Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira leitura (Apocalipse 4: 1-11)

1 Mais tarde tive uma visão. Eis que uma porta foi aberta no céu, e aquela voz que eu tinha ouvido antes, como uma voz de trombeta falando comigo, disse-me: "Suba aqui, eu lhe mostrarei o que acontecerá em seguida". 2 Instantaneamente eu caí em êxtase. Vi que um trono foi erigido no céu e um sentado no trono. 3 Aquele que estava sentado parecia jaspe e cornalina; e um arco-íris ao redor do trono, parecido com a esmeralda. 4 Eu vi vinte e quatro tronos ao redor do trono, e sentando nos tronos, vinte e quatro anciãos com vestes brancas e coroas de ouro em suas cabeças. 5Relâmpago e trovão e trovão vêm do trono; Sete tochas de fogo queimam na frente do trono, que são os sete Espíritos de Deus. 6 Na frente do trono como um mar transparente semelhante ao vidro. No meio do trono, e ao redor do trono, quatro vivendo cheio de olhos na frente e atrás. 7 O primeiro Vivente, como um leão; o segundo Vivendo, como um touro; o terceiro Viver tem um rosto como o de um homem; a sala de estar é como uma águia em vôo. 8 Os quatro seres vivos têm cada um seis asas, estão cheios de olhos ao redor e dentro, e repetiu incansavelmente dia e noite: "Santo, Santo, Santo, Senhor Deus Todo-Poderoso", a Aquele que era, que é e quem é para vir ".» 9E sempre que os seres viventes davam glória e honra e ações de graças Àquele que está sentado no trono e vive para sempre e sempre, 10 a vinte - quatro anciãos prostravam-se diante daquele que está sentado no trono, adorarão o que vive para e sempre e sempre e lançavam as suas coroas diante do trono e dizia: 11 "Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra eo poder, porque criaste todas as coisas ; por sua vontade, não existiu e foi criado ".

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Ps 150,1-2,3-4,5 )

- Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o todo-poderoso.

- Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o todo-poderoso.

- Louvado seja o Senhor em seu templo, louvai-o em seu firmamento forte. Elogie-o por suas magníficas obras, elogie-o por sua imensa grandeza.

- Louvai-o soprando trombetas, louvai-o com harpas e harpas; louvai-o com tambores e danças, louvai-o com chifres e flautas.

- Elogie-o com pratos de som, elogie-o com pratos vibrantes. Todo ser que incentiva louvar o Senhor.

Evangelho (Lucas 19: 11-28)

- O Senhor esteja com você.

- E com o seu espírito.

- Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + de acordo com Lucas.

- Glória a você, Senhor.

11 Enquanto o povo estava ouvindo essas coisas, acrescentou uma parábola, pois estava perto de Jerusalém e cria que o reino de Deus apareceria a qualquer momento. 12 Ele disse: "Um homem nobre foi para um país distante, receber a investidura real e retornar. 13 Quando chamou dez dos seus servos, deu-lhes dez minas e disse: Negocia até que eu volte. 14 Mas seus cidadãos o odiaram e mandaram para trás uma embaixada que dizia: "Não queremos que ele reine sobre nós". 15 E aconteceu que, ao voltar, depois de receber a investidura real, enviou para aqueles servos seus, a quem dera o dinheiro, que soubessem o que cada um havia ganho. 16O primeiro apareceu e disse: "Senhor, sua mina produziu dez minas." 17 Respondeu-lhe ele: Muito bem, bom servo, visto que foste fiel no mínimo, toma o governo de dez cidades. 18 O segundo veio e disse: "O senhor meu, Senhor, produziu cinco minas." 19 Ele disse a este: "Põe-te também no comando de cinco cidades". 20 'veio outro e disse:' Senhor, aqui está a tua mina, que eu mantive em uma tela; 21 pois eu tinha medo de ti, que és homem severo; você toma -se o que você não depositou, e colhe o que não semeei " 22 Dize-lhe: Pela tua boca eu te julgo, servo malvado, sabias que eu sou homem severo. que tomo o que não pus e colho o que não semeei; 23Bem, por que você não colocou meu dinheiro no banco? E assim, quando eu voltei, eu teria tirado para fora com interesse " 24 E disse aos presentes:" Tome a libra a partir dele e dar isso para ele que tem dez libras " 25 Disseram-lhe:" Senhor, ele tem dez libras". 26 - "Eu lhes digo que todo mundo que tiver será dado; mas quem não tem, até o que tem lhe será tirado. " 27 'Mas esses meus inimigos, que não quiseram que eu deveria reinar sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim." 
28 E, havendo dito isto, Ele marchou na frente indo para Jerusalém.

Palavra de Salvação.

- Glória a você, Senhor.

Ouça a Homilia

Entreguemos nossa vida a Deus

Aprendamos com Maria a nos consagrarmos e a entregarmos a nossa vida para Deus

“Jesus disse: ‘Eis minha mãe e meus irmãos. Pois todo aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe’” (Mateus 12,49).

A Igreja nos dá a graça de celebrarmos a apresentação de Nossa Senhora no Templo. Aquela menina, praticamente recém-nascida, foi levada pelos seus pais, Ana e Joaquim, para ser apresentada ao Senhor.

Os pais sabiam que aquela menina nasceu para ser toda de Deus, porque eles eram inteiros de Deus. Tanto Ana como Joaquim eram tementes ao Senhor. Era um casal que temia e obedecia ao Senhor Deus e, por isso, geraram esse fruto bendito que é a Virgem Maria, Aquela que seria a Mãe do Salvador.

Maria não empresta apenas o seu ventre para que Jesus entre nele, é mais do que isso, porque o templo em que Ela é apresentada, hoje, é o templo em que Ela tornou-se.

O templo é o lugar do encontro com Deus. Quando entramos no templo, a graça de Deus entra em nós entramos nela também. Quando Maria foi apresentada ao templo, Ela tornou-se um templo, um lugar onde Deus habitava. E, assim, essa menina foi criada, essa jovem cresceu e tornou-se Mulher e Mãe de Jesus. Mas, Ela já era (desde o ventre de sua Mãe) serva do Senhor e, por isso, foi apresentada ainda menina para ser templo e lugar da morada de Deus.

O que Maria foi e, ainda é por toda a eternidade, é o que Deus quer que sejamos. Eu acolho, com muito amor em cada celebração, quando os pais levam a criança recém-nascida para ser apresentada na Igreja. Eu fico feliz de ver que essa prática cresce cada vez mais em todos os lugares. 

E que não seja apenas um ritual: “Eu vou levar na Igreja para não ficar doente, para não acontecer nenhum mal”. Levemos à Igreja para prepará-la para o Batismo, para que logo seja batizada e, mais do que isso, para que a criança cresça consagrada a Deus, aos cuidados d’Ele, mas vamos educá-los para que cresçam no amor a Deus.

Em uma casa que tem o temor de Deus, os filhos são, também, criados neste mesmo temor e crescem no amor a Deus sobre todas as coisas. Por isso, somos chamados de irmãos de Jesus, porque o pai, a mãe e o irmão de Jesus, são aqueles que fazem a vontade de Deus na sua vida.

Maria não fez a vontade de Deus somente porque gerou Jesus, Ela fez a vontade de Deus porque, desde menina, foi toda de Deus. Aprendamos com Ela a nos consagrarmos e a entregarmos a nossa vida para Deus.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios