Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (2Sm 6,12b-15.17-19)

Leitura do Segundo Livro de Samuel.

Naqueles dias, 12bDavi pôs-se a caminho e transportou festivamente a arca de Deus da casa de Obed-Edom para a cidade de Davi. 13A cada seis passos que davam, os que transportavam a arca do Senhor sacrificavam um boi e um carneiro.

14Davi, cingido apenas com um efod de linho, dançava com todas as suas forças diante do Senhor. 15Davi e toda a casa de Israel conduziram a arca do Senhor, soltando gritos de júbilo e tocando trombetas. 17Introduziram a arca do Senhor e depuseram-na em seu lugar, no centro da tenda que Davi tinha armado para ela. Em seguida, ele ofereceu holocaustos e sacrifícios pacíficos na presença do Senhor. 18Assim que terminou de oferecer os holocaustos e os sacrifícios pacíficos, Davi abençoou o povo em nome do Senhor todo-poderoso. 19E distribuiu a toda a multidão de Israel, a cada um dos homens e das mulheres, um pão de forno, um bolo de tâmaras e uma torta de uvas. Depois todo o povo foi para casa.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 23)

— Dizei-nos: “Quem é este Rei da glória?” “É o Senhor, o valoroso, o grandioso!”

— Dizei-nos: “Quem é este Rei da glória?” “É o Senhor, o valoroso, o grandioso!”

— “Ó portas, levantai vossos frontões! Elevai-vos bem mais alto, antigas portas, a fim de que o Rei da glória possa entrar!”

— Dizei-nos: “Quem é este Rei da glória?” “É o Senhor, o valoroso, o onipotente, o Senhor, o poderoso nas batalhas!”

— “Ó portas, levantai vossos frontões! Elevai-vos bem mais alto, antigas portas, a fim de que o Rei da glória possa entrar!

— Dizei-nos: “Quem é este Rei da glória?” “O Rei da glória é o Senhor onipotente, o Rei da glória é o Senhor Deus do universo!

Evangelho (Mc 3,31-35)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 31chegaram a mãe de Jesus e seus irmãos. Eles ficaram do lado de fora e mandaram chamá-lo. 32Havia uma multidão sentada ao redor dele. Então lhe disseram: “Tua mãe e teus irmãos estão lá fora à tua procura”. 33Ele respondeu: “Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?” 34E olhando para os que estavam sentados ao seu redor, disse: “Aqui estão minha mãe e meus irmãos. 35Quem faz a vontade de Deus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

https://www.youtube.com/watch?v=PkBonNeBk4Q

Sejamos familiares de Jesus

Não é a questão consanguínea que nos torna familiares de Jesus, mas é a intimidade com Ele e com o Pai

“E olhando para os que estavam sentados ao seu redor, disse: ‘Aqui estão minha mãe e meus irmãos. Quem faz a vontade de Deus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe’” (Marcos 3,34-35).

Jesus nos quer na Sua família, Ele está nos dizendo como deseja que sejamos familiares d’Ele.

A família representa acima de tudo, intimidade e proximidade. Quanto mais familiar a nós, mais próximo, mais íntimo, mais essa pessoa faz parte da nossa vida. Têm pessoas que nem fazem parte diretamente da nossa família, mas são tão familiares, tão chegadas, tão íntimas, elas têm tanta comunhão conosco, com a nossa vida, que as consideramos família.

Não quer dizer que deixamos a nossa família e agora consideramos os outros de fora como nossa família. Não é nada disso, é questão de comunhão com a vida, com aquilo que acreditamos, com a nossa intimidade, e isso cria respeito e reciprocidade. Com o Reino de Deus é desta mesma forma, não basta ter parentesco. Não é a questão consanguínea que nos torna familiares de Jesus, mas é a intimidade com Ele e com o Pai. Jesus está dizendo isso porque sua mãe é a pessoa mais próxima, mais íntima a Ele, porém nem todos os Seus familiares creem n’Ele, aderem as palavras d’Ele, por isso nem todos têm comunhão com Ele.

Podemos e devemos ter comunhão com Jesus, Ele quer que façamos parte da Sua família, Ele nos quer íntimos a Ele, juntos d’Ele. A nossa decisão de cada dia é fazer a vontade de Deus, é colocar em prática aquilo que aprendemos no Evangelho, na vida, nos ensinamentos de Jesus.

Cada vez que nos esforçamos, que morremos para nós mesmos para que Deus cresça em nós, para que a vontade d’Ele se realize em nós, mais íntimos e familiares nos tornamos de Jesus.

Sejamos a família de Jesus, porque Ele quer ser cada vez mais próximo de nós.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova - https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios