Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Êx 3,13-20)

Leitura do Livro do Êxodo.

Naqueles dias, ouvindo a voz do Senhor no meio da sarça, 13Moisés disse a Deus: “Sim, eu irei aos filhos de Israel e lhes direi: ‘O Deus de vossos pais enviou-me a vós’. Mas, se eles perguntarem: ‘Qual é o seu nome?’ o que lhes devo responder?”

14Deus disse a Moisés: “Eu sou aquele que sou”. E acrescentou: “Assim responderás aos filhos de Israel: ‘Eu sou enviou-me a vós’”.

15E Deus disse ainda a Moisés: “Assim dirás aos filhos de Israel: ‘O Senhor, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó, enviou-me a vós’. Este é o meu nome para sempre, e assim serei lembrado de geração em geração. 16Vai, reúne os anciãos de Israel e dize-lhes: ‘O Senhor, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó, apareceu-me, dizendo: Eu vos visitei e vi tudo o que vos sucede no Egito. 17E decidi tirar-vos da opressão do Egito e conduzir-vos à terra dos cananeus, dos hititas, dos amorreus, dos ferezeus, dos heveus e dos jebuseus, a uma terra onde corre leite e mel.

18Eles te escutarão e tu, com os anciãos de Israel, irás ao rei do Egito e lhe direis: O Senhor, o Deus dos hebreus, veio ao nosso encontro. E, agora, temos de ir, a três dias de marcha no deserto, para oferecermos sacrifícios ao Senhor nosso Deus’.

19Eu sei, no entanto, que o rei do Egito não vos deixará partir, se não for obrigado por mão forte. 20Por isso, estenderei minha mão e castigarei o Egito com toda a sorte de prodígios que vou realizar no meio deles. Depois disso, o rei do Egito vos deixará partir”.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 104,1.5-27)

— O Senhor se lembra sempre da Aliança.

— O Senhor se lembra sempre da Aliança.

— Dai graças ao Senhor, gritai seu nome, anunciai entre as nações seus grandes feitos! Lembrai as maravilhas que ele fez, seus prodígios e as palavras de seus lábios!

— Ele sempre se recorda da Aliança, promulgada a incontáveis gerações; da Aliança que ele fez com Abraão, e do seu santo juramento a Isaac.

— Deus deu um grande crescimento a seu povo e o fez mais forte que os próprios opressores. Ele mudou seus corações para odiá-lo, e trataram com má-fé seus servidores.

— Então mandou Moisés, seu mensageiro, e igualmente Aarão, seu escolhido; por meio deles realizou muitos prodígios e, na terra do Egito, maravilhas.

Evangelho (Mt 11,28-30)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, tomou Jesus a palavra e disse: 28 “Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso.

29Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vós encontrareis descanso. 30Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Encontramos em Deus o descanso para as nossas fadigas

 “Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso” (Mateus 11,28).

A vida não fadiga, todos nós experimentamos o cansaço da vida. Quando olhamos para as nossas responsabilidades, para todas as situações da vida, quando nos deparamos com os embates do dia a dia, quando lidamos com as decepções, com as coisas que não se resolvem. Quando olhamos ao nosso lado e as coisas não estão andando como nós, muitas vezes, queríamos que tivesse andando.

A vida nos fadiga porque estamos sempre correndo e parece que nunca chegamos. A vida nos fadiga porque nós facilmente nos decepcionamos, nos machucamos, nos magoamos. A vida nos fadiga porque parece que as coisas não acontecem do jeito que queremos. A vida nos fadiga porque parece que somos insaciáveis, não estamos satisfeitos com nada, parece que nada é bom.

O descanso é o se refazer, é o recriar; o descanso é ser sempre renovado por Deus

A vida nos fadiga porque nos esforçamos, nós até corremos, mas nos cansamos da labuta, nos cansamos de olhar; e parece que as coisas estão sempre do mesmo jeito, quando não piores. E assim vamos experimentando a fadiga do dia a dia.

Viver é fadigar, é lutar; viver é correr atrás, é cumprir nossas obrigações e responsabilidades. Viver é saber conviver com pessoas diferentes, com temperamentos, muitas vezes, desequilibrados, como o nosso. Viver é saber lidar com o nosso próprio interior que, às vezes, está descompensado, está cansado. Viver é se relacionar com todas as situações que a vida nos impõe, por isso, nos encontramos muitas vezes assim: cansados sobre o peso dos nossos fardos, e tudo que nós precisamos é do descanso.

A palavra “descanso” é tão sagrada para Deus que Ele, mesmo na narrativa mais bela da criação de todas as coisas, parece que se fatigou, porque, no sétimo dia, descansou e fez do descanso um repouso sagrado, lugar de se revigorar, de se refazer. Mais do que um dia de descanso, nós, muitas vezes, não sabemos o que é descansar, porque descansar é, na verdade, se revigorar, é sermos recriados e refeitos.

Quando continuamos sendo a mesma pessoa, quando continuamos a ter as mesmas atitudes, quando tratamos as coisas com a mesma grosseria de sempre, é sinal de que não estamos descansados porque não estamos refeitos. Quando não refazemos as nossas próprias atitudes, quando não repensamos os nossos próprios caminhos, mas tudo caminha do mesmo jeito, é porque o homem não está sendo refeito, a estrada não tá sendo reconstruída.

O descanso é o se refazer, é o recriar; o descanso é ser sempre renovado por Deus, e é por isso que Ele está dizendo: “Vinde a mim e eu vos darei descanso”. Ele vai nos refazer, vai nos dar sempre o Seu jugo. E o lugar de Deus nos refazer e nos remodelar é no Seu coração, na mansidão e na humildade, porque só na mansidão e humildade é que nós refreamos os impulsos descontrolados do coração, refreamos os pensamentos e devaneios da mente para em Deus nos refazermos.

Vinde todos nós ao coração de Jesus, para encontrarmos o descanso das fadigas da vida.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.