Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Dt 10,12-22)

Leitura do Livro do Deuteronômio.

Moisés falou ao povo dizendo: 12“E agora, Israel, o que é que o Senhor teu Deus te pede? Apenas que o temas e andes em seus caminhos; que ames e sirvas ao Senhor teu Deus, com todo o teu coração e com toda a tua alma, 13e que guardes os mandamentos e preceitos do Senhor, que hoje te prescrevo para que sejas feliz.

14Vê: é ao Senhor teu Deus que pertencem os céus, o mais alto dos céus, a terra e tudo o que nela existe. 15No entanto, foi a teus pais que o Senhor se afeiçoou e amou; e, depois deles, foi à sua descendência, isto é, a vós, que ele escolheu entre todos os povos, como hoje está provado.

16Abri, pois, o vosso coração, e não endureçais mais vossa cerviz, 17porque o vosso Deus é o Deus dos deuses e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e terrível, que não faz acepção de pessoas nem aceita suborno. 18Ele faz justiça ao órfão e à viúva, ama o estrangeiro e lhe dá alimento e roupa.

19Portanto, amai os estrangeiros, porque vós também fostes estrangeiros na terra do Egito. 20Temerás o Senhor teu Deus e só a ele servirás; a ele te apegarás e jurarás por seu nome. 21Ele é o teu louvor, ele é o teu Deus, que fez por ti essas coisas grandes e terríveis que viste com teus próprios olhos.

22Ao descerem para o Egito, teus pais eram apenas setenta pessoas, e agora o Senhor teu Deus te fez tão numeroso quanto as estrelas do céu”.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 147)

— Glorifica o Senhor, Jerusalém!

— Glorifica o Senhor, Jerusalém!

— Glorifica o Senhor, Jerusalém! Ó Sião, canta louvores ao teu Deus! Pois reforçou com segurança as tuas portas, e os teus filhos em teu seio abençoou.

— A paz em teus limites garantiu e te dá como alimento a flor do trigo. Ele envia suas ordens para a terra, e a palavra que ele diz corre veloz.

— Anuncia a Jacó sua palavra, seus preceitos, suas leis a Israel. Nenhum povo recebeu tanto carinho, e nenhum outro revelou os seus preceitos.

Evangelho (Mt 17,22-27)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 22quando Jesus e os seus discípulos estavam reunidos na Galileia, ele lhes disse: “O Filho do Homem vai ser entregue nas mãos dos homens. 23Eles o matarão, mas no terceiro dia ele ressuscitará”. E os discípulos ficaram muito tristes. 24Quando chegaram a Cafarnaum, os cobradores do imposto do Templo aproximaram-se de Pedro e perguntaram: “O vosso mestre não paga o imposto do Templo?”

25Pedro respondeu; “Sim, paga”. Ao entrar em casa, Jesus adiantou-se, e perguntou: “Simão, que te parece: Os reis da terra cobram impostos ou taxas de quem: dos filhos ou dos estranhos?” 26Pedro respondeu: “Dos estranhos!” Então Jesus disse: “Logo os filhos são livres. 27Mas, para não escandalizar essa gente, vai ao mar, lança o anzol, e abre a boca do primeiro peixe que pescares. Ali encontrarás uma moeda; pega então a moeda e vai entregá-la a eles, por mim e por ti”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

O Senhor transforma todas as realidades da nossa vida

“O Filho do Homem vai ser entregue nas mãos dos homens. Eles o matarão, mas no terceiro dia ele ressuscitará. E os discípulos ficaram muito tristes” (Mateus 17,22-23).

Veja como é o coração dos discípulos de outrora e como é o coração dos discípulos de hoje. Eu sei que de Deus nós queremos ouvir só coisa boa, da vida também; ninguém quer ouvir coisa triste, ninguém quer saber que pode ficar doente, ninguém quer saber que vai morrer. Ninguém quer encarar a vida como ela é.

Nós, muitas vezes, até nos iludimos, religiosamente falando. A pessoa pega a Bíblia, ela a abre, lê, e ali vem uma palavra que é dura, que é correção, mas ela não quer ouvir; ela muda a página, ela quer ficar, inclusive, com aquelas caixinhas de promessas, e só vale promessa positiva, só vale promessa de prosperidade. Nós só queremos ouvir notícias: “Vou ter muita saúde”. “Vou ganhar muito dinheiro”. “Vou estar realizado em tudo o que eu fizer”.

A vida tem limites, tem sucessos, dificuldades e fracassos; não estaremos sempre no auge

Não gosto de viver de ilusões nem de fantasias. Eu gosto de encarar a vida como ela é, mas não é com desânimo, é com confiança, com esperança, sabendo em quem eu coloquei a minha confiança. Por isso que, quando Jesus fala d’Ele mesmo, Ele diz: “O Filho do Homem vai ser entregue nas mãos dos homens”. É uma realidade! E uma vez que Ele vai ser entregue, os homens O mataram, mas, no terceiro dia, Ele ressuscita.

Os discípulos não olharam para a mensagem final, eles olharam somente para aquilo que, primeiramente, os agonizou, o fato de Jesus ser entregue, o fato de que Ele seria morto. Mas Ele vai ressuscitar.

Assim como os discípulos de ontem, nós, os discípulos de hoje, não podemos viver iludidos. A vida tem limites, tem sucessos, dificuldades e fracassos; não estaremos sempre no auge, a vida não é feita só de êxitos. Temos muita saúde, mas vamos experimentar as debilidades da vida, e talvez você nem queira escutar o padre Roger, porque “como ele pode dizer isso?”. Mas a vida é assim.

Eu nunca acreditei que a minha mãe, que meus irmãos e eu fôssemos viver eternamente aqui nesta Terra, e nem quero. Quero só estar preparado, ter maturidade para enfrentar a realidade de cada dia, para enfrentar a dinâmica da vida, e não quero me entristecer, porque eu sei que o meu Senhor, aquele em quem eu coloquei a minha confiança, a minha esperança, há de me ressuscitar.

Eu sei que o fim de tudo não é o fim da vida aqui, o fim de tudo é a vida eterna, ou seja, o fim de tudo aquilo que não tem fim é a eterna glória com Deus. É por isso que, vivendo em meio a minha vida aqui na Terra, não tiro os meus olhos da eternidade. Olho para a Terra e vejo tantas decepções e ilusões; olho para nossa vida cotidiana e vejo que a vida humana está revestida de ilusões e fantasias. Olho para a vida humana e vejo tantas decepções, vejo que o ser humano não é capaz de socorrer o próprio ser humano.

Não vou desanimar, porque sei que o meu Senhor há de transformar todas as realidades. Não vou viver de ilusão, vou viver da fé e da confiança no Senhor. Se vem notícias tristes no primeiro momento, que passe o tormento, porque eu sei que o meu Senhor há de transformar todas as realidades.

Que a minha alma não se envolva pela tristeza dessa ou daquela realidade, mas que meu coração exulte na certeza de que a Ressurreição é o capítulo final da humanidade.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.