Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Hb 4,12-16)

Leitura da Carta aos Hebreus

Irmãos, 12a Palavra de Deus é viva, eficaz e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes. Penetra até dividir alma e espírito, articulações e medulas. Ela julga os pensamentos e as intenções do coração. 13E não há criatura que possa ocultar-se diante dela.

Tudo está nu e descoberto a seus olhos, e é a ela que devemos prestar contas. 14Temos um sumo sacerdote eminente, que entrou no céu, Jesus, o Filho de Deus. Por isso, permaneçamos firmes na fé que professamos. 15Com efeito, temos um sumo sacerdote capaz de se compadecer de nossas fraquezas, pois ele mesmo foi provado em tudo como nós, com exceção do pecado. 16Aproximemo-nos então, com toda a confiança, do trono da graça, para conseguirmos misericórdia e alcançarmos a graça de um auxílio no momento oportuno.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 18,8-15)

— Vossas palavras são espírito, são vida, tendes palavras, ó Senhor, de vida eterna.

— Vossas palavras são espírito, são vida, tendes palavras, ó Senhor, de vida eterna.

— A lei do Senhor Deus é perfeita, conforto para a alma! O testemunho do Senhor é fiel, sabedoria dos humildes.

— Os preceitos do Senhor são precisos, alegria ao coração. O mandamento do Senhor é brilhante, para os olhos é uma luz.

— É puro o temor do Senhor, imutável para sempre. Os julgamentos do Senhor são corretos e justos igualmente.

— Que vos agrade o cantar dos meus lábios e a voz da minha alma; que ela chegue até vós, ó Senhor, meu Rochedo e Redentor!

Evangelho (Mc 2,13-17)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 13Jesus saiu de novo para a beira do mar. Toda a multidão ia a seu encontro, e Jesus os ensinava. 14Enquanto passava, Jesus viu Levi, o filho de Alfeu, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhe: “Segue-me!” Levi se levantou e o seguiu.

15E aconteceu que, estando à mesa na casa de Levi, muitos cobradores de impostos e pecadores também estavam à mesa com Jesus e seus discípulos. Com efeito, eram muitos os que o seguiam. 16aAlguns doutores da Lei, que eram fariseus, viram que Jesus estava comendo com pecadores e cobradores de impostos. Então eles perguntaram aos discípulos: “Por que ele come com os cobradores de impostos e pecadores?” 17Tendo ouvido, Jesus respondeu-lhes: “Não são as pessoas sadias que precisam de médico, mas as doentes. Eu não vim para chamar justos, mas sim pecadores”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Jesus veio para cuidar dos pecadores

Jesus veio para os pecadores, Ele é o bom médico dos doentes, porque quem precisa do médico é o doente

“Não são as pessoas sadias que precisam de médico, mas as doentes. Eu não vim para chamar justos, mas sim pecadores” (Marcos 2,17).

Estamos num mundo doentio e pecador, e foi nesse mundo que Deus se encarnou, que se fez presente e está no meio de nós para sarar e sanar todo mal, para curar nossas doenças e enfermidades, sobretudo, para nos libertar do poder do pecado.

Jesus veio para os pecadores, por isso Ele é o bom médico dos doentes, porque quem precisa do médico é o doente, quem precisa da salvação é aquele que está perdido. Os salvos já estão salvos, os sadios já estão sadios.

Na humildade do coração, reconhecemos, a cada dia, o mal que o pecado causa em nossa vida, porque, quando o reconhecemos, colocamo-nos em Jesus. O que tem acontecido é que, muitas vezes, chegamos a uma autossuficiência espiritual, e essa autossuficiência é muito danosa para alma, para o coração e para a nossa espiritualidade de relação com Deus. “Estou servindo Deus a muito tempo! Conheço todas as coisas de Deus e da Igreja”.

Muitas vezes, ignoramos retiros, não prestamos mais nem atenção na Missa! “Já sei o que o padre vai falar. Aquilo que ele falou, não serviu para mim”. Colocamo-nos num estado de autossuficiência espiritual, e a graça de Deus não nos atinge, porque já não a sentimos. Isso é um mal, e por isso a graça de Deus não chega, de fato, até nós.

O Evangelho é, acima de tudo, um convite à humildade do coração para nos colocarmos à mesa com Jesus.

Jesus foi à casa de Levi, Mateus, o cobrador de impostos, e sentou-se à mesa com ele. Sentando-se à mesa com ele, Jesus se sentou com outros cobradores de impostos que eram tidos como pecadores. A intenção de Jesus era dizer que Ele veio para sentar-se à mesa conosco.

Talvez podemos pensar que só os justos e santos se sentam à mesa com Jesus, mas Ele senta à mesa com os pecadores. Algumas pessoas talvez se sintam discriminadas, distantes de Deus, não podem comungar, porque vivem em pecado. A doutrina da Igreja sobre a Eucaristia não mudou, mas é preciso dizer sempre, de forma muito nova e contundente, que ninguém pode se sentir distante de Deus. Se maior for o pecado, mais próximo de Deus aquela pessoa precisa estar.

Se há algum impedimento canônico para a comunhão sacramental, não há impedimento de aquela alma se aproximar de Jesus, até porque Ele quer estar com ela. Se ela não pode receber da comunhão, ela pode receber da graça, ela pode adorar Jesus, ouvir a Palavra d’Ele, e Jesus pode entrar na vida de cada um de nós.

Podemos até comungar, todos os dias, mas nos falta a graça da humildade; recebemos a Eucaristia, mas não significa que estamos em comunhão com Deus. No entanto, muitas vezes, aquele que julgamos tão pecador, humildemente se abre com tanto amor para receber Deus e para ficar com Jesus, e Ele, com certeza, ceia com ela, fica com ela, como ficou na casa de Levi.

Ele veio para os pecadores, para os doentes. Apresentemos a Ele nossos pecados e nossas enfermidades.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL