Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (At 11,1-18)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

Naqueles dias, 1os apóstolos e os irmãos, que viviam na Judeia, souberam que também os pagãos haviam acolhido a Palavra de Deus.

2Quando Pedro subiu a Jerusalém, os fiéis de origem judaica começaram a discutir com ele, dizendo: 3“Tu entraste na casa de pagãos e comeste com eles!” 4Então, Pedro começou a contar-lhes, ponto por ponto, o que havia acontecido: 5“Eu estava na cidade de Jope e, ao fazer oração, entrei em êxtase e tive a seguinte visão: Vi uma coisa parecida com uma grande toalha que, sustentada pelas quatro pontas, descia do céu e chegava até junto de mim.

6Olhei atentamente e vi dentro dela quadrúpedes da terra, animais selvagens, répteis e aves do céu. 7Depois ouvi uma voz que me dizia: Levanta-te, Pedro, mata e come’. 8Eu respondi: ‘De modo nenhum, Senhor! porque jamais entrou coisa profana e impura na minha boca’. 9A voz me disse pela segunda vez: ‘Não chames impuro o que Deus purificou’.

10Isso se repetiu por três vezes. Depois a coisa foi novamente levantada para o céu. 11Nesse momento, três homens se apresentaram na casa em que nos encontrávamos. Tinham sido enviados de Cesareia à minha procura. 12O Espírito me disse que eu fosse com eles sem hesitar. Os seis irmãos que estão aqui me acompanharam e nós entramos na casa daquele homem.

13Então ele nos contou que tinha visto um anjo apresentar-se em sua casa e dizer: ‘Manda alguém a Jope para chamar Simão, conhecido como Pedro. 14Ele te falará de acontecimentos que trazem a salvação para ti e para toda a tua família’. 15Logo que comecei a falar, o Espírito Santo desceu sobre eles, da mesma forma que desceu sobre nós no princípio. 16Então eu me lembrei do que o Senhor havia dito: ‘João batizou com água, mas vós sereis batizados no Espírito Santo’.

17Deus concedeu a eles o mesmo dom que deu a nós que acreditamos no Senhor Jesus Cristo. Quem seria eu para me opor à ação de Deus?” 18Ao ouvirem isso, os fiéis de origem judaica se acalmaram e glorificaram a Deus, dizendo: “Também aos pagãos Deus concedeu a conversão que leva para a vida!”

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 41)

— Minha alma suspira por vós, ó meu Deus.

— Minha alma suspira por vós, ó meu Deus.

— Assim como a corça suspira pelas águas correntes, suspira igualmente minh’alma por vós, ó meu Deus!

— A minh’alma tem sede de Deus, e deseja o Deus vivo. Quando terei a alegria de ver a face de Deus?

— Enviai vossa luz, vossa verdade: elas serão o meu guia; que me levem ao vosso Monte santo, até vossa morada!

— Então irei aos altares do Senhor, Deus da minha alegria. Vosso louvor cantarei, ao som da harpa, meu Senhor e meu Deus!

Evangelho (Jo 10,1-10)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus: 1“Em verdade, em verdade vos digo, quem não entra no redil das ovelhas pela porta, mas sobe por outro lugar, é ladrão e assaltante. 2Quem entra pela porta é o pastor das ovelhas. 3A esse o porteiro abre, e as ovelhas escutam a sua voz; ele chama as ovelhas pelo nome e as conduz para fora. 4E, depois de fazer sair todas as que são suas, caminha à sua frente, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz. 5Mas não seguem um estranho, antes fogem dele, porque não conhecem a voz dos estranhos”.

6Jesus contou-lhes esta parábola, mas eles não entenderam o que ele queria dizer. 7Então Jesus continuou: “Em verdade, em verdade vos digo, eu sou a porta das ovelhas. 8Todos aqueles que vieram antes de mim são ladrões e assaltantes, mas as ovelhas não os escutaram. 9Eu sou a porta. Quem entrar por mim, será salvo; entrará e sairá e encontrará pastagem. 10O ladrão só vem para roubar, matar e destruir. Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Bata à porta do coração de Deus

Bata à porta do coração de Deus, porque, quando entramos por ela, encontramos o refúgio, o vigor, a graça e o consolo de que nosso coração tanto precisa

“Eu sou a porta. Quem entrar por mim, será salvo; entrará e sairá e encontrará pastagem” (João 10,9).

Aquele que é o Bom Pastor é também a porta por onde as ovelhas precisam entrar para não caírem em pastagens erradas, para não se deixarem levar por pastagens que parecem mais bonitas e vistosas, mas que não são as pastagens da vida.

Para entrar na pastagem da vida é preciso passar pela porta. É pela porta que entramos em casa, que nos refugiamos em nosso lar, que separamos o que é do mundo e o que de fato é nosso. Só entra pela nossa porta aquele que é bem-vindo, que é recebido e vai somar e se unir a nós, aquele que, de fato, traz bem à nossa casa. A porta separa o que pode entrar e o que não pode, o que deve e o que não deve, o que convém do que não convém. Precisamos entrar na porta que é Cristo!

Estamos aproveitando a celebração do Ano Santo da Misericórdia e muitos de nós já fizemos a experiência de passar pela porta santa, pela porta da misericórdia nos santuários, nas catedrais de nossas dioceses, de nossas igrejas particulares, mas alguns talvez não tenham entendido que essas portas, por mais sacramentais que sejam, são simbólicas. Na verdade, simbolizam e nos remetem, até de forma sacramental, para uma realidade sublime e suprema da porta do coração de Deus, da porta de entrada para o céu, da porta da graça, da salvação, que é o próprio Cristo.

Cristo é a porta que se abre para que a graça venha até nós e possamos nos banhar e mergulhar na graça do Senhor. Não nos deixemos enganar, iludir, não sigamos por qualquer pastagem desta vida. Escutemos a voz do nosso Mestre e passemos pela Sua porta! A porta é estreita, difícil, mas é a que nos salva!

Diz o Mestre que precisamos ter cuidado com aquela porta larga demais, que é simplesmente recheada de facilidades. Depois, o que vem daquela porta é até difícil de se falar. Mas pela porta que é Cristo somos conduzidos, introduzidos, mergulhados na graça da salvação, somos introduzidos na eternidade que Ele nos preparou.

Bata à porta do coração de Deus, porque, quando entramos por ela, encontramos o refúgio, o vigor, a graça e o consolo de que nosso coração tanto precisa!

Na nossa vida, podemos ter batido em portas erradas, que não serviram para nada, mas a porta certa na qual nunca vamos nos perder é Cristo; nela precisamos entrar e permanecer!

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL