Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Pr 21,1-6.10-13)

Leitura do Livro dos Provérbios.

1O coração do rei nas mãos do Senhor é como água corrente; ele o dirige para onde quer. 2O homem pensa que o seu caminho é sempre reto, mas é o Senhor quem sonda os corações. 3Praticar a justiça e o direito é mais agradável ao Senhor do que os sacrifícios. 4Olhar arrogante e coração orgulhoso, a lâmpada dos malvados não é senão o pecado. 5Os projetos do homem aplicado produzem abundância, mas todos os apressados só alcançam indigência. 6Tesouros adquiridos com língua mentirosa são ilusão passageira dos que procuram a morte. 10A alma do malvado deseja o mal, ele olha sem piedade para o seu próximo. 11Quando se castiga o zombador, aprende o imbecil, e quando o sábio é instruído, ele adquire mais saber. 12O justo observa a casa do ímpio e leva os ímpios à desgraça. 13Quem tapa os ouvidos ao clamor do pobre, também há de clamar, mas não será ouvido.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 118)

— Guiai-me, Senhor, no caminho de vossos preceitos!

— Guiai-me, Senhor, no caminho de vossos preceitos!

— Feliz o homem sem pecado em seu caminho, que na lei do Senhor Deus vai progredindo!

— Fazei-me conhecer vossos caminhos, e então meditarei vossos prodígios!

— Escolhi seguir a trilha da verdade, diante de mim eu coloquei vossos preceitos.

— Dai-me o saber, e cumprirei a vossa lei, e de todo o coração a guardarei.

— Guiai meus passos no caminho que traçastes, pois só nele encontrarei felicidade.

— Cumprirei constantemente a vossa lei; para sempre, eternamente a cumprirei!

Evangelho (Lc 8,19-21)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas. 

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 19a mãe e os irmãos de Jesus aproximaram-se, mas não podiam chegar perto dele, por causa da multidão. 20Então anunciaram a Jesus: “Tua mãe e teus irmãos estão aí fora e querem te ver”. 21Jesus respondeu: “Minha mãe e meus irmãos são aqueles que ouvem a Palavra de Deus, e a põem em prática”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Ouçamos e pratiquemos a Palavra de Deus

 “Jesus respondeu: ‘Minha mãe e meus irmãos são aqueles que ouvem a Palavra de Deus, e a põem em prática’” (Lucas 8,21).

Os parentes de Jesus não conseguiam se aproximar d’Ele, mas alguns deles queriam uma proximidade física. Achamos que a proximidade física é a mais importante, é claro que, fisicamente, queremos estar próximos de pessoas que queremos bem. Você conhece alguém que, fisicamente, esteve mais próximo de Jesus do que a Virgem Maria? Alguém, neste mundo, trouxe Jesus no seu ventre, carregou por nove meses, amamentou, cuidou, criou, amou, pegou no colo, cuidou quando era menino, deu banho, viu Ele crescer e se transformar no homem que nós amamos, o Mestre Jesus?

Então, a proximidade física Maria já tinha, e mais ainda, a proximidade da intimidade com a verdade de Jesus. É essa que Jesus está apresentando para aqueles que estão ouvindo. “Não adianta estarem aqui somente me vendo”, a advertência era para eles. A advertência é também para nós, porque até podemos receber a Eucaristia, podemos até estar na Missa todos os dias, podemos até participar de muitos grupos de Igreja, mas não é isso que cria intimidade com Jesus, não é isso que cria identidade familiar com Ele.

O que cria intimidade familiar com Jesus é, primeiro, ouvir a Sua Palavra. Sabemos que ouvir não é uma coisa simples, é preciso dedicação para ouvir. Como escutamos muito pouco aquilo que é a verdade.

Não passemos um dia sequer sem ouvir a Palavra de Deus, meditá-la, ruminá-la, deixar que ela ilumine a nossa vida

Nossos ouvidos estão muito soltos e seduzidos por tantos barulhos que estão à nossa volta. Para ouvir a Palavra de Deus é preciso se abstrair ou se purificar de tantos barulhos para nos colocarmos na sintonia da Palavra.

Ouvir a Palavra de Deus é a missão principal de um discípulo de Jesus, debruçar-se sobre a Palavra, deixar que ela penetre em nossos ouvidos. Uma vez que a escutamos, é preciso praticá-la. E, muitas vezes, apanhamos nas duas lições: ouvimos pouco e praticamos menos ainda.

Não vamos praticar na integridade da Palavra, se não a ouvirmos; e se não ouvirmos a Palavra, é óbvio que não seremos os bons discípulos que seguem o Mestre Jesus. Por isso, nos aproximemos do Senhor e da Sua Palavra. Não passemos um dia sequer sem ouvir a Palavra de Deus, meditá-la, ruminá-la, sem deixar que ela ilumine a nossa vida.

Pratiquemos, pois é assim que, de verdade, criamos intimidade com o Mestre Jesus.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios