Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (1Rs 17,1-6)

Leitura do Primeiro Livro dos Reis.

Naqueles dias, 1o profeta Elias, tesbita de Tesbi de Galaad, disse a Acab: “Pela vida do Senhor, o Deus de Israel, a quem sirvo, não haverá nestes anos nem orvalho nem chuva, senão quando eu disser!”

2E a palavra do Senhor foi dirigida a Elias nestes termos: 3“Parte daqui e toma a direção do oriente. Vai esconder-te junto à torrente de Carit, que está defronte ao Jordão. 4Lá beberás da torrente. E eu ordenei aos corvos que te deem alimento”. 5Elias partiu e fez como o Senhor lhe tinha ordenado, e foi morar junto à torrente de Carit, que está defronte do Jordão. 6Os corvos traziam-lhe pão e carne, tanto de manhã como de tarde, e ele bebia da torrente.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 120)

— Do Senhor é que me vem o meu socorro, do Senhor que fez o céu e fez a terra!

— Do Senhor é que me vem o meu socorro, do Senhor que fez o céu e fez a terra!

— Eu levanto os meus olhos para os montes: de onde pode vir o meu socorro? “Do Senhor é que me vem o meu socorro, do Senhor que fez o céu e fez a terra!”

— Ele não deixa tropeçarem os meus pés, e não dorme quem te guarda e te vigia. Oh! não! ele não dorme nem cochila, aquele que é o guarda de Israel!

— O Senhor é o teu guarda, o teu vigia, é uma sombra protetora à tua direita. Não vai ferir-te o sol durante o dia, nem a lua através de toda a noite.

— O Senhor te guardará de todo o mal, ele mesmo vai cuidar da tua vida! Deus te guarda na partida e na chegada. Ele te guarda desde agora e para sempre!

Evangelho (Mt 5,1-12)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. 

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se, 2e Jesus começou a ensiná-los:

3“Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus. 4Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados.

5Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra. 6Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.

7Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. 8Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus.

9Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus. 10Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus. 11Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e, mentindo, disserem todo tipo de mal contra vós, por causa de mim. 12Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus. Do mesmo modo perseguiram os profetas que vieram antes de vós.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Bem-aventurado e feliz é o coração puro

 “Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus” (Marcos 5,3).

Jesus, vendo as multidões, subiu a uma alta montanha para mostrar aos Seus discípulos quem são de verdade os felizes, os bem-aventurados ou a quem pertence, de fato, o Reino dos Céus.

A felicidade é estar no Reino dos Céus. Não é quem possui o ouro ou a prata, não é quem possui toda inteligência e capacidade, não é quem manda ou ganha discussões, não é quem se sobressai sobre os outros, não é quem exerce a tirania no mundo, não é quem vive dos títulos, valores e prazeres deste mundo.

Jesus está nos ensinando que os valores do Reino são outros, diferente de muitos valores que aprendemos. O primeiro deles é a pobreza: “Felizes os pobres”… a pobreza do desprendimento, de quem não se apega e não se caracteriza pelos bens que possui, mas pela espiritualidade e pelos valores eternos.

Bem-aventurado e feliz é o coração puro, que não é movido pelas maldades do mundo

Outro valor sublime é de quem sabe viver a aflição, e são muitas as aflições da vida! Achamos que viver a aflição é condenação ou castigo de Deus, mas é o contrário. Quem vive a aflição em Deus é consolado por Ele; quem vive a aflição, mas coloca em Deus o seu coração, sabe que é o próprio Deus que cuida da aflição do coração humano.  

Bem-aventurado quem vive a mansidão, não vive a agressão, não vive para agredir os outros, nem a si nem a Deus, mas sabe ser manso. O coração manso é aquele que escuta, é aquele que busca a profundidade das coisas e não a superficialidade das agressões humanas. É muito bem-aventurado aquele que tem sede e fome de justiça, que reconhece que vive num mundo muito injusto, cruel e desumano, e não é um continuador nem promotor das injustiças, pelo contrário, tem sede e fome de ser justo, de promover a justiça e fazê-la acontecer.

Feliz é aquele que tem o coração tomado pela misericórdia, jamais pelo rancor, pela discórdia, pelo ressentimento e pela mágoa. O coração misericordioso é aquele que desce à profundidade da alma humana não para condenar e julgar, mas para acolher, amar e, acima de tudo, cuidar.

Bem-aventurado e feliz é o coração puro, que não é movido pelas maldades do mundo, é um coração que não se deixa levar pelo sentido hedonista nem pelas visões distorcidas da pessoa e da realidade humana, mas sabe ser puro como Deus é puro, e por isso O encontra nas pessoas e não na maldade do próprio coração.

Feliz é aquele que promove a paz, não aquele que promove a discórdia, as guerras, as brigas nem as competições e agressões, mas aquele que, em tudo, não procura ter razão, mas a única razão de ser é promover e fazer a paz acontecer, por isso serão também perseguidos por causa da justiça.

Sinta-se feliz quando todo tipo de coisa, até ruim, acontecer. Alegremo-nos e exultemos, porque o nosso nome está escrito no Céu, porque vivemos as bem-aventuranças ou o sentido da eternidade.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.