Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Rm 6,19-23)

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos.

Irmãos, 19uso uma linguagem humana, por causa da vossa limitação. Outrora, oferecestes vossos membros como escravos para servirem à impureza e à sempre crescente desordem moral.

Pois bem, agora, colocai vossos membros a serviço da justiça, em vista da vossa santificação. 20Quando éreis escravos do pecado, estáveis livres em relação à justiça. 21Que fruto colhíeis, então, de ações das quais hoje vos envergonhais? Pois o fim daquelas ações era a morte.

22Agora, porém, libertados do pecado, e como escravos de Deus, frutificais para a santidade até a vida eterna, que é a meta final. 23Com efeito, a paga do pecado é a morte, mas o dom de Deus é a vida eterna em Jesus Cristo, nosso Senhor.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 1)

— É feliz quem a Deus se confia!

— É feliz quem a Deus se confia!

— Feliz é todo aquele que não anda/ conforme os conselhos dos perversos;/ que não entra no caminho dos malvados,/ nem junto aos zombadores vai sentar-se;/ mas encontra seu prazer na lei de Deus/ e a medita, dia e noite, sem cessar.

— Eis que ele é semelhante a uma árvore,/ que à beira da torrente está plantada;/ ela sempre dá seus frutos a seu tempo,/ e jamais as suas folhas vão murchar./ Eis que tudo o que ele faz vai prosperar.

— Mas bem outra é a sorte dos perversos./ Ao contrário,/ são iguais à palha seca espalhada/ e dispersada pelo vento. Pois Deus vigia o caminho dos eleitos,/ mas a estrada dos malvados leva à morte.

Evangelho (Lc 12,49-53)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 49“Eu vim para lançar fogo sobre a terra, e como gostaria que já estivesse aceso! 50Devo receber um batismo, e como estou ansioso até que isto se cumpra! 51Vós pensais que eu vim trazer a paz sobre a terra? Pelo contrário, eu vos digo, vim trazer divisão. 52Pois, daqui em diante, numa família de cinco pessoas, três ficarão divididas contra duas e duas contra três; 53ficarão divididos: o pai contra o filho e o filho contra o pai; a mãe contra a filha e a filha contra a mãe; a sogra contra a nora e a nora contra a sogra”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Permitamos que o fogo do Espírito Santo inflame em nós

 “Eu vim para lançar fogo sobre a terra, e como gostaria que já estivesse aceso!” (Lucas 12,49)

O Sagrado Coração de Jesus é um coração em chamas acesas, o fogo do coração de Jesus veio para incendiar toda a face da Terra. Essa Terra que foi consumida pelo pecado e pelo desamor precisa urgentemente do fogo do amor do Senhor, e é por isso que Jesus está afirmando: “Estou ansioso para que se cumpra esse batismo”, (o batismo no fogo).

É muito interessante notarmos que o fogo é uma figura do Espírito Santo, assim como a água é uma figura do Espírito Santo. E vamos pensar que são dois elementos contraditórios porque a água vem para apagar o fogo? Não! Pois aqui, no sentido espiritual e teológico daquilo que o Senhor nos apresenta, tanto a água do Espírito em nós, a água que nos lava, nos purifica e que nos renova é ação do Espírito que nos transforma como uma água renovadora, como a água que faz nova todas as coisas. Mas a ação do Espírito é fogo que inflama, que incendeia, é fogo que realmente cria labaredas de amor incendiando o nosso coração acima de tudo. Recebemos o fogo da graça, é isso que o batismo nos concedeu. Não podemos deixar que essa chama esteja apagada, sem fulgor e sem vigor.

Fogo do Espírito Santo em toda a face da Terra para inflamar os nossos corações e vivenciarmos o amor divino

O anseio do coração de Jesus é lançar fogo sobre toda a Terra. E como Ele deseja que esse fogo esteja aceso em nós! Primeiro, é o fogo do amor. Você sabe que o amor, em primeiro lugar, não une, o amor divide. Mas como assim o amor divide? Sim! O amor separa aquilo que é desamor do que é amor; o amor separa aquilo que é ódio, o amor separa aquilo que é rancor, ressentimento, mágoa, e é por isso que o fogo vai queimando e dilacerando.

Veja, o fogo da graça nos inflama para amar mas, ao mesmo tempo, o fogo da graça incendeia em nós os vícios, o fogo da graça incendeia dentro de nós tudo aquilo que o ressentimento, o rancor, a mágoa, o ódio, a inveja e as vaidades acenderam em nós. Somente o fogo da graça para apagar o fogo do pecado, a chama do pecado que se acendeu em nosso coração.

Esse é um anseio de Jesus e, às vezes, você pergunta quando Ele diz: “Olha, vocês pensam que eu vim trazer a paz?…” Não! Aqui Ele não veio trazer o sossego da acomodação, do “está tudo bem”, do conformismo, do comodismo. De forma alguma! Cuidado com a falsa paz que se chama “acomodação”, ela é terrível, ela nos mantém naquele estado de inércia, ela nos mantém naquele estado onde ficamos numa passividade, “está tudo bem”, quando não está tudo bem; quando precisamos agir, tomar iniciativa, quando, na verdade, precisamos quebrar dentro de nós aquilo que está nos fazendo mal.

Então, é por isso que o Senhor realmente veio trazer guerra, Ele veio trazer a divisão, porque Ele veio para queimar e destruir aquilo que de verdade destrói o amor de Deus em nosso coração.

Fogo do Espírito em nossos corações, fogo do Espírito em nossos lares e em nossas casas. Fogo do Espírito Santo em toda a face da Terra para inflamar os nossos corações e vivenciarmos o amor divino.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.