Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (1Rs 19,9a.11-16)

Leitura do Primeiro Livro dos Reis.

Naqueles dias, ao chegar a Horeb, o monte de Deus, 9a o profeta Elias entrou numa gruta, onde passou a noite. E eis que a palavra do Senhor lhe foi dirigida nestes termos: 11“Sai e permanece sobre o monte diante do Senhor, porque o Senhor vai passar”. Antes do Senhor, porém, veio um vento impetuoso e forte, que desfazia as montanhas e quebrava os rochedos. Mas o Senhor não estava no vento. Depois do vento houve um terremoto. Mas o Senhor não estava no terremoto.

12Passado o terremoto, veio um fogo. Mas o Senhor não estava no fogo. E depois do fogo ouviu-se um murmúrio de uma leve brisa. 13Ouvindo isto, Elias cobriu o rosto com o manto, saiu e pôs-se à entrada da gruta. Ouviu, então, uma voz que dizia: “Que fazes aqui, Elias?” 14Ele respondeu: “Estou ardendo de zelo pelo Senhor, Deus todo-poderoso, porque os filhos de Israel abandonaram tua aliança, demoliram teus altares e mataram à espada teus profetas. Só eu escapei. Mas, agora, também querem matar-me”.

15O Senhor disse-lhe: “Vai e toma o teu caminho de volta, na direção do deserto de Damasco. Chegando lá, ungirás Hazael como rei da Síria. 16Unge também a Jeú, filho de Namsi, como rei de Israel, e a Eliseu, filho de Safat, de Abel-Meula, como profeta em teu lugar.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 26)

— Senhor, é vossa face que eu procuro!

— Senhor, é vossa face que eu procuro!

— Senhor, ouvi a voz do meu apelo, atendei por compaixão! Meu coração fala convosco confiante, é vossa face que eu procuro.

— Não afasteis em vossa ira o vosso servo, sois vós o meu auxílio! Não me esqueçais nem me deixeis abandonado, meu Deus e Salvador!

— Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver na terra dos viventes. Espera no Senhor e tem coragem, espera no Senhor!

Evangelho (Mt 5,27-32)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 27“Ouvistes o que foi dito: ‘Não cometerás adultério’. 28Eu, porém, vos digo: Todo aquele que olhar para uma mulher, com desejo de possuí-la, já cometeu adultério com ela no seu coração. 29Se o teu olho direito é para ti ocasião de pecado, arranca-o e joga-o para longe de ti! De fato, é melhor perder um de teus membros, do que todo o teu corpo ser jogado no inferno.

30Se a tua mão direita é para ti ocasião de pecado, corta-a e joga-a para longe de ti! De fato, é melhor perder um dos teus membros, do que todo o teu corpo ir para o inferno.

31Foi dito também: ‘Quem se divorciar de sua mulher, dê-lhe uma certidão de divórcio’. 32Eu, porém, vos digo: Todo aquele que se divorcia de sua mulher, a não ser por motivo de união irregular, faz com que ela se torne adúltera; e quem se casa com a mulher divorciada comete adultério”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Precisamos disciplinar nosso olhar

Nenhum de nós precisa arrancar o olho, mas todos precisamos disciplinar nosso olhar para que seja puro, reto e honesto

“Todo aquele que olhar para uma mulher, com desejo de possuí-la, já cometeu adultério com ela no seu coração” (Mateus 5, 28).

O olho é a luz do corpo, diz-nos a Palavra de Deus. E e se o nosso olho estiver iluminado, todo o nosso corpo estará também. Se o nosso olhar estiver manchado, ele manchará todo o nosso corpo também.

Todos nós desejamos ou deveríamos desejar andar na luz. A melhor forma de andarmos na luz e na verdade é purificarmos nosso olhar, melhor ainda é ter um olhar puro.

Olhamos o que está à nossa frente, as belezas da vida, contemplamos a natureza, mas não podemos acostumar mal o nosso olhar. Quando não temos controle sobre ele, é sinal de que muita coisa dentro de nós está sem controle.

Quem dá disciplina aos nossos olhos somos nós, e eles olham somente para aquilo que deixamos. Queremos, muitas vezes, nos orgulhar de não termos cometido isso ou aquilo, mas tudo começa pela nossa forma de olhar, pela forma com que deixamos o nosso olhar se voltar para as coisas.

Sobre o adultério, uma coisa é muito importante: não deixe a cobiça crescer em seu olhar, não a alimente.

O homem justo e honesto tem apenas um olhar: para sua esposa. A mulher justa e honesta só tem um olhar: para seu esposo. Aquele que quer a verdade para si mesmo só olha para aquilo que lhe é de direito.

Como não olhar o que está à nossa frente? O olhar tem o sentido de cobiçar, de crescer o desejo, de alimentar aos poucos àquilo que, muitas vezes, a nossa cobiça interior está desejando.

É muito importante evitarmos causas maiores, situações que parecem menores, porque, senão, vamos alimentando algumas coisas, deixando o nosso olhar solto na televisão, no computador, na rua, na praia… E não precisamos ir muito longe, não! No nosso trabalho, nos lugares em que estamos precisamos controlar nosso olhar; e as pessoas não precisam nem estar vestidas, pois, em muitas situações, usam roupas com as quais estão mais “peladas” do que vestidas.

Não podemos moralizar o mundo, não podemos dizer para essa ou aquela pessoa como ela deve se vestir, mas podemos controlar o nosso olhar, pois ele só vai olhar para a direita se o nosso cérebro comandar. Nosso olhar só vai seguir atrás dessa ou daquela situação se assim permitirmos. Penso que nenhum de nós precisa arrancar o olho, mas todos precisamos discipliná-lo, para que seja puro, reto e honesto.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL