Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Sb 6,1-11)

Leitura do Livro da Sabedoria.

1Escutai, ó reis, e compreendei. Instruí-vos, governadores dos confins da terra! 2Prestai atenção, vós que dominais as multidões e vos orgulhais do número dos vossos súditos. 3Pois o poder vos foi dado pelo Senhor e a soberania pelo Altíssimo.

É ele quem examinará as vossas obras e sondará as vossas intenções; 4apesar de estardes a serviço do seu reino, não julgastes com retidão, nem observastes a Lei, nem procedestes conforme a vontade de Deus. 5Por isso, ele cairá de repente sobre vós, de modo terrível, porque um julgamento implacável será feito sobre os poderosos.

6O pequeno pode ser perdoado por misericórdia, mas os poderosos serão examinados com poder. 7O Senhor de todos não recuará diante de ninguém nem se deixará impressionar pela grandeza, porque o pequeno e o grande foi ele quem os fez, e a sua providência é a mesma para com todos; 8mas para os poderosos, o julgamento será severo.

9A vós, pois, governantes, dirigem-se as minhas palavras, para que aprendais a sabedoria e não venhais a tropeçar. 10Os que observam fielmente as coisas santas serão justificados; e os que as aprenderem vão encontrar sua defesa. 11Portanto, desejai ardentemente minhas palavras, amai-as e sereis instruídos.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 81)

— Levantai-vos, ó Senhor, julgai a terra!

— Levantai-vos, ó Senhor, julgai a terra!

— Fazei justiça aos indefesos e aos órfãos, ao pobre e ao humilde absolvei! Libertai o oprimido, o infeliz, da mão dos opressores arrancai-os!

— Eu disse: “Ó juízes, vós sois deuses, sois filhos, todos vós, do Deus Altíssimo! E, contudo, como homens morrereis, caireis como qualquer dos poderosos!”

Evangelho (Lc 17,11-19)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

11Aconteceu que, caminhando para Jerusalém, Jesus passava entre a Samaria e a Galileia. 12Quando estava para entrar num povoado, dez leprosos vieram a seu encontro. Pararam à distância, 13e gritaram: “Jesus, Mestre, tem compaixão de nós!” 14Ao vê-los, Jesus disse: “Ide apresentar-vos aos sacerdotes”.

Enquanto caminhavam, aconteceu que ficaram curados. 15Um deles, ao perceber que estava curado, voltou glorificando a Deus em alta voz; 16atirou-se aos pés de Jesus, com o rosto por terra, e lhe agradeceu. E este era um samaritano.

17Então Jesus lhe perguntou: “Não foram dez os curados? E os outros nove, onde estão? 18Não houve quem voltasse para dar glória a Deus, a não ser este estrangeiro?” 19E disse-lhe: “Levanta-te e vai! Tua fé te salvou”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Que nosso coração seja grato a Deus por todas as bênçãos

 “Atirou-se aos pés de Jesus, com o rosto por terra, e lhe agradeceu. E este era um samaritano ” (Lucas 17,16).

Foram dez os leprosos que se aproximam de Jesus e clamaram: “Jesus, Mestre, tem compaixão de nós” . Nem vou me alongar sobre a situação dos leprosos na época de Jesus, renegados, deixados de lado, marginalizados, vistos como impuros por causa da lepra, por causa pele pele que estava “estragada”. O fato é que eles clamavam pela misericórdia, o fato é que eles clamavam para que Jesus teve compaixão deles, e Jesus Mestre, bondoso e misericordioso, ordena que eles foram se apresentar aos sacerdotes ou reconhecer que o que eles pediram Deus estava concedendo a eles . Enquanto eles estavam no caminho, de fato, foi isso que aconteceu, eles foram curados.

Eram 10 leprosos, e essas 10, apenas um voltou para agradecer. Ele estava curado e, em alta voz, glorificava, bendizia, louvava, exaltava o nome do Senhor, e depois atirou-se aos pés de Jesus num gesto de profunda gratidão e reconhecimento.

Tudo o que peço, a cada dia, é para ter um coração grato e reconhecido

Jesus parou e olhou: “Não foram dez os curados? Só este samaritano voltou para agradecer? ” , agradecer quer dizer reconhecer, e nós, muitas vezes, somos como os nove ingratos: não reconhecemos a ação bondosa e misericordiosa de Deus na nossa vida. Para pedir, somos bons; pedimos, inclusive, parece que passamos a vida inteira solicitar.

Não sei quanto tempo de vida eu tenho, mas queria que o resto dos anos, do tempo de vida que tenho, fosse para agradecer e bendizer a Deus por todas as bondades, por toda a cura, por tudo aquilo que Ele me deu e me dá nessa vida. Tudo o que peço, a cada dia, é para ter um coração grato e reconhecido. Indigno eu sou, leproso eu sou, pecador eu sou, mas Deus é muito bom que só posso louvá-Lo, bendizê-Lo, adorá-Lo e glorificá-Lo!

Quero cada vez passar mais tempo prostrado no chão, levantando minhas mãos para o Céu, suplicando misericórdia pelos meus pecados, mas mais tempo com o coração louvando, agradecendo e bendizendo.

Há aqueles que só lembram de Deus para pedir. Não sei se preciso pedir algo para Deus, a não ser que eu dê um coração mais grato, mais reconhecido, mais adorador para louvá-Lo, glorificá-Lo, bendizê-Lo e reconhecer a grandeza d'Ele no meio de nós.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.