Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Gn 41,55-57;42,5-7a.17-24a)

Leitura do Livro do Gênesis.

41,55Naqueles dias, todo o Egito começou a sentir fome, e o povo clamou ao Faraó, pedindo alimento. E ele respondeu-lhe: “Dirigi-vos a José e fazei o que ele vos disser”.

56Quando a fome se estendeu a todo o país, José abriu os celeiros e vendeu trigo aos egípcios, porque a fome também os oprimia. 57De todas as nações vinham ao Egito comprar alimento, pois a fome era dura em toda a terra.

42,5Os filhos de Israel entraram na terra do Egito com outros que também iam comprar trigo, pois havia fome em Canaã. 6José era governador na terra do Egito e, conforme a sua vontade, se vendia trigo à população.

Chegando os irmãos de José, prostraram-se diante dele com o rosto em terra. 7aAo ver seus irmãos, José os reconheceu. 17E mandou metê-los na prisão durante três dias. 18E, no terceiro dia, disse-lhes: “Fazei o que já vos disse e vivereis, pois eu temo a Deus. 19Se sois sinceros, fique um dos irmãos preso aqui no cárcere, e vós outros ide levar para vossas casas o trigo que comprastes. 20Mas trazei-me o vosso irmão mais novo, para que eu possa provar a verdade de vossas palavras, e não morrerdes”.

Eles fizeram como José lhes tinha dito. 21E diziam uns aos outros: “Sofremos justamente estas coisas, porque pecamos contra o nosso irmão: vimos a sua angústia quando nos pedia compaixão, e não o atendemos. É por isso que nos veio esta tribulação”.

22Rúben disse-lhes: “Não vos adverti dizendo: ‘Não pequeis contra o menino?’ E vós não me escutastes. E agora nos pedem conta do seu sangue”. 23Ora, eles não sabiam que José os entendia, pois lhes falava por meio de intérprete. 24aEntão, José afastou-se deles e chorou.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 32)

— Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça, da mesma forma que em vós nós esperamos!

— Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça, da mesma forma que em vós nós esperamos!

— Dai graças ao Senhor ao som da harpa, na lira de dez cordas celebrai-o! Cantai para o Senhor um canto novo, com arte sustentai a louvação!

— O Senhor desfaz os planos das nações e os projetos que os povos se propõem. Mas os desígnios do Senhor são para sempre, e os pensamentos que ele traz no coração, de geração em geração, vão perdurar.

— Mas o Senhor pousa o olhar sobre os que o temem, e que confiam esperando em seu amor, para da morte libertar as suas vidas e alimentá-los quando é tempo de penúria.

Evangelho (Mt 10,1-7)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus chamou os doze discípulos e deu-lhes poder de expulsar os espíritos maus e de curar todo tipo de doença e enfermidade. 2Estes são os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João; 3Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o cobrador de impostos; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu; 4Simão, o Zelota, e Judas Iscariotes, que foi o traidor de Jesus.

5Jesus enviou estes Doze, com as seguintes recomendações: “Não deveis ir aonde moram os pagãos, nem entrar nas cidades dos samaritanos! 6Ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel! 7Em vosso caminho, anunciai: ‘O Reino dos Céus está próximo’”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Proclamemos o Evangelho de Jesus aos corações

 “Jesus percorria todas as cidades e povoados, ensinando em suas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino, e curando todo tipo de doença e enfermidade” (Mateus 9,35).

O apostolado de Jesus se resume nos verbos: percorrer, ensinar, pregar e curar. Primeiro, é necessário percorrer, ou seja, fazer o caminho, ir onde as pessoas estão.

Sei que, hoje, percorrer fica até mais fácil, porque temos os automóveis, os meios de locomoção e, mais ainda, temos os meios virtuais, a internet, os meios de comunicação. Mas não importa os meios, Jesus usou o meio que Ele tinha, que era andar; Jesus andava mesmo.

E precisamos também circular dentro da nossa casa, nos fazer presente no trabalho, na cidade com os vizinhos, com os amigos; o que não dá é  vivermos trancados dentro de nós, ocupados somente com as nossas coisas, pois não vamos ser missionários, não vamos ser presença amorosa de Deus. Por isso, percorra caminhos e distâncias para ser a presença amorosa de Jesus. Inclusive, percorrer, andar e correr faz muito bem para nós sermos a presença de Deus na vida do outro.

Ensinemos aquilo que de Deus nós aprendemos. Se Jesus ensinava nas sinagogas, precisamos ensinar em casa, nas redes sociais, ensinar onde estamos vivendo.

Não deixe de evangelizar e de catequizar a sua própria casa e  família, pregando o Evangelho do Reino de Deus

Mas só ensina aquele que aprende. Então, primeiro, aprendamos de Jesus, O escutemos e entremos na escola d’Ele para ouvirmos, e o que aprendermos com Ele, nós iremos ensinar.

Papai e mamãe, não deixem de ensinar as lições básicas de educação para os seus filhos, mas não deixe de evangelizar e de catequizar a sua própria casa e família, pregando o Evangelho do Reino de Deus.  

Uma coisa é darmos o ensino que é o conhecimento, outra coisa é pregarmos, ou seja, fazermos impregnar no coração o Evangelho da Vida, para que ele fique marcado, corroborado e alicerçado dentro da alma e do coração.

Pregue o Evangelho, primeiro, com a própria vida e, depois, com as palavras. Precisamos falar de Jesus, proclamar o Evangelho d’Ele para os corações.

Pregue com simplicidade e humildade, mas não deixe de pregar. Jesus curava todo tipo de doença e enfermidade, precisamos ser sinal da cura de Deus, primeiro, deixar Ele nos curar, pois precisamos ser curados.

As pessoas entendem que a cura é só para quem está morrendo ou está com uma doença grave. Chegamos às doenças graves porque não cuidamos de nos prevenir delas nem cuidamos das pequenas enfermidades, que são grandes e estão escondidas dentro de nós, são as enfermidades da cabeça, da mente e do coração que nos fazem tão atormentados e vivemos num mundo de tormentos.

A Palavra de Deus cura e liberta, Jesus nos cura quando permitimos que a Palavra d’Ele penetre em nós e realize a Sua obra. Também vamos trazer cura para a casa, para a família, para onde formos percorrer para anunciarmos o Evangelho, se proclamarmos com o poder e a autoridade de Jesus nosso Mestre e Senhor.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios