Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (1Tm 1,1-2.12-14)

Início da Primeira Carta de São Paulo a Timóteo.

1Paulo, apóstolo de Cristo Jesus, por ordem de Deus, nosso Salvador, e de Cristo Jesus, nossa esperança, 2a Timóteo, verdadeiro filho na fé: a graça, a misericórdia e a paz de Deus Pai e de Cristo Jesus, nosso Senhor.

12Agradeço àquele que me deu força, Cristo Jesus, nosso Senhor, pela confiança que teve em mim ao designar-me para o seu serviço, 13a mim, que antes blasfemava, perseguia e insultava. Mas encontrei misericórdia, porque agia com a ignorância de quem não tem fé. 14Transbordou a graça de nosso Senhor com a fé e o amor que há em Cristo Jesus.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 15)

— O Senhor é a porção da minha herança!

— O Senhor é a porção da minha herança!

— Guardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio! Digo ao Senhor: “Somente vós sois meu Senhor. Ó Senhor, sois minha herança e minha taça, meu destino está seguro em vossas mãos!”

— Eu bendigo o Senhor, que me aconselha, e até de noite me adverte o coração. Tenho sempre o Senhor ante meus olhos, pois se o tenho a meu lado não vacilo.

— Vós me ensinais vosso caminho para a vida; junto a vós, felicidade sem limites, delícia eterna e alegria ao vosso lado!

Evangelho (Lc 6,39-42)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 39Jesus contou uma parábola aos discípulos: “Pode um cego guiar outro cego? Não cairão os dois num buraco? 40Um discípulo não é maior do que o mestre; todo discípulo bem formado será como o mestre. 41Por que vês tu o cisco no olho do teu irmão, e não percebes a trave que há no teu próprio olho?

42Como podes dizer a teu irmão: Irmão, deixa-me tirar o cisco do teu olho, quando tu não vês a trave no teu próprio olho? Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho, e então poderás enxergar bem para tirar o cisco do olho do teu irmão”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Reparemos primeiro em nossa própria vida

 “Por que vês tu o cisco no olho do teu irmão, e não percebes a trave que há no teu próprio olho?” (Lucas 6,41).

Não há coisa mais cruel para a nossa vida do que cairmos na hipocrisia, e a hipocrisia é sermos cegos guiando outros cegos, e não só cairmos no buraco, como também levarmos o outro para o buraco.

Como é necessário, a cada dia, purificar o nosso próprio coração. E o que é purificar o coração senão purificar a própria visão interior? A capacidade de nos olharmos e nos vermos, de reconhecermos o que, de fato, somos.

É uma tristeza ficarmos vendo o problema dos outros, o defeito dos outros, os erros dos outros e não nos enxergarmos, não nos apercebermos e não nos voltarmos para o nosso interior, para percebermos que o que queremos mudar no outro não mudamos nem em nós; queremos que o outro seja assim, mas não nos dedicamos para cuidar nem do nosso próprio interior.

Que mal fazemos para a nossa própria vida quando estamos trazendo para todos o erro dos outros, os defeitos das pessoas, quando estamos naquelas práticas da vida cotidiana de comentar e de reparar a vida dos outros.

Que Deus nos liberte de toda a hipocrisia, da forma de olhar a vida, para que olhemos primeiro para o nosso interior

“Hipócrita”, Jesus está dizendo a cada um de nós. Reparemos a nossa vida, olhemos para dentro de nós. Por que estamos olhando o cisco do olho do outro e não percebemos a trave em nosso olho? Porque, na verdade, a trave nos cega, é uma grande ilusão que está à frente do olho, do coração e que não nos permite enxergar a nossa vida como precisa ser enxergada.

Posso corrigir o meu irmão? É claro que posso! Posso ajudar meu irmão? É claro que posso, mas preciso corrigir primeiro a mim mesmo, preciso ver primeiro a mim mesmo, e não é rever com superficialidade, nem corrigir sempre com aquelas desculpas. “Porque sou frágil”; somos sim, mas o grande trabalho interior é primeiro me enxergar, me ver como sou visto, é me olhar no espelho da graça e dizer: “Nossa, quanta coisa em mim para ser vista e mudada”.

Quem conhece a si mesmo vai sempre olhar o outro no espelho e na graça da misericórdia, vai saber tratar o outro, os erros dos outros, o limite dos outros como foi tratado, cuidado e amado pelo próprio Deus.

Que Deus nos liberte de toda a hipocrisia, da forma de olhar a vida, para que olhemos primeiro para o nosso interior para nos corrigir, para sermos melhores para nós e, assim, sermos melhores também para os outros.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.