Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Gn 17,3-9)
Leitura do Livro do Gênesis.
Naqueles dias,  3Abrão prostrou-se com o rosto por terra. 4E Deus lhe disse: 'Eis a minha aliança contigo: tu serás pai de uma multidão de nações. 5Já não te chamarás Abrão, mas o teu nome será Abraão, porque farei de ti o pai de uma multidão de nações. 6Farei crescer tua descendência infinitamente. Farei nascer de ti nações, e reis sairão de ti. 7Estabelecerei minha aliança entre mim e ti e teus descendentes para sempre; uma aliança eterna, para que eu seja teu Deus e o Deus de teus descendentes. 8A ti e aos teus descendentes darei a terra em que vives como estrangeiro, todo o país de Canaã como propriedade para sempre. E eu serei o Deus dos teus descendentes'. 9Deus disse a Abraão: "Guarda a minha aliança, tu e a tua descendência para sempre".

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 104)

— O Senhor se lembra sempre da Aliança!
— O Senhor se lembra sempre da Aliança!
— Procurai o Senhor Deus e seu poder, buscai constantemente a sua face! Lembrai as maravilhas que ele fez,  seus prodígios e as palavras de seus lábios!

— Descendentes de Abraão, seu servidor,  e filhos de Jacó, seu escolhido, ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, vigoram suas leis em toda a terra.

— Ele sempre se recorda da Aliança, promulgada a incontáveis gerações; da Aliança que ele fez com Abraão, e do seu santo juramento a Isaac.

Evangelho (Jo 8,51-59)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo +  segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos judeus: 51Em verdade, em verdade, eu vos digo: se alguém guardar a minha palavra, jamais verá a morte.' 52Disseram então os judeus: 'Agora sabemos que tens um demônio. Abraão morreu e os profetas também, e tu dizes: 'Se alguém guardar a minha palavra jamais verá a morte'. 53Acaso és maior do que nosso pai Abraão, que morreu, como também os profetas? Quem pretendes tu ser?'
54Jesus respondeu: 'Se me glorifico a mim mesmo, minha glória não vale nada. Quem me glorifica é o meu Pai, aquele que vós dizeis ser o vosso Deus. 55No entanto, não o conheceis. Mas eu o conheço e, se dissesse que não o conheço, seria um mentiroso, como vós! Mas eu o conheço e guardo a sua palavra. 56Vosso pai Abraão exultou, por ver o meu dia; ele o viu, e alegrou-se.' 57Os judeus disseram-lhe então: 'Nem sequer cinquenta anos tens , e viste Abraão!'
58Jesus respondeu: 'Em verdade, em verdade vos digo, antes que Abraão existisse, eu sou'. 59Então eles pegaram em pedras para apedrejar Jesus, mas ele escondeu-se e saiu do Templo.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Por meio da Palavra de Deus alcançamos a vida eterna

Observe, guarde e medite a Palavra de Deus, pois quando assim o fazemos, nossa alma começa a experimentar o gosto pela eternidade

“Em verdade, em verdade, eu vos digo: se alguém guardar a minha palavra, jamais verá a morte” (João 8, 51).

O nosso Deus é o Deus da vida, é aquele que traz sentido, plenitude e eternidade para nós, porque a vida que o Senhor nos deu foi morta e corrompida pelo pecado. Aquele que nos deu a vida veio para nos resgatar e dar novamente sentido pleno à nossa vida.

Quando estamos em Jesus, quando colocamos nossa vida n’Ele, não tememos nem a morte. Quantas pessoas tristes, sem esperança nem consolo, sem alento, sem saber o que fazer! Quando a morte bate à porta de alguém, quando perdemos um ente querido, é claro que a dor vem ao nosso coração, somos humanos e aquela pessoa faz falta. O problema, no entanto, não é a falta que ela faz, mas sim perder o alento da vida quando paramos para pensar na nossa vida.

Quando perguntamos às pessoas o que elas mais temem, respondem-nos que é o dia de morrer. Quem teme a morte não sabe o sentido da vida, não entregou ainda plenamente sua vida a Cristo e não começou a saborear, na Terra, o valor da eternidade.

O que fazer com a nossa vida? Guardemos a Palavra de Deus, vivamos e plenifiquemos nossa vida com palavras eternas. Em meio a tantos afazeres que temos nesta vida, apegamos-nos demais a ela e a tornamos apenas terrena. Nossa vida não é apenas terrena, e ainda que tenhamos de viver todas as coisas que precisamos, não podemos perder o sentido da eternidade!

Observe, guarde e medite a Palavra de Deus, pois quando assim o fazemos, nossa alma começa a experimentar o gosto pela eternidade, o sabor das coisas do céu, o valor dos bens espirituais; então, nosso coração começa a olhar para as coisas do Alto!

Não podemos viver alienados, desprezando este mundo, como se nada nos importasse. Nós não podemos dar importância em demasia às nossas atividades terrenas, porque tudo passa, só não pode passar a eternidade por ficarmos a nossa vida inteira focados nesta terra.

Que saibamos dar sentido e valor eterno a tudo que fizermos, assim saberemos viver a Palavra de Deus no nosso cotidiano, saberemos que o bem que fazemos pode ser que na terra ninguém dê valor, mas vale para a eternidade. Poderemos sofrer com as injúrias do outro, com as incompreensões da vida e das pessoas, mas somos compreendidos por Deus! Podemos perder tudo, mas ganharemos tudo para sempre quando o nosso coração fizer do Senhor sua maior riqueza!

Guardemos a Sua Palavra para que ela nos guarde para a vida eterna, e a morte não tenha poder sobre nós!

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova - https://www.facebook.com/rogeraraujo.cn

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL