Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Rm 1,16-25)

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos.

Irmãos, 16eu não me envergonho do Evangelho, pois ele é uma força salvadora de Deus para todo aquele que crê, primeiro para o judeu, mas também para o grego. 17Nele, com efeito, a justiça de Deus se revela da fé para a fé, como está escrito: O justo viverá pela fé.

18Por outro lado, a ira de Deus se revela, do alto do céu, contra toda a impiedade e iniquidade dos homens que em sua iniquidade oprimem a verdade. 19Pois o que de Deus se pode conhecer é manifesto aos homens: Deus mesmo lhos manifestou.

20Suas perfeições invisíveis, como o seu poder eterno e sua natureza divina, são claramente conhecidas através de suas obras, desde a criação do mundo. Assim, eles não têm desculpa 21por não ter dado glória e ação de graças a Deus como se deve, embora o tenham conhecido. Pelo contrário, enfatuaram-se em suas especulações, e seu coração insensato se obscureceu: 22alardeando sabedoria, tornaram-se ignorantes 23e trocaram a glória do Deus incorruptível por uma figura ou imagem de seres corruptíveis: homens, pássaros, quadrúpedes, répteis. 24Por isso, Deus os entregou com as paixões de seus corações a tal impureza, que eles mesmos desonram seus próprios corpos. 25Trocaram a verdade de Deus pela mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, que é bendito para sempre. Amém.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 18)

— Os céus proclamam a glória do Senhor!

— Os céus proclamam a glória do Senhor!

— Os céus proclamam a glória do Senhor, e o firmamento, a obra de suas mãos; o dia ao dia transmite esta mensagem, a noite à noite publica esta notícia.

— Não são discursos nem frases ou palavras, nem são vozes que possam ser ouvidas; seu som ressoa e se espalha em toda a terra, chega aos confins do universo a sua voz.

Evangelho (Lc 11,37-41)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 37enquanto Jesus falava, um fariseu convidou-o para jantar com ele. Jesus entrou e pôs-se à mesa.38O fariseu ficou admirado ao ver que Jesus não tivesse lavado as mãos antes da refeição. 39O Senhor disse ao fariseu: “Vós fariseus, limpais o copo e o prato por fora, mas o vosso interior está cheio de roubos e maldades. 40Insensatos! Aquele que fez o exterior não fez também o interior? 41Antes, dai esmola do que vós possuís e tudo ficará puro para vós”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Cuidemos sempre do nosso interior

Não podemos deixar de cuidar do essencial, do mais importante, que é nosso interior, nosso coração

“O Senhor disse ao fariseu: ‘Vós fariseus, limpais o copo e o prato por fora, mas o vosso interior está cheio de roubos e maldades. Insensatos!’” (Lucas 11,39-40).

Não há insensatez maior do que cuidarmos das coisas externas, limparmos nossa casa, nossas coisas, cumprirmos nossos compromissos e responsabilidades, mas deixarmos de cuidar do essencial, do mais importante, que é o nosso interior, nosso coração.

Algumas pessoas têm mania de excesso de limpeza. Elas limpam a casa não sei quantas vezes, tomam banho não sei quantas vezes ao dia. Cada um cuida de si como acha que tem de cuidar; e não sou quem tenho de determinar quantos banhos temos que tomar, quantas vezes temos que limpar a nossa casa. Apenas percebo que, às vezes, o zelo com o interior e o coração não são o mesmo.

Você olha para a pessoa limpinha, bonitinha, arrumadinha, fofinha, mas, quando ela abre a boca, o coração está cheio de maldades, porque a boca fala do que o coração está cheio. Quando a pessoa começa a falar mal dos outros, começa a colocar para fora ressentimentos, mágoas e tantas coisas tristes. Ela está cheia de bombas no coração!

Às vezes, eu paro para conversar com indigentes na rua, paro para falar com pessoas que ninguém dá valor. Essas pessoas transmitem tantas coisas boas, passam tanta pureza para o nosso coração! Elas não falam mal de ninguém, estão pedindo apenas uma chance para viver e assim por diante.

Não se deixe enganar, porque as aparências, muitas vezes, enganam. Não é quem está bem vestido, quem usa terno e gravata, quem usa o melhor vestido, que tem o melhor dentro do coração. Não nos enganemos, não gastemos nossas energias, nosso dinheiro, aquilo que podemos para aparentar aos outros.

Somos a sociedade das aparências, e as pessoas gostam de viver de aparências! Elas gastam o que não têm, para ter a melhor roupa, o melhor vestido. Gastam o que não podem, desgastam-se para aparentar bem. Nada contra isso, mas há muitas mulheres que passam horas no salão fazendo tratamento de pele, de rugas, tratamento disso e daquilo, fazem modelagem no corpo… Mas e o coração, como fica? A alma? As maldades que estão dentro de nós? E as fofocas e intrigas? As perversidades? As más inclinações?

Se nos aplicássemos com maior determinação para cuidar do coração, a nossa aparência seria consequência daquilo que cuidamos do nosso interior. Não sejamos insensatos, porque toda aplicação que fazemos no corpo vai depois para debaixo da terra. No entanto, toda aplicação que fazemos no coração vai para a eternidade.

Deus abençoe você!

Ouça a Homilia

https://www.youtube.com/watch?v=pW2Wfr4KvC0
 

Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios