Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Êx 32, 7-14)

Leitura do Livro do Êxodo.

Naqueles dias, 7O Senhor falou a Moisés: 'Vai, desce, pois corrompeu-se o teu povo, que tiraste da terra do Egito. 8Bem depressa desviaram-se do caminho que lhes prescrevi. Fizeram para si um bezerro de metal fundido, inclinaram-se em adoração diante dele e ofereceram-lhe sacrifícios, dizendo: 'Estes são os teus deuses, Israel, que te fizeram sair do Egito!' ' 9E o Senhor disse ainda a Moisés: 'Vejo que este é um povo de cabeça dura. 10Deixa que minha cólera se inflame contra eles e que eu os extermine. Mas de ti farei uma grande nação'. 11Moisés, porém, suplicava ao Senhor seu Deus, dizendo: 'Por que, ó Senhor, se inflama a tua cólera contra o teu povo, que fizeste sair do Egito com grande poder e mão forte? 12Não permitas, te peço, que os egípcios digam: 'Foi com má intenção que ele os tirou, para fazê-los perecer nas montanhas e exterminá-los da face da terra'. Aplaque-se a tua ira e perdoa a iniquidade do teu povo. 13Lembra-te de teus servos Abraão, Isaac e Israel, com os quais te comprometeste por juramento, dizendo: 'Tornarei os vossos descendentes tão numerosos como as estrelas do céu; e toda esta terra de que vos falei, eu a darei aos vossos descendentes como herança para sempre' '. 14E o Senhor desistiu do mal que havia ameaçado fazer ao seu povo.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 105)

— Lembrai-vos de nós, ó Senhor, segundo o amor para com vosso povo!

— Lembrai-vos de nós, ó Senhor, segundo o amor para com vosso povo!

— Construíram um bezerro no Horeb e adoraram uma estátua de metal; eles trocaram o seu Deus, que é sua glória, pela imagem de um boi que come feno.

— Esqueceram-se do Deus que os salvara, que fizera maravilhas no Egito; no país de Cam fez tantas obras admiráveis, no Mar Vermelho, tantas coisas assombrosas.

— Até pensava em acabar com sua raça, não se tivesse Moisés, o seu eleito, interposto, intercedendo junto a ele, para impedir que sua ira os destruísse.

Evangelho (Jo 5,31-47)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos judeus: 31Se eu der testemunho de mim mesmo, meu testemunho não vale. 32Mas há um outro que dá testemunho de mim, e eu sei que o testemunho que ele dá de mim é verdadeiro.

33Vós mandastes mensageiros a João, e ele deu testemunho da verdade. 34Eu, porém, não dependo do testemunho de um ser humano. Mas falo assim para a vossa salvação.35João era uma lâmpada que estava acesa e a brilhar, e vós com prazer vos alegrastes por um tempo com a sua luz.

36Mas eu tenho um testemunho maior que o de João; as obras que o Pai me concedeu realizar. As obras que eu faço dão testemunho de mim, mostrando que o Pai me enviou. 37E também o Pai que me enviou dá testemunho a meu favor. Vós nunca ouvistes sua voz, nem vistes sua face, 38e sua palavra não encontrou morada em vós, pois não acreditais naquele que ele enviou.

39Vós examineis as Escrituras, pensando que nelas possuís a vida eterna. No entanto, as Escrituras dão testemunho de mim, 40mas não quereis vir a mim para ter a vida eterna! 41Eu não recebo a glória que vem dos homens. 42Mas eu sei: que não tendes em vós o amor de Deus. 43Eu vim em nome do meu Pai, e vós não me recebeis. Mas, se um outro viesse em seu próprio nome, a este vós o receberíeis.

44Como podereis acreditar, vós que recebeis glória uns dos outros e não buscais a glória que vem do único Deus? 45Não penseis que eu vos acusarei diante do Pai. Há alguém que vos acusa: Moisés, no qual colocais a vossa esperança.

46Se acreditásseis em Moisés, também acreditaríeis em mim, pois foi a respeito de mim que ele escreveu. 47Mas se não acreditais nos seus escritos, como acreditareis então nas minhas palavras?

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

A misericórdia de Deus nos socorre do caminho da morte

Peçamos que Deus realmente tire muitos de nós dos caminhos da morte, dos vales e desejos tenebrosos

“E o Senhor disse ainda a Moisés: ‘Vejo que este é um povo de cabeça dura’” (Êxodo 32, 9).

Enquanto Moisés estava na montanha sagrada e lá crescia na intimidade com o Senhor, o próprio Deus ordenou que ele descesse, que voltasse ao meio do povo, porque este se corrompera, extraviara-se, desviando-se do caminho da vida e entregando-se à corrupção, à idolatria e todas as espécies de pecado.

O povo se afastou do caminho do Senhor, do caminho da vida; preferiram o caminho da morte. É o próprio Deus quem ordenou a Moisés que fosse ao encontro daquela gente. O mais difícil era que eles tinham a cabeça muito dura.

Sabemos que ser “cabeça dura” é ser muito obstinado, é quando a pessoa coloca uma coisa na cabeça e não a tira de forma nenhuma; pensa e segue daquele jeito, pode descer um anjo do céu, tocar nele, mas não abre a cabeça.

Não sejamos um povo de cabeça dura! Não sejamos homens e mulheres de cabeça dura, orgulhosos e fechados. Precisamos ter convicções, amadurecer na vida? Precisamos sim, mas não podemos simplesmente nos fechar, porque, muitas vezes, estaremos fazendo o mal ou até mesmo pecando e não perceberemos isso.

A cabeça cega os olhos e quando este não se abre, quando não se deixa corrigir por Deus, pelos irmãos e pela Palavra, o risco de ficarmos cegos e errar o caminho é muito maior!

Aquele povo não percebeu o mal que estava fazendo a si próprio, os caminhos tortuosos e depravados que estava vivendo. Por isso, Moisés desceu ao encontro dos seus para dizer que estavam indo para o caminho da morte.

Veja que coisa maravilhosa: é Moisés quem estende suas mãos aos Céus e suplica a misericórdia de Deus em favor de seu povo. Ele [o povo] não tinham nem mais condição de ouvir Deus, mas o próprio Moisés se compadeceu, suplicou, intercedeu, pediu para que Deus, na Sua infinita e imensa misericórdia, não permitisse que perecessem, que caíssem no próprio mal e na própria cova que cavaram.

Sabe, meus irmãos, encontramos sempre pessoas para condenar, julgar e enterrar quem já está morto, para jogar na cova quem está vivendo aquela vida totalmente errada. Mas precisamos ser intercessores, suplicantes, pedir que Deus realmente tire muitos dos nossos dos caminhos da morte, do vale tenebroso e dos desejos tenebrosos. Precisamos interceder por todos aqueles que se desviaram do caminho da vida.

O nosso papel não é condenar nem julgar, mas interceder pelo suplicante, por aquele que pede, que ora e vai ao encontro de Deus e pede: “Senhor, socorre o seu povo! Levanta o seu povo!”.

Pai e mãe, não desistam dos seus! Não desistam uns dos outros; pelo contrário, supliquem, intercedam junto a Deus para que a Sua misericórdia infinita socorra aqueles que se encontram em qualquer caminho de pecado ou morte.

Deus abençoe você!

Adquira em nossa Loja Virtual o livro do Padre Roger

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. https://www.facebook.com/rogeraraujo.cn

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios