Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (1Jo 5,5-13)

Leitura da Primeira Carta de São João.

Caríssimos, 5quem é o vencedor do mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus? 6Este é o que veio pela água e pelo sangue: Jesus Cristo. (Não veio somente com a água, mas com a água e o sangue). E o Espírito é que dá testemunho, porque o Espírito é a Verdade. 7Assim, são três que dão testemunho: 8o Espírito, a água e o sangue; e os três são unânimes.

9Se aceitamos o testemunho dos homens, o testemunho de Deus é maior. Este é o testemunho de Deus, pois ele deu testemunho a respeito de seu Filho. 10Aquele que crê no Filho de Deus tem este testemunho dentro de si. Aquele que não crê em Deus faz dele um mentiroso, porque não crê no testemunho que Deus deu a respeito de seu Filho. 11E o testemunho é este: Deus nos deu a vida eterna, e esta vida está em seu Filho. 12Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho não tem a vida.

13Eu vos escrevo estas coisas a vós que acreditastes no nome do Filho de Deus, para que saibais que possuís a vida eterna.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 147)

— Glorifica o Senhor, Jerusalém!

— Glorifica o Senhor, Jerusalém!

— Glorifica o Senhor, Jerusalém! Ó Sião, canta louvores ao teu Deus! Pois reforçou com segurança as tuas portas, e os teus filhos em teu seio abençoou.

— A paz em teus limites garantiu e te dá como alimento a flor do trigo. Ele envia suas ordens para a terra e a palavra que ele diz corre veloz.

— Anuncia a Jacó sua palavra, seus preceitos, suas leis a Israel. Nenhum povo recebeu tanto carinho, a nenhum outro revelou os seus preceitos.

Evangelho (Lc 5,12-16)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

12Aconteceu que Jesus estava numa cidade, e havia aí um homem leproso. Vendo Jesus, o homem caiu a seus pés, e pediu: “Senhor, se queres, tu tens o poder de me purificar”. 13Jesus estendeu a mão, tocou nele, e disse: “Eu quero, fica purificado”. E, imediatamente, a lepra o deixou. 14E Jesus recomendou-lhe: “Não digas nada a ninguém. Vai mostrar-te ao sacerdote e oferece pela purificação o prescrito por Moisés como prova de tua cura”.

15Não obstante, sua fama ia crescendo, e numerosas multidões acorriam para ouvi-lo e serem curadas de suas enfermidades. 16Ele, porém, se retirava para lugares solitários e se entregava à oração. —

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

O humilde tira toda a soberba do seu coração

 “Jesus estava numa cidade, e havia aí um homem leproso. Vendo Jesus, o homem caiu a seus pés, e pediu: ‘Senhor, se queres, tu tens o poder de me purificar’” (Lucas 5,12).

Quando vejo essa passagem do homem leproso, aqui narrado a nós por São Lucas, coloco-me no lugar dele. Vejo esse homem numa profunda humildade, já vivendo a humilhação que é a lepra, com tudo aquilo que era na sua época, o que aquilo provocava de rejeição social, a marginalidade – os leprosos viviam à margem da sociedade.

Mesmo sendo humilhado por aquela condição, ele se coloca no ato de profunda humildade. E humilde é aquele que se coloca aos pés do Senhor. O orgulhoso e soberbo se coloca sempre acima. O orgulhoso, o soberbo nunca para para reconhecer, ele para para acusar, para reclamar, colocar a culpa nos outros, em Deus e em tudo.

Olhemos para o nosso coração: quantas coisas velhas, estragadas, sujas, imundas ainda estão dentro de nós!

O humilde é aquele que sai da cabeça e desce para o coração; o humilde é aquele que tira a soberba de si, que se humilha na presença de Deus para buscar o Seu amor e a Sua misericórdia. O humilde é aquele que olha para si e reconhece suas fraquezas, fragilidades, debilidades, suas impurezas, suas sujeiras e diz: “Senhor, eu preciso ser lavado e purificado. Se tu queres, tu tens a graça, a unção, o poder para me libertar, purificar-me, lavar-me, renovar-me”, e é por causa da humilhação e da humildade desse coração que Jesus diz: “Sim, quero ser curado, ser liberto, purificado e renovado”. Todos nós precisamos.

Olhemos para o nosso coração: quantas coisas velhas, estragadas, sujas, imundas ainda estão dentro de nós! Quantos pensamentos tortos nós temos, quantas maldades ainda pensamos a respeito do outro, quantos sentimentos negativos! Sei que não os mostramos aos outros, preferimos escondê-los dentro de nós, e por isso estamos tendo tanta indigestão mental e sentimental, de tantos sentimentos negativos acumulados, guardados e escondidos dentro de nós.

Muitas vezes, vivemos da aparência, daquilo que os outros veem, até caprichamos na forma de tomar banho, de limpar a pele, de mostrar para os outros, mas é preciso permitir que Deus nos purifique-nos de verdade. Precisamos da humildade desse leproso para nos colocar aos pés do Senhor: “Eu quero ser purificado. Quero ter um coração livre de toda sujeira e imundície, de tudo aquilo que me torna impuro”. O Senhor quer que todos nós sejamos purificados.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios