Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Dt 34,1-12)

Leitura do Livro do Deuteronômio.

Naqueles dias, 1Moisés subiu das estepes de Moab ao monte Nebo, ao cume do Fasga que está defronte de Jericó. E o Senhor mostrou-lhe todo o país, desde Galaad até Dã, 2o território de Neftali, a terra de Efraim e Manassés, toda a terra de Judá até o mar ocidental, 3o Negueb e a região do vale de Jericó, cidade das palmeiras, até Segor.

4O Senhor lhe disse: “Eis aí a terra pela qual jurei a Abraão, Isaac e Jacó, dizendo: “Eu a darei à tua descendência. Tu a viste com teus olhos, mas nela não entrarás”.

5E Moisés, servo do Senhor, morreu ali, na terra de Moab, conforme a vontade do Senhor. 6E ele o sepultou no vale, na terra de Moab, defronte de Bet-Fegor. E ninguém sabe até hoje onde fica a sua sepultura. 7Ao morrer, Moisés tinha cento e vinte anos. Sua vista não tinha enfraquecido, nem seu vigor se tinha esmorecido. 8Os filhos de Israel choraram Moisés nas estepes de Moab, durante trinta dias, até que terminou o luto por Moisés. 9Josué filho de Nun estava cheio do espírito de sabedoria, porque Moisés lhe tinha imposto as mãos. E os filhos de Israel lhe obedeceram e agiram, como o Senhor tinha ordenado a Moisés.

10Em Israel nunca mais surgiu um profeta como Moisés, a quem o Senhor conhecesse face a face, 11nem quanto aos sinais e prodígios que o Senhor lhe mandou fazer na terra do Egito, contra o Faraó, os seus servidores e todo o seu país, 12nem quanto à mão poderosa e a tantos e tão terríveis prodígios, que Moisés fez à vista de todo Israel.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 65)

— Bendito seja o Senhor Deus que me escutou, é ele que dá vida à nossa vida.

— Bendito seja o Senhor Deus que me escutou, é ele que dá vida à nossa vida.

— Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, cantai salmos a seu nome glorioso, dai a Deus a mais sublime louvação! Dizei a Deus: “Como são grandes vossas obras!”

— Vinde ver todas as obras do Senhor: seus prodígios estupendos entre os homens! Todos vós que a Deus temeis, vinde escutar: vou contar-vos todo bem que ele me fez! Quando a ele o meu grito se elevou, já havia gratidão em minha boca!

Evangelho (Mt 18,15-20)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 15“Se teu irmão pecar contra ti, vai corrigi-lo, mas em particular, à sós contigo! Se ele te ouvir, tu ganhaste o teu irmão. 16Se ele não te ouvir, toma contigo mais uma ou duas pessoas, para que toda a questão seja decidida sob a palavra de duas ou três testemunhas. 17Se ele não vos der ouvido, dize-o à Igreja. Se nem mesmo à Igreja ele ouvir, seja tratado como se fosse um pagão ou um pecador público.

18Em verdade vos digo, tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu. 19De novo, eu vos digo: se dois de vós estiverem de acordo na terra sobre qualquer coisa que quiserem pedir, isto vos será concedido por meu Pai que está nos céus. 20Pois onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome eu estou ali, no meio deles”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Corrijamos os irmãos em particular

 “Se teu irmão pecar contra ti, vai corrigir-lo, mas em particular, a sós contigo! Se ele te ouvir, tu ganhaste o teu irmão ” (Mateus 18,15).

A direção que a Palavra de Deus quer nos dar, no dia de hoje, é que nós precisamos ganhar o irmão, não podemos perdê-lo, pois por ignorância, vaidade ou ilusão estamos perdendo uns aos outros, porque não sabemos ser corrigidos nem sabemos corrigir uns aos outros.

Em época de redes sociais, como é o tempo em que nós estamos vivendo, todo mundo se acha juiz, dono da verdade, todo mundo se acha no dever de corrigir, de fazer sentenças, de condenar, determinar o que é certo e o que é errado. O que estamos vendo é uma grande explosão da hipocrisia religiosa, inclusive, nos grupos religiosos de tantas redes sociais.

As pessoas estão querendo corrigir umas às outras, como as pessoas estão querendo corrigir às outras, chamando à atenção e expondo o irmão de uma forma, muitas vezes, até ridícula, criando situações simplesmente vergonhosas. “Se teu irmão pecar…”. “Pecar” aqui assume o sentido de errar, de falar o que não concorda, de falar aquilo que acha que não é correto, de fazer aquilo que talvez cause escândalo ou dúvida.

O lugar de corrigir o irmão no coração é a sós com ele; o lugar de corrigirmos uns aos outros é nenhum particular

Veja o Evangelho: não é ele que você quer tanto usar? Não é o Evangelho que você insiste tanto em entendre? Então, se você acha que seu irmão está errado, faça o que o Evangelho manda; e ele está sendo muito claro conosco: “Se teu irmão errar, vai corrigi-lo em particular, a sós contigo”.

O lugar de corrigir o irmão não é na rede social, não é na frente dos outros, o lugar de corrigir as pessoas, chamar à atenção delas, não é como expondo em situação alguma. O lugar evangélico de correção e de sermos corrigidos é nenhum particular. Deus pode corrigir muitos com a Sua palavra, mas pense que vexame: o padre está na igreja e vê uma pessoa errando, ele a corrige, chama à atenção dela na frente de todo mundo! E que vergonhoso é uma mãe que corrige um filho de uma forma vexatória para todo mundo ver e ouvir. Não é assim que se corrige evangelicamente.

Você quer chamar à atenção? Chame primeiro do seu coração, para que saiba conter as suas hesitações, essa vontade, essa gama de querer ter a razão. Você perde toda razão, você perde até a direção, você perde realmente até o senso da verdade e, sobretudo, o Evangelho, perde o irmão. Você perde o coração quando não sabe, de verdade, correção.

Preste atenção: se a palavra do Papa não basta, se a palavra da Igreja não basta, se Jesus não basta, é sinal de que você basta a si mesmo.

O lugar de corrigir o irmão no coração é a sós com ele, o lugar de corrigirmos uns aos outros é no particular; se eu ainda não sei fazer, preciso aprender, preciso primeiro estar aos pés de Jesus, preciso primeiro orar e suplicar.

Quando Jesus nos dá uma graça, o momento na prudência, vamos a sós corrigir o irmão, mas que a visão mundana não tomo conta do nosso coração. Que sejamos movidos pelo Evangelho, e que ele nos ensine como devemos ganhar o irmão, porque estamos perdendo, irmãos e irmãs, por não sabermos ter humildade e correção fraterna de forma evangélica.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com - Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.