Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (1Sm 18,6-9;19,1-7)

Leitura do Primeiro Livro de Samuel.

18,6Naqueles dias, quando Davi voltou, depois de ter matado o filisteu, as mulheres de todas as cidades de Israel saíram ao encontro do rei Saul, dançando e cantando alegremente ao som de tamborins e címbalos.

7E, enquanto dançavam, diziam em coro: “Saul matou mil, mas Davi matou dez mil”. 8Saul ficou muito encolerizado com isto e não gostou nada da canção, dizendo: “A Davi deram dez mil, e a mim somente mil. Que lhe falta ainda, senão a realeza?” 9E, a partir daquele dia, não olhou mais para Davi com bons olhos.

19,1Saul falou a Jônatas, seu filho, e a todos os seus servos sobre sua intenção de matar Davi. Mas Jônatas, filho de Saul, amava profundamente Davi, 2e preveniu-o a respeito disso, dizendo: “Saul, meu pai, procura matar-te; portanto, toma cuidado amanhã de manhã, e fica oculto em um esconderijo. 3Eu mesmo sairei em companhia de meu pai, no campo, onde estiveres, e lhe falarei de ti, para ver o que ele diz, e depois te avisarei de tudo o que eu souber”.

4Então Jônatas falou bem de Davi a Saul, seu pai, e acrescentou: “Não faças mal algum ao teu servo Davi, porque ele nunca te ofendeu. Ao contrário, o que ele tem feito foi muito proveitoso para ti. 5Arriscou a sua vida, matando o filisteu, e o Senhor deu uma grande vitória a todo o Israel. Tu mesmo foste testemunha e te alegraste. Por que, então, pecarias, derramando sangue inocente e mandando matar Davi sem motivo?”

6Saul, ouvindo isto, e aplacado com as razões de Jônatas, jurou: “Pela vida do Senhor, ele não será morto!” 7Então Jônatas chamou Davi e contou-lhe tudo isto. Levou-o em seguida a Saul, para que ele retomasse o seu lugar, como antes.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 55)

— É no Senhor que eu confio e nada temo!

— É no Senhor que eu confio e nada temo!

— Tende pena e compaixão de mim, ó Deus, pois há tantos que me calcam sob os pés, e agressores me oprimem todo dia! Meus inimigos de contínuo me espezinham, são numerosos os que lutam contra mim!

— Do meu exílio registrastes cada passo, em vosso odre recolhestes cada lágrima, e anotastes tudo isso em vosso livro!

— Meus inimigos haverão de recuar em qualquer dia em que eu vos invocar; tenho certeza: o Senhor está comigo!

— Confio em Deus e louvarei sua promessa. É no Senhor que eu confio e nada temo: que poderia contra mim um ser mortal? Devo cumprir, ó Deus, os votos que vos fiz, e vos oferto um sacrifício de louvor.

Evangelho (Mc 3,7-12)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 7Jesus se retirou para a beira do mar, junto com seus discípulos. Muita gente da Galileia o seguia. 8E também muita gente da Judéia, de Jerusalém, da Iduméia, do outro lado do Jordão, dos territórios de Tiro e Sidônia, foi até Jesus, porque tinham ouvido falar de tudo o que ele fazia. 9Então Jesus pediu aos discípulos que lhe providenciassem uma barca, por causa da multidão, para que não o comprimisse.

10Com efeito, Jesus tinha curado muitas pessoas, e todos os que sofriam de algum mal jogavam-se sobre ele para tocá-lo. 11Vendo Jesus, os espíritos maus caíam a seus pés, gritando: “Tu és o Filho de Deus!” 12Mas Jesus ordenava severamente para não dizerem quem ele era.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Expulsemos os espíritos perturbadores da nossa vida

Esses espíritos não podem ordenar e falar à nossa vida, porque o único que pode fazer essas coisas é o Espírito Santo

“Com efeito, Jesus tinha curado muitas pessoas, e todos os que sofriam de algum mal jogavam-se sobre Ele para tocá-Lo. Vendo Jesus, os espíritos maus caíam a seus pés, gritando: “Tu és o Filho de Deus! Mas Jesus ordenava severamente para não dizerem quem Ele era”(Marcos 3,10-12).

As pessoas se jogam aos pés de Jesus; jogam aos pés d’Ele aquilo que estão vivendo, sofrendo, passando. Doenças, enfermidades, contagio do mal, a perturbação dos espíritos malignos. Jesus acolhia, recebia e tocava em todos; os amava , fazia com que a graça de Deus pudesse chegar a todos.

Quem cria todas as perturbações são os demônios, porque eles são perturbadores no espírito, na mente, na paz do nosso coração. É preciso exorcizar o mal que age no meio de nós, porque muitas pessoas estão focadas no demônio; quando, na verdade, o demônio possui todo esse mundo, possui os nossos sentimentos, os nossos pensamentos e criam uma divisão, uma separação; criam esse sentimento de estarmos sempre inquietos, perturbados e não sermos inteiros para Deus.

Jesus quer tirar do meio de nós todos os espíritos que nos perturbam. Esses espíritos não podem ordenar e falar à nossa vida, porque o único que pode fazer essas coisas é o Espírito Santo.

O Espírito Santo renova, transforma, edifica, lava, purifica, e faz de nós novas criaturas. Permita ser tocado, jogue aos pés de Jesus tudo aquilo que nos tornam doentes, enfermos, sofredores; tudo aquilo que causa pecado em nós.

Joguemos aos pés de Jesus, coloquemos no coração d’Ele aquilo que nos inquieta, nos perturba, mas não deixemos que os espíritos malignos gritem, mandem em nós e direcionem a nossa vida.

Às vezes, o espírito da inveja está nos perturbando, tirando a nossa paz, orientando a nossa mente, nos deixamos levar pela inveja. Tem um espírito terrível que se chama: ressentimento, esse puxa tanta coisa de dentro de nós; outras vezes vem o espírito da maledicência; é terrível esse espírito, ele gera pessoas fofoqueiras, com aquela vontade de falar mal dos outros.

Esses espíritos não podem mandar em nossa vida. Renunciemos, peçamos a Jesus que exorcize, mande para longe da nossa mente e do nosso coração esses espíritos perturbadores, que não nos permitem viver a santidade de Deus.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios