Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (1Sm 16,1-13)

Leitura do Primeiro Livro de Samuel.

Naqueles dias, 1o Senhor disse a Samuel: “Até quando ficarás chorando por causa de Saul, se eu mesmo o rejeitei para que não reine mais sobre Israel? Enche o chifre de óleo e vem, para que eu te envie à casa de Jessé de Belém, pois escolhi um rei para mim entre os seus filhos”.

2Samuel ponderou: “Como posso ir? Se Saul o souber, vai me matar”. O Senhor respondeu: “Tomarás contigo uma novilha da manada, e dirás: ‘Vim para oferecer um sacrifício ao Senhor’. 3Convidarás Jessé para o sacrifício. Eu te mostrarei o que deves fazer, e tu ungirás a quem eu te designar”. 4Samuel fez o que o Senhor lhe disse, e foi a Belém. Os anciãos da cidade vieram-lhe ao encontro, e perguntaram: “É de paz a tua vinda?” 5“Sim, é de paz”, respondeu Samuel. Vim para fazer um sacrifício ao Senhor. Purificai-vos e vinde comigo, para que eu ofereça a vítima”. Ele purificou então Jessé e seus filhos e convidou-os para o sacrifício.

6Assim que chegaram, Samuel viu a Eliab, e disse consigo: “Certamente é este o ungido do Senhor!” 7Mas o Senhor disse-lhe: “Não olhes para a sua aparência nem para a sua grande estatura, porque eu o rejeitei. Não julgo segundo os critérios do homem: o homem vê as aparências, mas o Senhor olha o coração”. 8Então Jessé chamou Abinadab e apresentou-o a Samuel, que disse: “Também não é este que o Senhor escolheu”. 9Jessé trouxe-lhe depois Sama, e Samuel disse: “A este tampouco o Senhor escolheu”.

10Jessé fez vir seus sete filhos à presença de Samuel, mas Samuel disse: “O Senhor não escolheu a nenhum deles”. 11E acrescentou: “Estão aqui todos os teus filhos?” Jessé respondeu: “Resta ainda o mais novo, que está apascentando as ovelhas”. E Samuel ordenou a Jessé: “Manda buscá-lo, pois não nos sentaremos à mesa, enquanto ele não chegar”. 12Jessé mandou buscá-lo. Era ruivo, de belos olhos e de formosa aparência. E o Senhor disse: “Levanta-te, unge-o: é este!” 13Samuel tomou o chifre com óleo e ungiu Davi na presença de seus irmãos. E a partir daquele dia, o espírito do Senhor se apoderou de Davi. A seguir, Samuel se pôs a caminho e voltou para Ramá.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 88)

— Encontrei e escolhi a Davi, meu servidor.

— Encontrei e escolhi a Davi, meu servidor.

— Outrora vós falastes em visões a vossos santos: “Coloquei uma coroa na cabeça de um herói e do meio deste povo escolhi o meu Eleito.

— Encontrei e escolhi a Davi, meu servidor, e o ungi, para ser rei, com meu óleo consagrado. Estará sempre com ele a minha mão onipotente e meu braço poderoso há de ser a sua força.

— Ele, então, me invocará: ‘Ó Senhor, vós sois meu Pai, sois meu Deus, sois meu Rochedo onde encontro a salvação!’ E por isso farei dele o meu filho primogênito, sobre os reis de toda a terra farei dele o Rei altíssimo”.

Evangelho (Mc 2,23-28)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

23Jesus estava passando por uns campos de trigo, em dia de sábado. Seus discípulos começaram a arrancar espigas, enquanto caminhavam. 24Então os fariseus disseram a Jesus: “Olha! Por que eles fazem em dia de sábado o que não é permitido?”

25Jesus lhes disse: “Por acaso, nunca lestes o que Davi e seus companheiros fizeram quando passaram necessidade e tiveram fome? 26Como ele entrou na casa de Deus, no tempo em que Abiatar era sumo sacerdote, comeu os pães oferecidos a Deus, e os deu também aos seus companheiros? No entanto, só aos sacerdotes é permitido comer esses pães”. 27E acrescentou: “O sábado foi feito para o homem, e não o homem para o sábado. 28Portanto, o Filho do Homem é senhor também do sábado”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

https://www.youtube.com/watch?time_continue=9&v=rq5mlv2deGw

Sejamos servos da graça de Deus

Viver o espírito da graça é saber entender primeiro a pessoa humana

“O sábado foi feito para o homem, e não o homem para o sábado. Portanto, o Filho do Homem é senhor também do sábado” (Marcos 2,27-28).

O sábado representa a lei, a tradição para a religião judaica. É verdade, o sábado tem um valor sagrado, mas ele não é mais sagrado do que a criatura humana.

Não é para o homem ser servo do sábado e nem servo da lei, precisamos ser servos da graça de Deus, porque, se nos deixarmos escravizar pela lei ou praticarmos a lei pela lei, não iremos viver a graça.

Muitas vezes, estamos presos aos rituais, às normas; estamos cobrando “A” por “B”, queremos que as pessoas sejam dessa forma, porque é isso que exigem.

Não se trata de tornar-se uma pessoa relaxada, relapsa, relativista, que trata tudo de qualquer maneira. É preciso ter seriedade, ter uma direção na vida, uma luz por onde nós devemos caminhar. Isso tudo com o olhar da graça.

Na vida tem que ter horário para tantas coisas: horário para chegar, para comer, horário para isso e para aquilo, nessa sentido, pensemos assim: se na nossa casa estabelecêssemos que o horário para tomar banho é às 18h; mas, se não foi possível tomar banho nesse horário, não sejamos tão  rigorosos, tomemos às 18h30 ou mesmo às 19h. Entenda que não foi possível; eu dei o exemplo do banho, mas poderia ser o exemplo de tantas coisas da vida.

Algumas relações acabaram-se, muitas coisas na nossa vida destruíram-se, porque relaxamos ou deixamos tudo de qualquer jeito. Não levamos a sério os preceitos, os compromissos que precisamos ter, ou levamos tudo a “ferro e fogo”, levamos tudo ao “pé da letra”.

Acumulamos as coisas, cobramos “isso e aquilo”, mas, viver o espírito da graça é saber entender primeiro a pessoa humana.

Há pessoas que estão mais a frente, conseguem viver as coisas de forma mais disciplinada, organizada; há outras que estão aprendendo. Há pessoas que conseguem ir à missa todos os dias, há outras que estão esforçando-se para irem a cada domingo. Há aqueles que, não conseguem rezar um rosário inteiro, e ainda, aqueles os quais conseguem rezar um terço, um Pai Nosso ou 10 Aves Marias.

É preciso tratar cada pessoa como humana, porque não é o peso da Lei que vai nos salvar ou nos condenar. O que vai nos salvar e nos condenar é, acima de tudo, o peso da graça, o peso de ter um coração que saiba entender o coração do outro, e que saiba dar o melhor de si, para viver a graça que se recebe de Deus.

Jesus é Senhor do sábado, é o Senhor da vida e a Ele devemos nos voltar de todo o nosso coração.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios