Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Os 11,1-4.8c-9)

Leitura da Profecia de Oseias.

Assim fala o Senhor: 1“Quando Israel era criança, eu já o amava, e desde o Egito chamei meu filho. 2Quanto mais eu os chamava tanto mais eles se afastavam de mim; imolavam aos Baals e sacrificavam aos ídolos.

3Ensinei Efraim a dar os primeiros passos, tomei-o em meus braços, mas eles não reconheceram que eu cuidava deles. 4Eu os atraía com laços de humanidade, com laços de amor; era para eles como quem leva uma criança ao colo, e rebaixava-me a dar-lhes de comer. 8cMeu coração comove-se no íntimo e arde de compaixão. 9Não darei largas à minha ira, não voltarei a destruir Efraim, eu sou Deus, e não homem; o santo no meio de vós, e não me servirei do terror”.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 79)

— Sobre nós iluminai a vossa face e, então, seremos salvos, ó Senhor!

— Sobre nós iluminai a vossa face e, então, seremos salvos, ó Senhor!

— Ó Pastor de Israel, prestai ouvidos. Vós, que sobre os querubins vos assentais, despertai vosso poder, ó nosso Deus, e vinde logo nos trazer a salvação!

— Voltai-vos para nós, Deus do universo! Olhai dos altos céus e observai. Visitai a vossa vinha e protegei-a! Foi a vossa mão direita que a plantou; protegei-a, e ao rebento que firmastes!

Evangelho (Mt 10,7-15)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. 

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7“Em vosso caminho, anunciai: ‘O Reino dos Céus está próximo’. 8Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. De graça recebestes, de graça deveis dar!

9Não leveis ouro nem prata nem dinheiro nos vossos cintos; 10nem sacola para o caminho, nem duas túnicas nem sandálias nem bastão, porque o operário tem direito a seu sustento. 11Em qualquer cidade ou povoado onde entrardes, informai-vos para saber quem ali seja digno. Hospedai-vos com ele até a vossa partida.

12Ao entrardes numa casa, saudai-a. 13Se a casa for digna, desça sobre ela a vossa paz; se ela não for digna, volte para vós a vossa paz. 14Se alguém não vos receber, nem escutar vossa palavra, saí daquela casa ou daquela cidade, e sacudi a poeira dos vossos pés. 15Em verdade vos digo, as cidades de Sodoma e Gomorra serão tratadas com menos dureza do que aquela cidade, no dia do juízo.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

O discípulo de Jesus proclama o Reino dos Céus

 “Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: “Em vosso caminho, anunciai: ‘O Reino dos Céus está próximo’” (Mateus 10,7).

Estamos percorrendo os caminhos da vida, estamos andando nas estradas da vida; e a grande pergunta é: “O que estou anunciando”? “O que estou proclamando”? “O que estou levando ao coração das pessoas que andam comigo, que vivem comigo, que encontro ao longo da jornada”?

O pessimista anuncia as coisas péssimas da vida; fala de tragédias, mortes e desastres. O negativista vê tudo sobre a ótica negativa: nada presta, nada tem jeito. E, assim, cada um é movido pelo impulso do seu coração. Quem está amargo leva amargura para as estradas. Aquele que está iludido vive sobre ilusões e semeia ilusões para todo canto que anda. O orgulhoso, cheio de soberba, leva aquilo que é o orgulho no seu coração, se eleva mais do que os outros, anuncia a si próprio o tempo inteiro, fala de si, tudo se volta para ele, é o centro do mundo e do universo.

O discípulo de Jesus anuncia Jesus, proclama o Reino dos Céus, anuncia que Jesus é o Senhor e Salvador. No mundo de descrença e desesperança, com tudo aquilo que reconhecemos que há no mundo, o discípulo não para na tragédia, mas para na esperança, ele é movido pela fé, não se deixa levar pelo desânimo, não se abate pelo cansaço, porque o seu refúgio é o coração de Jesus. Ele não leva as pessoas para o seu coração nem para outros corações, ele leva todos para o coração de Jesus.

Portanto, se você é discípulo de Jesus, O anuncie, proclame o Reino de Deus que está próximo. Tomemos posse desse Reino. Não vivamos o reino desse mundo; não podemos anunciar as trevas. Não podemos, muitas vezes, até sendo pessoas de Igreja, darmos tanta ênfase como alguns querem dar ao demônio, às trevas e à ação do mal.

O discípulo de Jesus anuncia Jesus, proclama o Reino dos Céus

Proclame Jesus, proclame que Ele está curando, abençoando, nos iluminando e nos dirigindo. Proclame que Ele está no meio de nós. Invoquemos o nome de Jesus, a Sua presença entre nós e, por favor, leve-O para os seus filhos, para as pessoas. Levemos aquilo que Jesus faz e é para cada um de nós, a não ser que Ele seja pouca coisa na sua vida. Deixe Jesus se tornar o senhor da sua vida, porque é isso que devemos anunciar.

As pessoas contam enredos de filmes e novelas, narram futebol com maestria, sabem dizer tudo sobre cada coisa e, enfim, cada um na área que coloca o seu coração.

Se você é discípulo de Jesus, coloque o seu coração n’Ele, apaixone-se verdadeiramente, e a cada dia, por Ele e pelo Seu Reino e, pode ter certeza, se queremos anunciar salvação, libertação, cura e restauração, não há outro nome que possa nos salvar e nos libertar a não ser o nome de Jesus.

Proclamemos ao mundo que Jesus é o nosso Salvador!

Deus abençoe você!  

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios