Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Cl 1,21-23)

Leitura da Carta de São Paulo aos Colossenses.

Irmãos, 21e vós, que outrora éreis estrangeiros e inimigos pelas manifestas más obras, 22eis que agora Cristo vos reconciliou pela morte que sofreu no seu corpo mortal, para vos apresentar como santos, imaculados, irrepreensíveis diante de si. 23Mas é necessário que permaneçais inabaláveis e firmes na fé, sem vos afastardes da esperança que vos dá o evangelho, que ouvistes, que foi anunciado a toda criatura debaixo do céu e do qual eu, Paulo, me tornei ministro.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 53)

— Quem me protege e me ampara é meu Deus.

— Quem me protege e me ampara é meu Deus.

— Por vosso nome, salvai-me, Senhor; e dai-me a vossa justiça! Ó meu Deus, atendei minha prece e escutai as palavras que eu digo!

— Quem me protege e me ampara é meu Deus; é o Senhor quem sustenta minha vida! Quero ofertar-vos o meu sacrifício de coração e com muita alegria; quero louvar, ó Senhor, vosso nome, quero cantar vosso nome que é bom!

Evangelho (Lc 6,1-5)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

1Num sábado, Jesus estava passando através de plantações de trigo. Seus discípulos arrancavam e comiam as espigas, debulhando-as com as mãos. 2Então alguns fariseus disseram: “Por que fazeis o que não é permitido em dia de sábado?”

3Jesus respondeu-lhes: “Acaso vós não lestes o que Davi e seus companheiros fizeram, quando estavam sentindo fome? 4Davi entrou na casa de Deus, pegou dos pães oferecidos a Deus e os comeu, e ainda por cima os deu a seus companheiros. No entanto, só os sacerdotes podem comer desses pães”. 5E Jesus acrescentou: “O Filho do Homem é senhor também do sábado”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

A esperança no Senhor nunca nos decepciona

 “Mas é necessário que permaneçais inabaláveis e firmes na fé, sem vos afastardes da esperança que vos dá o evangelho, que ouvistes, que foi anunciado a toda criatura debaixo do céu” (Cl 1,23).

Celebrando a pátria, no dia de hoje, muitos sentimentos podem tomar conta do nosso coração, mas não podemos perder o referencial. Primeiro, a nossa pátria é o Céu, sem deixarmos de amar, de valorizar nosso amado Brasil. Nenhum de nós tem, aqui embaixo, uma cidade permanente, como nos diz a Palavra de Deus. Todos estamos aguardando aquela que está por vir, aquela na qual queremos morar.

A Palavra está dizendo que precisamos viver firmes e inabaláveis na fé, porque muitos de nós estão desanimando, perdendo a fé e esperança, porque estão colocando fé e esperança em pessoas, em situações que não são de Deus.

Nenhum homem, nem de lá nem de cá, pode assumir o lugar de Deus na nossa vida e no nosso coração. É somente em Jesus que deve estar alicerçada a nossa fé, porque é d’Ele que ouvimos o Evangelho, e é só o Evangelho que nos dá a vida, que nos dá esperança e consola o nosso coração.

Nossa esperança é sempre no Senhor, porque Ele jamais nos decepciona

Colocamos a nossa esperança em outras coisas que, em certos momentos, nos animam, entusiasmam, dão-nos um fervor por dentro, mas, depois, tudo passa e viramos um conjunto de pessoas numa situação de desanimados, frustrados como tantas realidades da vida. Por isso, olhos fixos em Jesus, não tiremos d’Ele o nosso olhar.

É óbvio que, tendo os olhos fixos em Jesus, não podemos nos tornar aquelas pessoas alienadas, porque é um perigo também. Uma pessoa alienada faz tão mal para a sociedade como uma pessoa que não tem fé. Uma pessoa sem fé é um mal, porque a fé é a base fundamental da nossa relação com Deus. Algumas pessoas têm fé, mas não têm consciência da fé e a vivem de uma forma muito alienada e cega. Não abrem os olhos para a prudência, para o discernimento, para separar o joio do trigo; vivem de ilusões, enganos, e colocam a Palavra de Deus onde ela não está, dizem algo que Jesus não disse, e simplesmente deturpam a Palavra por causa da ingenuidade do coração.

Para permanecermos firmes na fé, para não nos afastarmos da esperança do Evangelho nem sermos decepcionados, precisamos pedir que Deus nos dê uma fé madura, consciente e única n’Ele, que jamais nos decepciona.

Se vivemos decepções na fé, não foi em Deus, mas em homens, em situações. Colocamos esperança onde não devemos colocar esperança.

Nossa esperança é sempre n’Ele, porque Ele jamais nos decepciona.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo -  Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios