Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Rt 1,1.3-6.14b-16.22)

Início do Livro de Rute.

1No tempo em que os juízes governavam, houve uma fome no país e um homem de Belém de Judá foi morar nos campos de Moab com sua mulher e seus dois filhos. 3Entretanto, morreu Elimelec, marido de Noemi, e esta ficou sozinha com seus dois filhos. 4Eles casaram-se com mulheres moabitas, uma das quais se chamava Orfa, a outra, Rute. E ali permaneceram uns dez anos. 5Depois morreram também os dois, Maalon e Quelion e a mulher ficou só, sem os dois filhos e sem o marido. 6Então ela se dispôs a voltar do campo de Moab para a sua pátria com as duas noras, porque tinha ouvido dizer que o Senhor havia olhado para o seu povo, e lhe tinha dado alimentos.

14bOrfa beijou sua sogra e partiu. Rute, porém, ficou com Noemi. 15Esta disse-lhe: “Olha, tua cunhada voltou para o seu povo e para os seus deuses. Vai com ela”. 16Mas Rute respondeu: “Não insistas comigo para que te deixe e me afaste de ti. Porque para onde fores irei contigo, onde pousares, lá pousarei eu também. Teu povo será o meu povo, e o teu Deus será o meu Deus”. 22Assim Noemi voltou dos campos de Moab, acompanhada de sua nora Rute, a moabita. Regressaram a Belém, quando começava a colheita da cevada.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 145)

— Bendize, ó minha alma, ao Senhor!

— Bendize, ó minha alma, ao Senhor!

— É feliz todo homem que busca seu auxílio no Deus de Jacó, e que põe no Senhor a esperança. O Senhor fez o céu e a terra, fez mar e o que neles existe.

— Faz justiça aos que são oprimidos; ele dá alimento aos famintos, é o Senhor quem liberta os cativos.

— O Senhor abre os olhos aos cegos o Senhor faz erguer-se o caído; o Senhor ama aquele que é justo. É o Senhor quem protege o estrangeiro.

— Ele ampara a viúva e o órfão mas confunde os caminhos dos maus. O Senhor reinará para sempre! Ó Sião, o teu Deus reinará para sempre e por todos os séculos!

Evangelho (Mt 22,34-40)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 34os fariseus ouviram dizer que Jesus tinha feito calar os saduceus. Então eles se reuniram em grupo, 35e um deles perguntou a Jesus, para experimentá-lo: 36”Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?” 37Jesus respondeu: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento!’ 38Esse é o maior e o primeiro mandamento. 39O segundo é semelhante a esse: ‘Amarás ao teu próximo como a ti mesmo’. 40Toda a Lei e os profetas dependem desses dois mandamentos”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

O amor a Deus completa a nossa vida

 “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento!” (Mateus 22,37).

Os fariseus se aproximaram de Jesus porque Ele havia calado os saduceus, e os fariseus também queriam colocar Jesus numa situação difícil, por isso perguntaram a Ele: “Mestre, qual é o maior mandamento?”. Eles veem que o Mestre não é como eles, porque os fariseus estão, a todo tempo, nos templos, nas sinagogas, estão ocupados com os deveres religiosos. Para os fariseus, tudo é Deus; para os fariseus, o olhar humano é somente para Deus. Se estivermos aqui, na presença de Deus, e alguém morrer, problema de quem morreu; se alguém estiver passando, problema de quem está passando, o importante é que estejamos em Deus.

A religião de Jesus não é uma religião dos fariseus; e nós, seguidores de Jesus, não podemos viver uma religião farisaica. O culto a Deus é essencial e fundamental, e ninguém vai viver uma relação com Deus se não O amar sobre todas as coisas, se não atraente-Lo acima de qualquer coisa, se não O amar com todo o coração, com todo o entendimento, com toda alma e todo ser.

O amor a Deus não pode nos alienar, pelo contrário, o amor a Deus é aquele que nos torna plenos; o amor a Deus nos aproxima d'Ele, e é por isso que nós temos que amá-Lo, e nossa missão não pode ser maior do que amar a Deus.

Quando amo a Deus de todo o meu coração, o amor d'Ele está em mim

É impossível viver a religião do amor a Deus se não tivermos a mesma intensidade no amor ao próximo e a si mesmo. O segundo mandamento é semelhante: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. Então, temos que nos amar, temos que cuidar de nós, temos que ser responsáveis ​​pela nossa vida. Nada de viver um despojamento irresponsável em que não cuidamos da nossa salvação, não cuidamos da nossa saúde, não cuidamos de nós como pessoa humana. Quando não nos cuidamos, não vamos cuidar do nosso amor a Deus, e não vamos amar o próximo com a intensidade do amor com que ele tem que ser amado.

Não podemos relativizar, relaxar em nome do amor a Deus. Não podemos ser uma pessoa relapsa, porque estamos evangelizando, pregando, adorando e rezando muito.

O amor a Deus nos leva a ser pessoas equilibradas, pois o desequilíbrio na vida cria as situações desproporcionais e as pessoas não baseadas em tementes ao Senhor. Quando amamos a Deus de todo o coração, o amor d'Ele está em nós, e é este amor que levamos ao nosso próximo, ao nosso irmão, é com este amor que cuidamos de nós.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com - Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.