Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (At 13,44-52)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

44No sábado seguinte, quase toda a cidade se reuniu para ouvir a palavra de Deus. 45Ao verem aquela multidão, os judeus ficaram cheios de inveja e, com blasfêmias, opunham-se ao que Paulo dizia. 46Então, com muita coragem, Paulo e Barnabé declararam: “Era preciso anunciar a palavra de Deus primeiro a vós. Mas, como a rejeitais e vos considerais indignos da vida eterna, sabei que nos vamos dirigir aos pagãos. 47Porque esta é a ordem que o Senhor nos deu: ‘Eu te coloquei como luz para as nações, para que leves a salvação até os confins da terra’”.

48Os pagãos ficaram muito contentes, quando ouviram isso, e glorificavam a Palavra do Senhor. Todos os que eram destinados à vida eterna, abraçaram a fé. 49Desse modo, a palavra do Senhor espalhava-se por toda a região. 50Mas os judeus instigaram as mulheres ricas e religiosas, assim como os homens influentes da cidade, provocaram uma perseguição contra Paulo e Barnabé e expulsaram-nos do seu território. 51Então os apóstolos sacudiram contra eles a poeira dos pés, e foram para a cidade de Icônio. 52Os discípulos, porém, ficaram cheios de alegria e do Espírito Santo.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 97)

— Os confins do mundo contemplaram a salvação do nosso Deus.

— Os confins do mundo contemplaram a salvação do nosso Deus.

— Cantai ao Senhor Deus um canto novo, porque ele fez prodígios! Sua mão e o seu braço forte e santo alcançaram-lhe a vitória.

— O Senhor fez conhecer a salvação, e às nações, sua justiça; recordou o seu amor sempre fiel pela casa de Israel.

— Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, alegrai-vos e exultai!

Evangelho (Jo 14,7-14)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João. 

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 7“Se vós me conhecêsseis, conheceríeis também o meu Pai. E desde agora o conheceis e o vistes”. 8Disse Filipe: “Senhor, mostra-nos o Pai, isso nos basta!”

9Jesus respondeu: “Há tanto tempo estou convosco, e não me conheces, Filipe? Quem me viu, viu o Pai. Como é que tu dizes: ‘Mostra-nos o Pai?’ 10Não acreditas que eu estou no Pai e o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo, mas é o Pai que, permanecendo em mim, realiza as suas obras.

11Acreditai-me: eu estou no Pai e o Pai está em mim. Acreditai, ao menos, por causa destas mesmas obras. 12Em verdade, em verdade vos digo, quem acredita em mim fará as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas. Pois eu vou para o Pai, 13e o que pedirdes em meu nome, eu o realizarei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho. 14Se pedirdes algo em meu nome, eu o realizarei”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Quando cremos em Jesus, realizamos grandes obras

 “Em verdade, em verdade vos digo, quem acredita em mim fará as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas. Pois eu vou para o Pai, e o que pedirdes em meu nome, eu o realizarei” (João 14,12-13).

É preciso tomar posse dessas palavras porque são palavras de vida eterna. É Jesus quem está dizendo que tudo aquilo que fizermos em Seu nome ao Pai, Ele realizará, mas nós não temos usado o nome de Jesus. E, “usar o nome de Jesus”, não é usar como se só estivéssemos nos aproveitando, pelo contrário, é tomar posse do nome de Jesus, é viver e levar a vida em nome d’Ele.

Jesus quem nos deu vida, quem morreu por nós, ressuscitou para nós e está no meio de nós. Vivemos como se não tivéssemos ninguém por nós, mas nós temos a Jesus, o nosso Mestre e Senhor.

O nome de Jesus precisa estar em nosso coração, em nossos pensamentos e intenções, precisamos levar a vida em nome de Jesus, precisamos ter a vida de Jesus em nós e a nossa vida precisa estar n’Ele.  

Aquele que crê em Jesus faz obras maiores do que Ele, não por si, mas por Jesus que está em nós

Tudo que vivemos, passamos e realizamos precisamos colocar aos pés d’Ele. Ficamos acumulando coisas que nos estragam, inquietações, perturbações, preocupações, acumulando brigas, discussões, quando, na verdade, tudo aquilo que inquieta o mundo, precisamos colocar aos pés de Jesus. Tudo aquilo que gera preocupação a você, na sua casa, na sua família, nos seus negócios, no seu trabalho, nos seus estudos, seja no que for, coloque no nome de Jesus.

Coloquemos tudo na presença d’Ele e invoquemos o poderoso nome de Jesus, porque, se assim o fizermos, a Palavra está nos dizendo que aquele que crê em Jesus fará obras maiores do que aquelas que Ele mesmo realizou. Quando vejo as obras de Jesus, a primeira delas, o amor, depois, o despojamento e a entrega. Alguns entendem obras de Jesus apenas por milagres, mas o milagre mesmo é Jesus, encarnado e vivo no meio de nós, morto pelos nossos pecados e ressuscitado no poder de Deus.

Quando cremos em Jesus, a vida d’Ele se encarna em nós, nos despojamos, nos humilhamos, nos abrimos para aquilo que antes não abríamos mão.

Quando cremos em Jesus, morremos para esse mundo tão difícil de morrer; quando cremos n’Ele, ressuscitamos a cada dia das mágoas, da depressão, das opressões da alma, do espírito e do coração, porque, no nome de Jesus, as amizades ressurgem mais fortes, os relacionamentos se reconstroem, os casamentos ressuscitam.

Quando cremos no nome de Jesus e colocamos a nossa vida no nome d’Ele, a humanidade se refaz, a começar pela nossa própria humanidade machucada, ferida e maltratada pelo pecado. Aquele que crê em Jesus faz obras maiores do que Ele, não por si, mas por Jesus que está em nós.

Deus abençoe você!    

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios