Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Hb 7,1-3.15-17)

Leitura da Carta aos Hebreus.

Irmãos, 1Melquisedec, rei de Salém, sacerdote do Deus Altíssimo, saiu ao encontro de Abraão, quando esse regressava do combate contra os reis, e o abençoou. 2Foi a ele que Abraão entregou o dízimo de tudo. E o seu nome significa, em primeiro lugar, “Rei de Justiça”; e, depois: “Rei de Salém”, o que quer dizer, “Rei da Paz”.

3Sem pai, sem mãe, sem genealogia, sem início de dias, nem fim de vida! É assim que ele se assemelha ao Filho de Deus e permanece sacerdote para sempre. 15Isto se torna ainda mais evidente quando surge um outro sacerdote, semelhante a Melquisedec, 16não em virtude de uma prescrição de ordem carnal, mas segundo a força de uma vida imperecível. 17Pois diz o testemunho: “Tu és sacerdote para sempre na ordem de Melquisedec”.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 109)

— Tu és sacerdote eternamente segundo a ordem do rei Melquisedec!

— Tu és sacerdote eternamente segundo a ordem do rei Melquisedec!

— Palavra do Senhor ao meu Senhor: “Assenta-te ao lado meu direito até que eu ponha os inimigos teus como escabelo por debaixo de teus pés!”

— O Senhor estenderá desde Sião vosso cetro de poder, pois Ele diz: “Domina com vigor teus inimigos.

— Tu és príncipe desde o dia em que nasceste; na glória e esplendor da santidade, como o orvalho, antes da aurora, eu te gerei!”

— Jurou o Senhor e manterá sua palavra: “Tu és sacerdote eternamente, segundo a ordem do rei Melquisedec!”

Evangelho (Mc 3,1-6)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus entrou de novo na sinagoga. Havia ali um homem com a mão seca. 2Alguns o observavam para ver se haveria de curar em dia de sábado, para poderem acusá-lo. 3Jesus disse ao homem da mão seca: “Levanta-te e fica aqui no meio!” 4E perguntou-lhes: “É permitido no sábado fazer o bem ou fazer o mal? Salvar uma vida ou deixá-la morrer?” Mas eles nada disseram.

5Jesus, então, olhou ao seu redor, cheio de ira e tristeza, porque eram duros de coração; e disse ao homem: “Estende a mão”. Ele a estendeu e a mão ficou curada.

6Ao saírem, os fariseus com os partidários de Herodes, imediatamente tramaram, contra Jesus, a maneira como haveriam de matá-lo.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

O bem pode ser feito todos os dias

 “E perguntou-lhes: ‘É permitido no sábado fazer o bem ou fazer o mal? Salvar uma vida ou deixá-la morrer?’” (Marcos 3,4).

Veja as atitudes dos homens religiosos da época de Jesus. Havia um homem com a mão ressecada que foi simplesmente ignorado, como é ignorada a pessoa na situação em que se vive, seja com doenças, enfermidades, com impurezas que muitas vezes são tratadas essas condições e elas são deixadas de lado.

Agora, se tratando de um dia de sábado, e o sábado é tudo para a observância religiosa desses homens, Jesus olha para esse homem de mão seca, pede não só para ele se levantar, mas também para ficar no meio, ou seja, que ele seja o centro das atenções.

Aquilo que é ignorado pelos homens é centralizado por Deus. Aquilo que os homens deixam de lado, Deus coloca à frente. Aquilo que para nós, muitas vezes, não tem importância, é o mais importante para Deus. A dor do outro, o sofrimento do outro, a rejeição que a pessoa vive e sofre, e não importa o dia da semana, o mês do ano, o que importa é que todo e qualquer sofrimento precisa ser acolhido, lembrado e cuidado.

O bem precisa ser feito a todo e a qualquer momento

Quando Jesus pergunta: “É permitido no sábado fazer o bem ou fazer o mal?”, o bem é permitido; e é até redundante dizer isto: o bem precisa ser feito a todo e a qualquer momento; não existe dia para fazer o bem!

É verdade que as pessoas deixam-se levar pelo sentimento que vem em certas épocas do ano, quando chega a época do Natal, as pessoas se lembram que os pobres existem; quando chega a época do dia das mães, as pessoas lembram das mães, lembram de mães esquecidas; quando chega uma campanha do dia do deficiente, o dia desse ou daquela outra situação, talvez, as pessoas se recordem.

E quando digo “as pessoas”, essas pessoas somos nós, tão atordoados com a nossa vida presente, com as nossas preocupações e ocupações, que deixamos de lado essas coisas, essas pessoas, essas situações porque parece que elas não são importantes. Para Deus elas sempre são importantes, para Deus essas pessoas devem sempre ocupar o centro e não importa a ocasião ou situação.

Você pode estar todo centrado naquilo que está fazendo, porque aquilo é muito importante para você e ignora, passa por cima, não se lembra ou não faz questão de ver quem sofre, quem padece, quem está doente, quem está enfermo.

O coração de Deus está sempre voltado para o pobre e sofredor. Que o nosso coração se converta no coração do Senhor.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.