da vivência da Lei Divina. Quando amamos o Senhor, o coração anda em ordem, porque o amor a Deus coloca ordem dentro do nosso coração.

Há amores que entram em nós e provocam verdadeiras revoluções. Só o amor a Deus pode colocar ordem nas desordens da nossa alma, só amando a Deus podemos fazer escolhas acertadas na vida.

Quando o amor de Deus é relativizado, colocado em segundo ou terceiro lugar, não fazemos escolhas acertadas e iluminadas. Aqui, não é somente fanatismo religioso, pelo contrário, é amor religioso, é amor divino, é amor correspondência, quando correspondemos ao amor que Deus tem por nós. Quando amamos a Deus sobre todas as coisas, o amor divino nos ensina a amar o próximo, porque o segundo mandamento é: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo”.

O segundo mandamento tem duas faces, não é separado, amamos a nós mesmos, queremo-nos bem, cuidamos de nós, mas amamos o nosso próximo com o mesmo amor e a mesma intensidade.

Quem não ama a si mesmo, não pode amar ninguém.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios