Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Is 6,1-8)

Leitura do Livro do Profeta Isaías.

1No ano da morte do rei Ozias, vi o Senhor sentado num trono de grande altura; o seu manto estendia-se pelo templo. 2Havia serafins de pé a seu lado; cada um tinha seis asas, duas cobriam-lhes o rosto, duas, os pés e, com duas, eles podiam voar.

3Eles exclamavam uns para os outros: “Santo, santo, santo é o Senhor dos exércitos; toda a terra está repleta de sua glória”. 4Ao clamor dessas vozes, começaram a tremer as portas em seus gonzos e o templo encheu-se de fumaça. 5Disse eu então: “Ai de mim, estou perdido! Sou apenas um homem de lábios impuros, mas eu vi com meus olhos o rei, o Senhor dos exércitos”.

6Nisto, um dos serafins voou para mim, tendo na mão uma brasa, que retirara do altar com uma tenaz, 7e tocou minha boca, dizendo: “Assim que isto tocou teus lábios, desapareceu tua culpa, e teu pecado está perdoado”. 8Ouvi a voz do Senhor que dizia: “Quem enviarei? Quem irá por nós?” Eu respondi: “Aqui estou! Envia-me”.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 92)

— Reina o Senhor, revestiu-se de esplendor.

— Reina o Senhor, revestiu-se de esplendor.

— Deus é Rei e se vestiu de majestade, revestiu-se de poder e de esplendor!

— Vós firmastes o universo inabalável, vós firmastes vosso trono desde a origem, desde sempre, ó Senhor, vós existis!

— Verdadeiros são os vossos testemunhos, refulge a santidade em vossa casa, pelos séculos dos séculos, Senhor!

Evangelho (Mt 10,24-33)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. 

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 24“O discípulo não está acima do mestre, nem o servo acima do seu senhor. 25Para o discípulo, basta ser como o seu mestre, e para o servo, ser como o seu senhor. Se ao dono da casa eles chamaram de Belzebu, quanto mais aos seus familiares!

26Não tenhais medo deles, pois nada há de encoberto que não seja revelado, e nada há de escondido que não seja conhecido. 27O que vos digo na escuridão, dizei-o à luz do dia; o que escutais ao pé do ouvido, proclamai-o sobre os telhados! 28Não tenhais medo daqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma! Pelo contrário, temei aquele que pode destruir a alma e o corpo no inferno!

29Não se vendem dois pardais por algumas moedas? No entanto, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do vosso Pai. 30Quanto a vós, até os cabelos da cabeça estão todos contados. 31Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos pardais.

32Portanto, todo aquele que se declarar a meu favor diante dos homens, também eu me declararei em favor dele diante do meu Pai que está nos céus. 33Aquele, porém, que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante do meu Pai que está nos céus”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Cuidemos bem da nossa vida espiritual

 “Não tenhais medo daqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma! Pelo contrário, temei aquele que pode destruir a alma e corpo no inferno!” (Mateus 10,28).

 A primeira coisa é que não podemos ser movidos pelo medo, e são muitas as coisas que nos causam medo. A sociedade em que vivemos nos amedronta, são tantos desastres e barbaridades que, realmente, criam um clima de pânico e pavor. Mas só vamos ser movidos pelo medo do mundo em que estamos se a vida para nós for somente a vida corporal e física. E a todo momento temos medo de perder essa vida.

Não só medo dessas coisas desastrosas, mas estamos vivendo em meio a tantas doenças, enfermidades, temeridades e fragilidades, que tudo nos leva a temer. Aqui, o medo se torna o mal maior, porque ele atrai aquilo que tememos, aquilo que estamos trazendo para dentro de nós, por isso não podemos ser movidos por ele. 

Precisamos ser movidos pelo cuidado, que é muito diferente. Cuidarmos da saúde, da segurança; sermos vigilantes, prudentes, determinados, não nos expormos ao perigo, mas vivermos uma vida preventiva, prevenindo-nos do mal, das doenças e enfermidades. Isso sim é nos cuidarmos! O medo não resolve, pelo contrário, ele atrai, alicerça e nos deixa até mais doentes e enfermos. Digo mais: poderíamos viver mais e melhor a vida se ela não fosse movida pelo medo.

Não cuidamos da nossa vida espiritual, e vamos perdendo o elo com o que é divino e sagrado

O medo, além de psicologicamente nos enfraquecer, traz para a nossa psique fantasmas, fantasias, temores e terrores. Então, precisamos, de toda e qualquer forma, expulsar e exorcizar o medo que bate à nossa porta e ao nosso coração. E cuidar para que o medo não nos dirija, para que não vivamos na atenção necessária em meio a tantas tensões do dia a dia.

De Deus nós precisamos ter um profundo amor, e nosso único temor deve ser perder o amor d’Ele. Por Deus nunca perdemos, porque Ele jamais nos abandona, Ele jamais se aparta de nós. No entanto, somos cegos, egoístas e orgulhosos, preocupamo-nos só com a vida material, em viver mais e melhor, só em cuidar para não morrer, e vamos morrendo para Deus sem perceber.

Não cuidamos da nossa vida espiritual, e vamos perdendo o elo com o que é divino e sagrado; e a vida sagrada vai perdendo o gosto e o sabor dentro de nós. Vamos perdendo a comunhão com Deus, a noção do que é pecado, do que é certo e errado, e vamos levando a vida. É com isso que precisamos, na verdade, nos preocupar: em não perder a vida da graça. Quanto à vida aqui, até os últimos cabelos da minha cabeça estão contados, porque tenho um Deus que cuida de mim.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.