Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Gn 1,1-19)

Leitura do Livro do Gênesis.

1No princípio, Deus criou o céu e a terra. 2A terra estava deserta e vazia, as trevas cobriam a face do abismo e o Espírito de Deus pairava sobre as águas. 3Deus disse: “Faça-se a luz!” E a luz se fez. 4Deus viu que a luz era boa e separou a luz das trevas. 5E à luz Deus chamou “dia” e às trevas, “noite”. Houve uma tarde e uma manhã: primeiro dia. 6Deus disse: “Faça-se um firmamento entre as águas, separando umas das outras”. 7E Deus fez o firmamento, e separou as águas que estavam embaixo das que estavam em cima do firmamento. E assim se fez. 8Ao firmamento Deus chamou “céu”. Houve uma tarde e uma manhã: segundo dia. 9Deus disse: “Juntem-se as águas que estão debaixo do céu num só lugar e apareça o solo enxuto!” E assim se fez. 10Ao solo enxuto Deus chamou “terra” e ao ajuntamento das águas, “mar”. E Deus viu que era bom. 11Deus disse: “A terra faça brotar vegetação e plantas que deem semente, e árvores frutíferas que deem fruto segundo a sua espécie, que tenham nele sua semente sobre a terra”. E assim se fez. 12E a terra produziu vegetação e plantas que trazem semente segundo a sua espécie, e árvores que dão fruto tendo nele a semente da sua espécie. E Deus viu que era bom. 13Houve uma tarde e uma manhã: terceiro dia. 14Deus disse: “Façam-se luzeiros no firmamento do céu, para separar o dia da noite. Que sirvam de sinais para marcar as épocas, os dias e os anos, 15e que resplandeçam no firmamento do céu e iluminem a terra”. E assim se fez. 16Deus fez os dois grandes luzeiros: o luzeiro maior para presidir ao dia, e o luzeiro menor para presidir à noite, e as estrelas. 17Deus colocou-os no firmamento do céu para alumiar a terra, 18para presidir ao dia e à noite e separar a luz das trevas. E Deus viu que era bom. 19E houve uma tarde e uma manhã: quarto dia

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 103)

— Alegre-se o Senhor em suas obras!

— Alegre-se o Senhor em suas obras!

— Bendize, ó minha alma, ao Senhor! Ó meu Deus e meu Senhor, como sois grande! De majestade e esplendor vos revestis e de luz vos envolveis como num manto.

— A terra vós firmastes em suas bases, ficará firme pelos séculos sem fim; os mares a cobriam como um manto, e as águas envolviam as montanhas.

— Fazeis brotar em meio aos vales as nascentes que passam serpeando entre as montanhas; às suas margens vêm morar os passarinhos, entre os ramos eles erguem o seu canto.

— Quão numerosas, ó Senhor, são vossas obras, e que sabedoria em todas elas! Encheu-se a terra com as vossas criaturas! Bendize, ó minha alma, ao Senhor!

Evangelho (Mc 6,53-56)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 53tendo Jesus e seus discípulos acabado de atravessar o mar da Galileia, chegaram a Genesaré e amarraram a barca. 54Logo que desceram da barca, as pessoas imediatamente reconheceram Jesus. 55Percorrendo toda aquela região, levavam os doentes deitados em suas camas para o lugar onde ouviam falar que Jesus estava.

56E, nos povoados, cidades e campos onde chegavam, colocavam os doentes nas praças e pediam-lhe para tocar, ao menos, a barra de sua veste. E todos quantos o tocavam ficavam curados.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Permitamos ser curados pela Palavra do Senhor

 “Percorrendo toda aquela região, levavam os doentes deitados em suas camas para o lugar onde ouviam falar que Jesus estava” (Marcos 6,55).

As multidões estão indo atrás de Jesus, as pessoas estão indo procurar por Jesus. Os doentes sem poderem ir são levados aos pés de Jesus. E, onde Ele está, a graça de Deus ali se faz presente tocando, curando, libertando, restaurando, ensinando e formando.

É impossível ouvirmos Jesus e não sermos curados; é impossível ouvirmos Jesus e a graça d’Ele não operar graça em nossa vida.

Pode ser que você esteja perdido no meio da multidão e, assim, a graça não toca o seu coração. Pode ser que você esteja na igreja fazendo número, você fica de braços cruzados olhando para o céu, de vez em quando presta atenção em alguma coisa que o padre falou, olha para o seu relógio e não vê a hora de sair.

Aqui estou falando de uma multidão sedenta e faminta. Toda vez que você tem sede e fome de Deus e da graça d’Ele, do amor, da cura e do poder de Deus, a graça d’Ele vem em nosso socorro. Mas vá sedento e faminto, vá ouvir a Palavra de Deus, mesmo que seja no cantinho da sua casa com muita fome e sede de ser tocado pelo poder de Deus.

Escute, dê atenção, vá ao encontro da Palavra e deixe-se tocar por ela

A Palavra d’Ele nos cura. Esses dias mesmo estava chateado e revoltado com uma situação, e um coração revoltado, se torna um coração irado, e um coração irado traz tantas coisas negativas para a alma, para o espírito e para o corpo (o físico). Comecei a meditar a Palavra e fui deixando-a cair em mim, penetrar em mim, aquela Palavra foi curando a minha revolta, foi tirando de mim aquele sentimento negativo e terrível, até meu corpo que estava febril ressurgiu, porque a Palavra de Deus tem o poder de nos curar.

Escute, dê atenção, vá ao encontro da Palavra e deixe-se tocar por ela, porque Jesus é essa Palavra viva onde as pessoas queriam tocar, e todos que tocavam n’Ele ficavam curados. Todos que se permitem ser curados pela Palavra, ela realiza a cura, a libertação e a restauração de Deus em nossa vida.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios