Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Tg 1,1-11)

Início da Carta de São Tiago.

1Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos que vivem na dispersão: saudações. 2Meus irmãos, quando deveis passar por diversas provações, considerai isso motivo de grande alegria, 3por saberdes que a comprovação da fé produz em vós a perseverança. 4Mas é preciso que a perseverança gere uma obra de perfeição, para que vos torneis perfeitos e íntegros, sem falta ou deficiência alguma.

5Se a alguém de vós falta sabedoria, peça-a a Deus, que a concede generosamente a todos, sem impor condições; e ela lhe será dada. 6Mas peça com fé, sem duvidar, porque aquele que duvida é semelhante a uma onda do mar, impelida e agitada pelo vento. 7Não pense tal pessoa que receberá alguma coisa do Senhor: 8o homem de duas almas é inconstante em todos os seus caminhos. 9O irmão humilde pode ufanar-se de sua exaltação, 10mas o rico deve gloriar-se de sua humilhação. Pois há de passar como a flor da erva. 11Com efeito, basta que surja o sol com o seu calor, logo seca a erva, cai a sua flor, e desaparece a beleza do seu aspecto. Assim também acabará por murchar o rico no meio de seus negócios.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 118)

— Venha a mim o vosso amor e viverei.

— Venha a mim o vosso amor e viverei.

— Antes de ser por vós provado, eu me perdera; mas agora sigo firme em vossa lei!

— Porque sois bom e realizais somente o bem, ensinai-me a fazer vossa vontade!

— Para mim foi muito bom ser humilhado, porque assim eu aprendi vossa vontade!

— A lei de vossa boca, para mim, vale mais do que milhões em ouro e prata.

— Sei que os vossos julgamentos são corretos e com justiça me provastes, ó Senhor!

— Vosso amor seja um consolo para mim, conforme a vosso servo prometestes.

Evangelho (Mc 8,11-13)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 11os fariseus vieram e começaram a discutir com Jesus. E, para pô-lo à prova, pediam-lhe um sinal do céu. 12Mas Jesus deu um suspiro profundo e disse: “Por que esta gente pede um sinal? Em verdade vos digo, a esta gente não será dado nenhum sinal”. 13E, deixando-os, Jesus entrou de novo na barca e se dirigiu para a outra margem.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Supere as provações para alcançar a perseverança

Meus irmãos, quando deveis passar por diversas provações, considerai isso motivo de grande alegria, por saberdes que a comprovação da fé produz em vós a perseverança. (Tg 1,2–3)

Todos nós somos provados, e provação é, de fato, aquilo que torna a pessoa autêntica. Quando recebemos uma peça, uma pérola, uma coisa que seja preciosa, precisamos provar que aquilo, realmente, tem valor. Eu recebi um pedaço de ouro – e você sabe que é feita toda uma prova, porque tem ouro falso, tem ouro que não é ouro –, e quando é ouro mesmo, ele passa pelo fogo, pela provação e permanece inalterado, porque é de verdade.

A provação, para que serve? Para produzir pessoas autênticas, para autentificar que esse é de Deus, é justo, correto. Quem não passa pelas provocações da vida não pode dizer nem para si mesmo que o seu amor é autêntico. Veja, os casais, sejam namorados ou casados, as provações existem na vida deles não para os afastar um do outro, mas para se aproximarem, é para ver se o amor é verdadeiro, autêntico, genuíno. É muito fácil dizer que amamos uma pessoa quando ela nos é favorável, mas e quando ela está doente, está sofrendo? E quando ela está passando por dificuldades? É aí que o amor se torna autêntico.

As provações que nós passamos na vida são, de fato, meus irmãos, motivos para nos alegrarmos. Como é que vamos nos alegrar se estamos sendo provados? Se estamos sendo provados, é porque estamos crescendo na maturidade, na vida humana.

Superemos as provações para alcançarmos, dia a dia, a perseverança final

Olhe por quantas provações nós passamos ao longo da história! Há provações diante das quais nós sucumbimos. Um sinal! Olhe, acorde! Você ainda não é autêntico nisso, você precisa crescer naquilo… E quem passa pelas provações e segue adiante produz o fruto mais necessário para a fé, produz perseverança.

Quantas pessoas já desanimaram, já deixaram o caminho, já desistiram de Deus! E como nós desistimos das situações da vida!… As pessoas se propõem: “Ah, agora eu vou fazer atividade física”. Contudo, na primeira dificuldade que ela tem, já diz: “Ah, não vou. Estou com dor”. “Ah, eu não posso”. Desculpe-me, mas a provação o derrubou já ali. “Ah, agora eu vou ser uma pessoa autêntica na oração”. Na primeira dificuldade, a pessoa para, ou seja, não vai produzir perseverança em nada na vida.

Uma pessoa que não é perseverante não alcança suas metas, seus objetivos. Uma pessoa que não persevera em Deus não alcança o Reino dos Céus, pois só o alcançamos quando superamos as provações.

Se quisermos correr, vamos encontrar provas no meio do caminho, a começar pelo cansaço, pela indisposição. Vamos nos impor devagar, mas superando as provas, porque é as superando que vamos perseverar naquilo que nos propusemos fazer, por isso não podemos rejeitar as provações; ao contrário, temos de superá-las para alcançarmos, dia a dia, a perseverança final.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.