Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (At 5,17-26)

Leitura dos Atos dos Apóstolos

Naqueles dias, 17levantaram-se o sumo sacerdote e todos os do seu partido — isto é, o partido dos saduceus — 18cheios de raiva e mandaram prender os apóstolos e lançá-los na cadeia pública. 

19Porém, durante a noite, o anjo do Senhor abriu as portas da prisão e os fez sair, dizendo: 20“Ide falar ao povo, no Templo, sobre tudo o que se refere a este modo de viver”. 21Eles obedeceram e, ao amanhecer, entraram no Templo e começaram a ensinar. O sumo sacerdote chegou com os seus partidários e convocou o Sinédrio e o Conselho formado pelas pessoas importantes do povo de Israel. Então mandaram buscar os apóstolos na prisão. 22Mas, ao chegarem à prisão, os servos não os encontraram e voltaram dizendo: 23“Encontramos a prisão fechada, com toda segurança, e os guardas estavam a postos na frente da porta. Mas, quando abrimos a porta, não encontramos ninguém lá dentro”.

24Ao ouvirem essa notícia, o chefe da guarda do Templo e os sumos sacerdotes não sabiam o que pensar e perguntavam-se o que poderia ter acontecido. 25Chegou alguém que lhes disse: “Os homens que vós pusestes na prisão estão no Templo ensinando o povo!” 26Então o chefe da guarda do Templo saiu com os guardas e trouxe os apóstolos, mas sem violência, porque eles tinham medo que o povo os atacasse com pedras.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 33)

— Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido.

— Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido.

— Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma se gloria no Senhor; que ouçam os humildes e se alegrem!

— Comigo engrandecei ao Senhor Deus, exaltemos todos juntos o seu nome! Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, e de todos os temores me livrou.

— Contemplai a sua face e alegrai-vos, e vosso rosto não se cubra de vergonha! Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, e o Senhor o libertou de toda angústia.

— O anjo do Senhor vem acampar ao redor dos que o temem, e os salva. Provai e vede quão suave é o Senhor! Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!

Evangelho (Jo 3,16-21)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós!

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor!

16Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna. 17De fato, Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por ele. 18Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, porque não acreditou no nome do Filho unigênito. 19Ora, o julgamento é este: a luz veio ao mundo, mas os homens preferiram as trevas à luz, porque suas ações eram más. 20Quem pratica o mal odeia a luz e não se aproxima da luz, para que suas ações não sejam denunciadas. 21Mas quem age conforme a verdade aproxima-se da luz, para que se manifeste que suas ações são realizadas em Deus.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a homilia

A luz de Jesus ilumina as obscuridades da nossa vida

 “Quem pratica o mal odeia a luz e não se aproxima da luz, para que suas ações não sejam denunciadas” (João 3,15).

A verdade é que: o Filho de Deus, Seu Filho único, foi enviado ao mundo para nos dar a vida. Por que Ele foi enviado? Pelo amor que Deus tem por cada um de nós.

Deus ama tanto a cada um de nós que Sua grande prova de amor por nós foi a de nos dar aquilo que é mais precioso para um pai: o Seu único Filho.

Não tenhamos mais dúvida nenhuma do tamanho do amor que Deus tem por nós. Não podemos ter essa dúvida, pelo contrário, temos de nos preencher desse amor, porque ninguém vive sem amor. Sem amor não há vida e sentido de viver, sem amor não há razão para viver.

Precisamos viver o verdadeiro amor; viver intensamente o amor. É o amor de Deus que precisa estar em tudo aquilo que realizamos. É o amor de Deus que precisa guiar os nossos passos e direcionar o nosso caminhar. Precisamos estar mergulhados neste amor em tudo aquilo que fazemos.

Jesus penetra a nossa alma e traz a luz para as situações mais obscuras da vida

Como encontramos o amor de Deus? Mergulhando a nossa vida em Jesus. Porque Ele é a expressão viva e encarnada, é o amor presente na vida de cada um de nós.

Vivemos o amor de Deus em nós vivendo a vida em Jesus. Jesus que é amor de Deus, é luz. Muitos não se aproximam de Jesus porque n’Ele está a luz, que vem iluminar as trevas do nosso coração, a luz que vem iluminar as coisas obscuras da nossa alma e da nossa vida.

Muitos preferem viver no erro, na mentira, no engano, na ilusão, e não querem se aproximar da luz porque ela denuncia as obras. Denunciar não é fazer publicidade: “Olha, ele cometeu isso”. Não é isso! É denunciar para a nossa própria verdade aquilo que é mentira, denunciar para o nosso próprio interior aquilo que é incoerente.

Jesus penetra a nossa alma e traz a luz para as situações mais obscuras da vida. Por isso, não tenha medo de se aproximar de Jesus, aproxime-se d’Ele com toda a intensidade da sua alma e do seu coração. Deixe que a luz de Deus possa iluminar aquilo que está obscuro, escondido ou que não reconhecemos como trevas em nossa vida.

Para que a nossa vida caminhe na luz precisamos de Jesus. Precisamos de Jesus para que o amor de Deus esteja em nós e a nossa vida seja amor em tudo aquilo que realizarmos.

Deus abençoe você!      

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios