Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Zc 2,14-17)

Leitura da Profecia de Zacarias.

14“Rejubila, alegra-te, cidade de Sião, eis que venho para habitar no meio de ti, diz o Senhor. 15Muitas nações se aproximarão do Senhor, naquele dia, e serão o seu povo. Habitarei no meio de ti, e saberás que o Senhor dos exércitos me enviou a ti. 16O Senhor entrará em posse de Judá, como sua porção na terra santa, e escolherá de novo Jerusalém. 17Emudeça todo mortal diante do Senhor, ele acaba de levantar-se de sua santa habitação”.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Lc 1,46-55)

— O Poderoso fez por mim maravilhas, e Santo é o seu nome.

— O Poderoso fez por mim maravilhas, e Santo é o seu nome.

— A minh’alma engrandece ao Senhor, e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador,

— pois ele viu a pequenez de sua serva, desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. O Poderoso fez por mim maravilhas e Santo é o seu nome.

— Seu amor, de geração em geração, chega a todos que o respeitam. Demonstrou o poder de seu braço, dispersou os orgulhosos.

— Derrubou os poderosos de seus tronos e os humildes exaltou. De bens saciou os famintos e despediu, sem nada, os ricos.

— Acolheu Israel, seu servidor, fiel ao seu amor, como havia prometido aos nossos pais, em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Evangelho (Mt 12,46-50)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 46enquanto Jesus estava falando às multidões, sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora, procurando falar com ele. 47Alguém disse a Jesus: “Olha! Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar contigo”. 48Jesus perguntou àquele que tinha falado: “Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?” 49E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: “Eis minha mãe e meus irmãos. 50Pois todo aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

A partir do batismo, nasce a nossa missão

 “Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos? E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: “Eis minha mãe e meus irmãos. Pois todo aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe” (Mateus 12,48-50).

A graça no dia de hoje é a de celebrarmos a Apresentação de Nossa Senhora no templo. Seus pais, Ana e Joaquim, eram pessoas não só muito religiosas, também eram pessoas tementes a Deus, cumpriam as leis e os preceitos judaicos, mas eles sabiam que tinham uma pérola muito preciosa.

Todo filho é uma pérola, é uma graça única, mas aqu’Ela foi reservada por Deus, escolhida por Ele para uma missão muito especial, para uma missão única, singular. É por isso que os pais de Nossa Senhora a levaram no templo, não só para cumprir o preceito ou aquilo que prescreve a lei judaica, e sim para apresentá-La para que Deus fizesse dela o que Ele melhor quisesse realizar.

Como Maria foi apresentada ainda menina para ser de Deus, preciso dizer: apresente os seus filhos para Deus. Todos nós fomos levados ao batismo para sermos ofertados, consagrados e entregues a Deus.

O batismo é a nossa primeira apresentação, é a nossa grande consagração, é a nossa unção fundamental para a vida

Que graça sublime, talvez, alguns não entendam o porquê na Igreja Católica se batizar ainda crianças. Porque as crianças são dons de Deus. Assim como Maria foi levada criança para ser apresentada, assim como Jesus depois de quarenta dias de nascido foi apresentado também ao Pai, o batismo é a nossa primeira apresentação, é a nossa grande consagração, é a nossa unção fundamental para a vida.

É a partir do batismo que nasce a nossa missão. Maria sabe qual é a Sua missão, foi tomando consciência dela a cada dia, mas foi ainda criança que a missão foi crescendo nela.

Permita-me dizer a você: “Não espere as suas crianças crescerem para que elas decidam se vão ser de Deus ou não, se vão assumir isso ou não. A semente é plantada já no ventre da mãe e precisa ser cultivada a cada dia para que a graça cresça”. Porque não foi só Jesus quem cresceu em estatura, sabedoria e graça diante de Deus e dos homens; Maria também cresceu assim, então, Ela cresceu em estatura e sabedoria. Ela cresceu a cada dia no temor e na obediência a Deus, e não podemos criar os nossos filhos se não for desta maneira: obedientes e tementes a Deus, crescendo em estatura e sabedoria, mas crescendo na intimidade com Ele.

Sabemos que a intimidade se faz no seio familiar, nada é mais íntimo do que a nossa família, nada é mais íntimo do que a nossa casa, nada é mais íntimo do que onde estamos e convivemos.

Que você esteja na sua casa, na sua família crescendo como família e criando os seus para que sejam íntimos de Deus, foi assim que Ana e Joaquim criaram a Nossa Senhora; e Ela cresceu sendo serva do Senhor.

Criemos os nossos filhos para que independente da missão que exercerão no mundo, trabalhando aqui ou acolá, sejam homens e mulheres tementes a Deus, mas isso começa lá no berço, quando a cada dia apresentamos a Deus os nossos filhos.

Deus abençoe você!

(Canção Nova)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios