Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Is 49,1-6)

Leitura do Livro do Profeta Isaías.

1Nações marinhas, ouvi-me, povos distantes, prestai atenção: o Senhor chamou-me antes de eu nascer, desde o ventre de minha mãe ele tinha na mente o meu nome; 2fez de minha palavra uma espada afiada, protegeu-me à sombra de sua mão e fez de mim flecha aguçada, escondida em sua aljava, 3e disse-me: “Tu és o meu Servo, Israel, em quem serei glorificado”.

4E eu disse: “Trabalhei em vão, gastei minhas forças sem fruto, inutilmente; entretanto o Senhor me fará justiça e o meu Deus me dará recompensa”. 5E agora diz-me o Senhor – ele que me preparou desde o nascimento para ser seu Servo – que eu recupere Jacó para ele e faça Israel unir-se a ele; aos olhos do Senhor esta é a minha glória. 6Disse ele: “Não basta seres meu Servo para restaurar as tribos de Jacó e reconduzir os remanescentes de Israel: eu te farei luz das nações, para que minha salvação chegue até aos confins da terra”.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 138)

— Eu vos louvo e vos dou graças, ó Senhor, porque de modo admirável me formastes!

— Eu vos louvo e vos dou graças, ó Senhor, porque de modo admirável me formastes!

— Senhor, vós me sondais e conheceis, sabeis quando me sento ou me levanto; de longe penetrais meus pensamentos; percebeis quando me deito e quando eu ando, os meus caminhos vos são todos conhecidos.

— Fostes vós que me formastes as entranhas, e no seio de minha mãe vós me tecestes. Eu vos louvo e vos dou graças, ó Senhor, porque de modo admirável me formastes!

— Até o mais íntimo, Senhor, me conheceis; nenhuma sequer de minhas fibras ignoráveis, quando eu era modelado ocultamente, era formado nas entranhas subterrâneas.

Segunda Leitura (At 13,22-26)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

Naqueles dias, Paulo disse: 22“Deus fez surgir Davi como rei e assim testemunhou a seu respeito: ‘Encontrei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que vai fazer em tudo a minha vontade’. 23Conforme prometera, da descendência de Davi Deus fez surgir para Israel um Salvador, que é Jesus.

24Antes que ele chegasse, João pregou um batismo de conversão para todo o povo de Israel. 25Estando para terminar sua missão, João declarou: ‘Eu não sou aquele que pensais que eu seja! Mas vede: depois de mim vem aquele, do qual nem mereço desamarrar as sandálias’. 26Irmãos, descendentes de Abraão, e todos vós que temeis a Deus, a nós foi enviada esta mensagem de salvação”.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Evangelho (Lc 1,57-66.80)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

57Completou-se o tempo da gravidez de Isabel, e ela deu à luz um filho. 58Os vizinhos e parentes ouviram dizer como o Senhor tinha sido misericordioso para com Isabel, e alegraram-se com ela. 59No oitavo dia, foram circuncidar o menino, e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias. 60A mãe, porém disse: “Não! Ele vai chamar-se João”.

61Os outros disseram: “Não existe nenhum parente teu com esse nome!” 62Então fizeram sinais ao pai, perguntando como ele queria que o menino se chamasse. 63Zacarias pediu uma tabuinha, e escreveu: “João é o seu nome”. E todos ficaram admirados. 64No mesmo instante, a boca de Zacarias se abriu, sua língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus. 65Todos os vizinhos ficaram com medo, e a notícia espalhou-se por toda a região montanhosa da Judeia. 66E todos os que ouviam a notícia ficavam pensando: “O que virá a ser este menino?” De fato, a mão do Senhor estava com ele. 80E o menino crescia e se fortalecia em espírito. Ele vivia nos lugares desertos, até o dia em que se apresentou publicamente a Israel.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

João nos aponta a salvação que está em Jesus

 “Completou-se o tempo da gravidez de Isabel, e ela deu à luz um filho” (Lucas 1,57).

Celebremos com muito amor o nascimento de João Batista. É Jesus quem vai dizer que entre os nascidos de mulher não houve ninguém maior do que João.

João representa o último dos profetas do Antigo Testamento e o primeiro dos profetas do Novo Testamento. João é aquele que fecha a porta daquilo que foi a revelação primeira e abre a porta para a revelação definitiva, ele abre as portas e os caminhos para que ali possa trilhar a palavra que nos salva: Jesus, nosso Senhor e Salvador.

João é um homem destinado para a graça, é um instrumento da graça, é um instrumento de Deus santificado desde o ventre de sua mãe. Preparado para ser um homem de Deus, desde o ventre de sua mãe ele foi chamado para isso.

Celebremos com todo amor do nosso coração, o significado de João para a história da salvação

Mais do que chamado, João é aquele que corresponde à graça recebida, se torna uma chama acesa para nos mostrar o caminho da salvação. Entre tantas virtudes que, hoje, podemos apreciar desse menino que nasce de Israel, nós olhamos para João como o mais humilde dos homens. “Convém que ele cresça e que eu desapareça” (João 3,30). “Eu nem sou digno de desatar as suas sandálias” (João 1,27). “É Ele o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (João 1,29).

João não vive em função de si, mas em função do Mestre Jesus. João não é o caminho, o caminho é Jesus, mas ele é a seta que nos mostra o caminho e a direção de Jesus. João não quer discípulos para si, mas ele coloca aqueles que o seguem num primeiro momento para seguir Jesus.

Celebremos com todo amor do nosso coração, o significado de João para a história da salvação. Sei que o nascimento de João Batista na nossa cultura brasileira se revestiu das festas juninas, de todas as celebrações que, muitas vezes, são feitas; e, às vezes, esquecemos quem é de verdade João Batista.

O homem de uma vida ascética, disciplinada, um homem voltado para as coisas do Senhor. É digno se alegrar, festejar, mas, muitas vezes, celebramos o nascimento dele, se acende fogueira por aqui e acolá, se come, se bebe, se diverte, mas se esquece de olhar o essencial.

O que João nos aponta é a salvação que está em Jesus, ele nos aponta o caminho da sensatez, da humildade e da salvação. A vida de João Batista merece ser cada vez mais bem refletida e meditada porque ele traz muita luz para a sociedade obscura onde nos encontramos.

João preparou os caminhos para a chegada do Senhor. Vivemos tempos onde aguardamos a vinda definitiva de Jesus, e João para nós é seta, é um sinal dos tempos que precisamos estar atentos para não nos perdermos nos tempos em que estamos.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios