Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (At 12,24-13,5a)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

Naqueles dias, 24a palavra do Senhor crescia e se espalhava cada vez mais. 25Barnabé e Saulo, tendo concluído seu ministério, voltaram de Jerusalém, trazendo consigo João, chamado Marcos.

13,1Na Igreja de Antioquia, havia profetas e doutores. Eram eles: Barnabé, Simeão, chamado o Negro, Lúcio de Cirene, Manaém, que fora criado junto com Herodes, e Saulo.

2Um dia, enquanto celebravam a liturgia, em honra do Senhor, e jejuavam, o Espírito Santo disse: “Separai para mim Barnabé e Saulo, a fim de fazerem o trabalho para o qual eu os chamei”. 3Então eles jejuaram e rezaram, impuseram as mãos sobre Barnabé e Saulo, e deixaram-nos partir.

4Enviados pelo Espírito Santo, Barnabé e Saulo desceram a Selêucia e daí navegaram para Chipre. 5aQuando chegaram a Salamina, começaram a anunciar a Palavra de Deus nas Sinagogas dos judeus. Eles tinham João como ajudante.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 66)

— Que as nações vos glorifiquem ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem.

— Que as nações vos glorifiquem ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem.

— Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção, e sua face resplandeça sobre nós! Que na terra se conheça o seu caminho e a sua salvação por entre os povos.

— Exulte de alegria a terra inteira, pois julgais o universo com justiça; os povos governais com retidão, e guiais, em toda a terra, as nações.

— Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem! Que o Senhor e nosso Deus nos abençoe, e o respeitem os confins de toda a terra!

Evangelho (Jo 12,44-50)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 44Jesus exclamou em alta voz: “Quem crê em mim não é em mim que crê, mas naquele que me enviou. 45Quem me vê, vê aquele que me enviou. 46Eu vim ao mundo como luz, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas.

47Se alguém ouvir as minhas palavras e não as observar, eu não o julgo, porque eu não vim para julgar o mundo, mas para salvá-lo. 48Quem me rejeita e não aceita as minhas palavras já tem o seu juiz: a palavra que eu falei o julgará no último dia. 49Porque eu não falei por mim mesmo, mas o Pai, que me enviou, ele é quem me ordenou o que eu devia dizer e falar. 50Eu sei que o seu mandamento é vida eterna. Portanto, o que eu digo, eu o digo conforme o Pai me falou”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Precisamos da luz de Cristo para não cairmos nas trevas

Cristo é a luz do mundo e quem anda guiado, iluminado e conduzido por Ele não caminha em meio às trevas

“Eu vim ao mundo como luz, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas” (João 12, 46).

Deixemos a luz do céu entrar, deixemos a luz de Cristo entrar, permitamos que a luz que vem do alto entre em nossos corações. A figura de linguagem serve para ilustrar o quanto precisamos da luz e o quanto ela é necessária em nossa vida.

Veja, você se levantando de madrugada para ir ao banheiro ou para fazer alguma coisa na sua casa, se não houver luz, que tristeza vai ser! Você vai tropeçar, cair, machucar-se e ralar. É perigoso coisas piores acontecerem, porque sem luz nós caímos, tropeçamos, acidentamo-nos e até morremos, porque vamos caindo nos abismos da vida se nos falta luz.

Não podemos permitir que o nosso coração caminhe na escuridão e nas trevas. Podemos ter dois olhos que nos permitem enxergar tantas coisas, mas os olhos estão abertos para as coisas do mundo e a alma fechada na escuridão e na penumbra da vida.

Cristo vem nos dizer que Ele é a luz do mundo e quem anda guiado, iluminado e conduzido por Ele não caminha em meio às trevas, à escuridão, aos desastres que esse mundo produz em nossa alma e coração.

A luz se acende na serenidade, não adianta manter o coração agitado, estupefato, cheio de agitações, de frivolidades, de coisas que vamos pegando aqui e ali.

É preciso acalmar e serenar o coração,  deixar que Ele entre naquele estágio de silêncio interior mais profundo, para que essa luz penetre nossa alma, nosso ser e ilumine tantas coisas que estão na penumbra de nossa alma, nos esconderijos de nosso coração; tantas coisas que nosso inconsciente armazenou e nos trouxe tantas aflições.

Vivemos verdadeiras escuridões na alma e no espírito, vivemos no medo, no temor, no receio, na agressão devido ao nosso comportamento agressivo e, às vezes, perguntamo-nos por que reagimos assim, por que o nosso modo de ser tantas vezes está angustiado.

Precisamos da luz de Cristo para não cairmos nem andarmos nas trevas, para não permitirmos que tomem conta de nosso interior. Abramos nosso coração, nossa mente, nossa vida e permitamos que a luz de Cristo entre por ela para iluminar todo o nosso ser!

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova - https://www.facebook.com/rogeraraujo.cn

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL